ÍNDICE GERAL

 

- A CHUVA DE PEDRAS (pag. 01) - Fernando P. de Carvalho
- O CINEMA (pág.02) - Fernando P. de Carvalho
- TIPOS DIFERENTES E ENGRAÇADOS (pág.03) - Fernando P. de Carvalho
- A RÁDIO CULTURAL (pág.04) - Fernando P. de Carvalho )
- O TESOURO DA CASA DO PADRE (pág.05) - Fernando P. de Carvalho
- A SERRA VELHA (pág.06) - Fernando P. de Carvalho
- A FILARMÔNICA UNIÃO 2 DE JULHO (pág.07) - Fernando P. de Carvalho
- O TIME DE FUTEBOL QUE NÃO PODIA PERDER (08) - Fernando P. de Carvalho
- O MOTOR DA LUZ (pág.09) - Fernando P. de Carvalho
- O CIRCO DO PEDRO CORUJA (pág.10) - Fernando P. de Carvalho
- A CÂMARA DE VEREADORES (pág.11) - Fernando P. de Carvalho

- "SEU" CALIXTO SANFONEIRO (pág.12) - Hugo Pinto de Carvalho
- O "AMERICANO" E A "PENICILINA" (pág.13) - Hugo Pinto de Carvalho
- O AMIGO DJALMA (pág.14) - Fernando P. de Carvalho
- O MASCARADO MISTERIOSO (pág.15) - Hugo Pinto de Carvalho
- PADRE SEVERO:MITO OU REALIDADE? (pág.16) - Humberto Pinto de Carvalho
- ISNAR E SUAS FOTOGRAFIAS (pág.17) - Fernando P. de Carvalho
- AS BRINCADEIRAS DE GUERRA (pág.18) - Fernando P. de Carvalho
- A FARMÁCIA DE DONA ZIRU (pág.19) - Fernando P. de Carvalho
- O LOUCO CACIANO (pág.20) - Fernando P. de Carvalho
- OS JEGUES DO SANTANA (pág.21) - Fernando P. de Carvalho
- AS NOVIDADES DA CIDADE DA BAHIA (pág.22) - Djalma dos Anjos
- O "VICENTE CELESTINO" (pág.23) - Fernando P. de Carvalho
- A CASA DE FOGOS (pág.24) - Fernando P. de Carvalho
- O PINTOR LUDUGÉRIO (pág.25) - Fernando P. de Carvalho
- O CASAMENTO E A SERENATA (pág.26) - Fernando P. de Carvalho
- O PING-PONG DA DUPLA "ZECÁQUIS"(pág.27) - Fernando P. de Carvalho
- CONSERTAM-SE SAPATOS E BICICLETAS (pág.28) - Hugo Pinto de Carvalho
- A "INZONA" DO EGUI NO AÇUDE DO JENIPAPO (pág.29) - Fernando P. de Carvalho
- O DESCONHECIDO (pág.30) - Djalma dos Anjos
- A VOLTA DO COCA (pág.31) - Fernando P. de Carvalho
- O LOCUTOR GARBOSO (pág.32) - Hugo Pinto de Carvalho
- A ESTAÇÃO E A MALA MISTERIOSA (pág.33) - Fernando P. de Carvalho
- A BICICLETA (pág.34) - Hugo Pinto de Carvalho
- 0 BAR DO ZÉ DANTAS (pág.35) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CAMELÔ PAI VELHO (pág.36) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS SERENATAS E AS GALINHAS (pág.37) - Fernando P. de Carvalho
- O BOI DA TAPERA (pág.38) - Fernando P. de Carvalho
- O BAR DO CARLOS PIRES (pág.39) - Fernando P. de Carvalho
- OS ENGRAXATES (pág.40) - Fernando P. de Carvalho
- OS BANHOS DE CACIMBA (pág.41 - Fernando P. de Carvlho)
- O TEIA (pág.42) - Fernando P. de Carvalho
- REMÉDIO PARA O ALCOOLISMO (pág.43) - Fernando P. de Carvalho
- O BALANÇO DOS SESSENTA PINICOS (pág.44) - Fernando P. de Carvalho
- A GENGIBIRRA DO "SEU" EUCLIDES (pág.45) - Fernando P. de Carvalho
- O SANDOVAL E O GRITO DA GALINHA (pág.46) - Fernando P. de Carvalho
- O ENGRAXATE "BOCA-RICA" (pág.47) - Humberto Pinto de Carvalho
