I

PESCA PREDATÓRIA

Hugo Pinto de Carvalho

 

 

 

 

 Todo fim de ano quando as águas do riacho do Coité baixavam e as cacimbas perdiam seu volume, os pescadores de Itiúba realizavam a estranha pesca chamada “Mexida do Poço” que consistia em agitar bastante as águas com grandes varas deixando-as turvas e sujas, reduzindo seu oxigênio, obrigando assim os peixes  surgirem  á tona, facilitando assim sua captura com grandes cestos e até mesmo com as mãos.

 



 

IR PARA O ÍNDICE DE CRÔNICAS DESTE AUTOR
IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR
IR PARA O ÍNDICE GERAL

 

Itiúba do meu Tempo - Fernando P. de Carvalho


fpcarvalho@globo.com