BARRIGA D`ÁGUA

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 

Como no Açude do Coité era elevada a proliferação de caramujos hospedeiros das lavas do Schistosoma, por isso era grande o número de crianças e até adolescentes acometidos da esquistossomose em Itiúba, principalmente após as fortes chuvas de verão que faziam o velho açude transbordar, e suas águas contaminadas chegavam até o Açude do Jenipapo, local preferido de entretenimento da garotada para banhos e natação. E, considerando que nem médico ainda existia na cidade, e um simples exame de fezes só podia ser feito na capital do estado, dá para perceber os riscos que a população corria na época. Um dos principais sintomas da doença era o aumento do abdome das crianças, daí o apelido de “Barriga d’água”.

 

 

 

 

 

 

 

 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com