- DOIS MÚSICOS DE TALENTO (pág.48) - Humberto Pinto de Carvalho
- JOÃO DO BOMBO E A LOTERIA (pág.49) - Humberto Pinto de Carvalho
- TRÊS IRMÃOS... TRÊS VIDAS DIVERGENTES (pág.50) - Humberto Pinto de Carvalho
- UMA MULHER CHAMADA CANTU (pág.51) - Humberto Pinto de Carvalho
- A CHUVA DE GRANIZO (pág.52) - Humberto Pinto de Carvalho
- OPINIÃO DO LEITOR (pág.54) - Leitores
- O ELEGANTE SULU (pág.53) - Humberto Pinto de Carvalho
- O CARNEIRO DO CARLINHOS (pág.55) - Hugo Pinto de Carvalho
- O BARÃO DE ITIÚBA (pág.56) - Fernando Pinto de Carvalho
- O MUSSOLINI (pág.57) - Humberto Pinto de Carvalho
- VICENTE O "CHUNCHA" (pág.58) - Humberto Pinto de Carvalho
- "SEU" ACELINO, O MARCENEIRO (pág.59 ) - Fernando Pinto de Carvalho
- RUAS COM NOMES EXTRAVAGANTES (pág.60) - Humberto Pinto de Carvalho
- OS VAQUEIROS (pág.61) - Humberto Pinto de Carvalho
- AS FAZENDAS DE BOIS DE OSSO (pág.62) - Humberto Pinto de Carvalho
- O ZÉ PREQUETÉ (pág.63) - Ivan de Carvalho
- UM VENENO DE MULHER (pág.64) - Ivan de Carvalho
- O CAPETA (pág. 65) - Ivan de Carvalho
- O PREFEITO DA LAMA DO CORTE (pág.66) - Humberto Pinto de Carvalho
- ITIUBÊS (pág.67) - Fernando P. de Carvalho
- NOITE DE LOBISOMEM (pág.68) - Hugo Pinto de Carvalho
- O DEDÉ SOLDADO (pág.69) - Djalma dos Anjos
- AR PURO PURO QUE CURAVA TUBERCULOSE (pág.70 ) - Humberto Pinto de Carvalho
- A ESCOLA GOES CALMON I (pág.71) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CAVALO BRANCO DO CARNAVAL(pág72) - Hugo Pinto de Carvalho
- BEBIDAS PARA OS MÚSICOS (pág.73) - Fernando P. de Carvalho
- A ESCOLA GOES CALMON II (pág.74) - Ivan de Carvalho
- AS DUAS PAIXÕES DO MUNDINHO SURDO (pág.75) - Fernando P. de Carvalho
- A FAZENDA DO ESTADO I (pág.76) - Fernando P. de Carvalho
- A FAZENDA DO ESTADO II (pág.77) - Ivan de Carvalho
- QUEIXINHO, O REI DA SINUCA (pág.78) - Fernando P. de Carvalho
- O ARMANDO DO JOÃO DO RIO (pág. 79) - Fernando P. de Carvalho
- O SÁBIO QUITU (pág.80) - Ivan de Carvalho
- A CELIDÔNIA (Pág. 81) - Herbert Pinto de Carvalho
- O ZUCA FUMEIRO E O BUSCAPÉ (pág.82) - Valmir Simões
- O ZÉ QUERINO, O COLETOR E A ONÇA (pág.83) - Valmir Simões
- OS SAPATOS DE VERNIZ (pág.84) - Valmir Simões
- A SALADA DE FRUTAS E OS CÁGADOS(pág85) - Valmir Simões
- UMA NOITE NA RÁDIO CULTURAL (pág.86) - Fernando P. de Carvalho
- MONOPÓLIO QUEBRADO (pág. 87) - Ivan de Carvalho
- O ADVINHÃO (pág. 88) - ValmirSimões
- A ESCURIDÃO NA FAZENDA DO ESTADO (89) - Valmir Simões
- RAJÁ, O CÃO DE ESTIMAÇÃO (pág.90) - Valmir Simões
- O CANCÃO E O AÇÚCAR MASCAVO (pág.91) - Valmir Simões
- A ESCURIDÃO NA FAZENDA DO ESTADO II (pág.92) - Ivan de Carvalho
- UMA NOITE NO CINE-ITIÚBA (pág. 93) - Fernando P. de Carvalho
- BENDITO QUEROSENE (pág.94) - Djalma dos Anjos
- A FESTA DA PADROEIRA (pág. 95) - Djalma dos Anjos
- UMA LINDA LEMBRANÇA (pág. 96) - Ivan de Carvalho
- A MAIS CHATA SESSÃO DE CINEMA (97) - Ivan de Carvalho
- LUZ NAS TREVAS DE COVAS (98) - Djalma dos Anjos
- A PROVA DOS NOVES (pág. 99) - Valmir Simões
- O DIA DO PERU (pág. 100) - Valmir Simões
- O JARAGUÁ (pág.101) - Valmir Simões
- A OBRA DO MESTRE SAPATEIRO (pág.102) - Valmir Simões
- A FESTA DO CASAMENTO (pág.103) - Valmir Simões
- O MAGO E A MARRETA (pág.104) - Ivan de Carvalho
- A FESTA DO CALUMBI (pág.105) - Valmir Simões
- SAUDADES DA RÁDIO CULTURAL (pág.106) - Valmir Simões
- LEMBRANÇAS DOS CARNAVAIS (pág.107) - Valmir Simões
- O FISCAL E OS PORCOS (pág.108) - Valmir Simões
- O COMEDOR DE SAPOS (pág.109) - Valmir Simões
- A MARMELADA COLOMBO (pág.110) - Valmir Simões
- A ESCOLA DE DATILOGRAFIA (pág.111) - Valmir Simões
- "SEU" PIROQUINHA E O CACHORRO (pág.112) - Valmir Simões
- O ZEZINHO CEGO (pág.113) - Valmir Simões
- ITIÚBA/SÃO PAULO: A IDA E A VOLTA (pág.114) - Valmir Simões
- O ENTERRADO (pág.115) - Fernando P. de Carvalho
- A COMPLEXA MENTE HUMANA (pág.116) - Ivan de Carvalho
- A MURIÇOCA AMAZÔNICA (pág.117) - Ivan de Carvalho
- A FEIRA DO SÁBADO (pág.118) - Valmir Simões
- OS DOCES DE "DONA" DJANIRA (pág.119) - Valmir Simões
- A REVOLTA DOS "CASSACOS" DA CAMANDAROBA (pág.120) - Valmir Simões
- O SINAL DE TV (pág.121) - Valmir Simões
- TELEGRAMA CONFUSO (pág.122) - Valmir Simões
- MELÉ, O ENGARRAFADOR DE VINHO (pág.123) - Valmir Simões
- O MEIO-CAMINHÃO (pág.124) - Valmir Simões
- A MULHER DE BRANCO (pág.125) - Valmir Simões
- A DOR-DE-BARRIGA (pág.126) - Valmir Simões
- LOUCO VARRIDO (pág.127) - Valmir Simões
- O CABO QUE ENGOLIU A PRÓPRIA DIVISA (pág.128) - Valmir Simões
- DISCOS VOADORES EM ITIÚBA I (pág.129) - Ivan de Carvalho
- DISCOS VOADORES EM ITIÚBA II (pág.130) - Ivan de Carvalho
- DISCOS VOADORES EM ITIÚBA III (pág.131) - Fernando P. de Carvalho
- LOLOTINHA E O ADELINO DO LÓ (pág.132) - Valmir Simões
- O TREM-FANTASMA (pág.133) - Valmir Simões
- O LADRÃO E O VENDEDOR DE GALINHA (pág.134) - Valmir Simões
- A PROCISSÃO (pág.135) - Fernando P. de Carvalho
- LUIZ GONZAGA, CIDADÃO ITIUBENSE (pág.136) - Fernando P. de Carvalho
- IRMÃOS GÊMEOS (137) - Valmir Simões
- A SEXTA-FEIRA SANTA E O CRUZEIRO (pág.138) - Valmir Simões
- AS SETE CASAS (pág.139) - Fernando P. de Carvalho
- IRMÃOS GÊMEOS II (pág.140) - Ivan de Carvalho
- ESCOLA GOES CALMON 3 (pág.141) - Valmir Simões
- CAFÉ CALDEADO (pág.142) - Valmir Simões
- CABUDO (pág.143) - Humberto Pinto de Carvalho
- A SERRA-VELHA E O BANHO DE XIXI (pág.144) - Valmir Simões
- ANTÔNIO MOTTA (pág.145) - Humberto Pinto de Carvalho
- SARGENTO AMORIM (pág.146) - Humberto Pinto de Carvalho
- A DEDADA (pág.147) - Humberto Pinto de Carvalho
- ZONA LITIGIOSA (pág.148) - Humberto Pinto de Carvalho
- DR. NOGUEIRA (pág.149) - Humberto Pinto de Carvalho
- A SERRA-VELHA II (pág.150) - Humberto Pinto d4e Carvalho

- O JOGO DE GAMÃO (pág.151) - Fernando P. de Carvalho
- CACIMBAS, AÇUDES E CHAFARIZES (pág.152) - Humbeto Pinto de Carvalho
- A PROCISSÃO II (pág.153) - Humberto Pinto de Carvalho
- OS CABELEIREIROS (pág.154) - Valmir Simões
- GOLFINHO, O CONSERTADOR DE TELHADOS (pág155) - Valmir Simões
- O GARIMPEIRO ITIUBENSE (pág.156) - Valmir Simões
- JOÃO PEDRO, O QUEBRADOR DE PEDRAS (pág.157) - Valmir Simões
- AS PÍLULAS (pág.158) - Valmir Simões
- AS CABAÇAS (pág.159) - Valmir Simões
- O ABASTECIMENTO DE ÁGUA (pág.160) - Valmir Simões
- TIRO SEGURO E A SAÚDE DOS MENINOS (pág.161) - Valmir Simões
- AS MONTANHAS DE ITIÚBA (pág.162) - Humberto Pinto de Carvalho
- DE OLHO NO BULDOGUE (pág.163) - Valmir Simões
- O TAMBORETE MALVADOR (164) - Valmir Simões
- A SERRA-VELHA E A ARMA PERDIDA (165) - Valmir Simões
- A VIRADA DO TROLE (166) - Valmir Simõe

- ANEXOS (HISTÓRICO, SITUAÇÃO ECONÔMICA, POPULAÇÃO, ELEIÇÃO, ETC) (167) - Fernando Pinto de Carvalho
- BADU (168) - Ivan de Carvalho
- LENDAS, CURAS E CRENDICES (169) - Humberto Pinto de Carvalho
- A SECA EM PROSA E VERSO (170) - Ivan de Carvalho
- A FESTA DO CONRADO (171) - Valmir Simões
- DERROTADO PELOS MARIMBONDOS (172) - Valmir Simões
- O BOI DE MINAS (173) - Humberto Pinto de Carvalho
- O PRIMEIRO RÁDIO DE ITIÚBA (174) - Humberto Pinto de Carvalho
- O FILHO DO BEREGA (175) - Valmir Simões
- DANDUZINHO E OS ANJOS PERDIDOS (176) - Valmir Simões
- A LINGUIÇA DA CELIDÔNIA (177) - Ivan de Carvalho
- SUMIRAM OS PASSARINHOS (178) - Humberto Pinto de Carvalho
- A CASA DE TAIPA DE "DONA" CASSEMIRA (179) - Valmir Simões
- ADOTE UM JEGUE (180) - Humberto Pinto de Carvalho
- NA CARONA DO CHEVROLET BRASIL (181) - Valmir Simões
- O CINEMA E O SELO DE ESTATÍSTICA (182) - Humberto Pinto de Carvalho
- O SERVIÇO DE ALTO-FALANTES (183) - Humberto Pinto de Carvalho
- DONA JOSEFA, REPÓRTER (184) - Ivan de Carvalho
- FORTES EMOÇÕES I (185) - Ivan de Carvalho
- FORTES EMOÇÕES II (186) - Ivan de Carvalho
- O ZEZITO DO CINEMA (187) - Fernando Pinto de Carvalho
- ANTÔNIO CASCA-DE-JACA (188) - Carlos Pires (Bentevi)
- OS FLATULENTOS DE ITIÚBA (189) - Carlos Pires (Bentevi)
- O VELHO MOTOR DA LUZ (190) - Hugo Pinto de Carvalho
- OTACÍLIO, O INVENTOR (191) - Carlos Pires (Bentevi)
- OTACÍLIO, O INVENTOR 2 (192) - Carlos Pires (Bentevi)
- AS MENTIRAS DO NÉ (193) - Djalma dos Anjos
- O PAOCO (194) - Valmir Simões
- AS PARTEIRAS (195) - Fernando Pinto de Carvalho
- A BANDA BULACHINHA (196) - Humberto P. de Carvalho
- A CORRIDA MALUCA (197) - Humberto P. de Carvalho
- MEDIDAS EM "MILIMIS" (198) - Herbert Pinto de Carvalho
- A QUEIMA DOS JUDAS (199) - Hugo P. de Carvalho
- A FEIRA DE ITIÚBA (200) - Humberto P. de Carvalho
- O SABÃO PINTADO E O ALCOOLISMO (201) - Valmir Simões
- O JOÃOZINHO E A SUA ALFAIATARIA (202) - Fernando P. de Carvalho
- CRENDICES, REZAS E CHÁS (203) - Valmir Simões
- O MENINO NU (204) - Herbert P. de Carvalho
- O CAÇADOR CHORÃO (205) - Valmir Simões
- AQUELES BONS TEMPOS (206) - Idelson José Carneiro
- A MODA DA NOSSA ÉPOCA (207) - Valmir Simões
- A MATANÇA (208) - Idelson José Carneiro
- ITIÚBA, A TERRA EM QUE NASCI (209) - Hugo Pinto de Carvalho
- O TREM DA LESTE (210) - Humberto Pinto de Carvalho
- O TREM-DE-FERRO (211) - Hugo Pinto de Carvalho
- A BICICLETA DE MOÇA (212) - Valmir Simões
- O BOM "ABAFABANCA" (213) - Valmir Simões
- MANOEL PINTO PRIMO, O PIONEIRO (214) - Enock da Silva Pinto
- O CARNAVAL DAQUELE TEMPO (215) - Valmir Simões
- O MELHOR DIA DA SEMANA (216) - Valmir Simões
- PRIMEIRA VEZ NO CINEMA (217) - Humberto Pinto de Carvalho
- CONTADORES DE HISTÓRIA (218) - Humberto Pinto de Carvalho
- USOS E COSTUMES (219) - Hildebrando Pinto de Carvalho (Banduca)
- NO TEMPO DA PENICILINA (220) - Valmir Simões
- O BAZAR POPULAR (221) - Valmir Simões
- A BOMBA DE NOVELO (222) - Valmir Simões
- AS BALAS JOTA-JOTA (223) - Valmir Simões
- A CACHAÇA DE BARRIL (224) - Valmir Simões
- O CAXIXE (225) - Valmir Simões
- OS ESCOVADORES (226) - Valmir Simões
- TRÊS VERDADES (227) - Humberto Pinto de Carvalho
- A ASSOMBRAÇÃO DO OUTRO MUNDO (228) - Valmir Simões
- O PUNHAL DO JAGUNÇO (229) - Valmir Simões
- RETALHOS (230) - Raimundo Barreto de Freitas (Teixeirinha)
- NOMES DESGASTADOS (231) Herbert e Hildebrando Pinto de Carvalho
- O DIAROLOU (232) - Valmir Simões
- O CAUBOI ITIUBENSE (233) - Humberto Pinto de Carvalho
- NO TEMPO DO ROSKOF (234) - Valmir Simões
- CORAÇÃO DE BIZUNGA (235) - Valmir Simões
- ALMANAQUE CAPIVAROL (236) - Valmir Simões
- ALMANAQUE DO PENSAMENTO (237) - Fernando Pinto de Carvalho
- A REVISTA "O CRUZEIRO" (238) - Fernando Pinto de Carvalho
- CACHORRO DOIDO (239) - Hugo Pinto de Carvalho
- REVISTA SELEÇÕES (240) - Valmir Simões
- O AMOLADOR DE TESOURAS (241_ - Valmir Simões
- FAROESTE EM QUADRINHOS (242) - Valmir Simões
- OS ENGRAXATES II (243) - Valmir Simões
- A SEMANA SANTA (244) - Valmir Simões
- A LOJA ELEGANTE (245) - Valmir Simões
- O SUMIÇO DO PINTO (246) - Humberto Pinto de Carvalho
- A MULINHA DO JOÃO MARTINS (247) - Valmir Simões
- O GRAMOFONE DO SEU ANTÔNIO (248) - Valmir Simões
- O PEDINTE (249) - Valmir Simões
- EXPERIÊNCIA SOFRIDA (250) - Humberto P. de Carvalho
- O CARRO-DE-BOI DO SINHOZÃO (251) - Valmir Simões
- A LITERATURA DE CORDEL NA FEIRA DE ITIÚBA (252) - Valmir Simões
- O LAMBE-LAMBE (253) - Valmir Simões
- O PAPAFIGO (254) - Valmir Simões
- IDOSO NÃO É VELHO (255) - Humberto P. de Carvalho
- UM DIA DE SUFOCO (256) - Valmir Simões
- ARMAMENTO CAMUFLADO (257) - Valmir Simões
- O INFERNO 17 (258) - Valmir Simões
- GRUTAS E CAVERNAS 1 (259) - Humberto Pinto de Carvalho
- GRUTAS E CAVERNAS 2 (260) - Humberto Pinto de Carvalho
- O ZÉ DO QUEBRA-QUEIXO (261) - Fernando Pinto de Carvalho
- A BALAUSTRADA DA PREFEITURA (262) - Fernando Pinto de Carvalho
- UM CAMANDAROBENSE EM SÃO PAULO (263) - José Jorje Junqueira
- O NAMORO DE ANTIGAMENTE (264) - Valmir Simões)
- A NOSSA LINDA JUVENTUDE (265) - Valmir Simões)
- PIROCA DO LINO (266) - Humberto P. de Carvalho
- O CASTIGO DO ENTERRADO (267) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CHULÉ DO SANFONEIRO (268) - Valmir Simões
- O LOLOTINHA E O CINEMA (269) - Hugo Pinto de Carvalho
- ASES DO FUTEBOL ITIUBENSE (270) - Hugo Pinto de Carvalho
- TIPOS DIFERENTES E ENGRAÇADOS II (271) - Hugo Pinto de Carvalho
- JOAQUIM BANDEIRA (272) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS FILARMÔNICAS (273) - Hugo Pinto de Carvalho
- NOTÍCIAS VELHAS (274) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS PADARIAS (275) - Hugo Pinto de Carvalho
- FESTINHAS AO SOM DE DISCOS DE VINIL (276) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS BORRACHEIROS (277) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS VENDEDORES DE OURO (278) - Fernando Pinto de Carvalho
- MEU PAI E SEUS CACHORROS (279) - Fernando Pinto de Carvalho
- O BUMBA MEU BOI (280) - Herbert Pinto de Carvalho
- A ANTENA DE TV 2 (281) - Hugo Pinto de Carvalho
- O ABECÊ (282) - Humberto P. de Carvalho
- A HISTÓRIA DE CADA UM (283) - Humberto P. de Carvalho
- A ESCOLA GOES CALMON IV (284) - Humberto P. de Carvalho
- O DINHEIRO (285) - Humberto P. de Carvalho
- FARINHA DE BRÓ (286) - Valmir Simões
- A PRAÇA NOVA (287) - Valmir Simões
- OS SAPATEIROS (288) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS FOGUETEIROS (289) - Hugo Pinto de Carvalho
- ATO DE VANDALISMO (290) - Valmir Simões
- O BOM ARTUR (291) - Valmir Simões
- O CONFESSIONÁRIO (292) - Humberto P. de Carvalho
- OS GARIS (293) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS FERREIROS (294) - Hugo Pinto de Carvalho
- A VEZ DOS CÁGADOS (295) - Valmir Simões
- A DUPLA DESAFINADA (296) - Valmir Simões
- AS PANELEIRAS DA TAPERA (297) - Valmir Simões
- ENTERRARAM A SERRA-VELHA (298) - Valmir Simões
- A DUPLA COSME E DAMIÃO (299) - Valmir Simões
- A VERDADEIRA TAMPA-DE-CAPUCO (300) - Valmir Simões
- OS CORONÉIS (301) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS VEREADORES (302) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS MÉDICOS (303) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS DELEGADOS (304) - Hugo Pinto de Carvalho
- GOLEIRO, SAPATEIRO E PANDEIRISTA (305) - Valmir Simões
- O BOLACHÃO DO "SEU" JOÃO DE CASTRO (306) - Valmir Simões
- O TRIO ELÉTRICO IMPROVISADO (307) - Hugo Pinto de Carvalho
- O MORTO ENTERRADO TRÊS VEZES (308) - Carlos Pires (Bentevi)
- OS VELHOS MOTORISTAS (309) - Hugo Pinto de Carvalho
- O JACARÉ DO TANQUE DA NAÇÃO (310) - Hugo Pinto de Carvalho
- O PÁSSARO QUE CANTAVA O HINO NACIONAL (311) - Hugo Pinto de Carvalho
- O HOMEM QUE AS COBRAS TEMIAM (312) - Hugo Pinto de Carvalho
- O RIACHO DO COITÉ (313) - Hugo Pinto de Carvalho
- PROGRAMA DA RÁDIO CULTURAL (314) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS APELIDOS DOS AMIGOS (315) - Hugo Pinto de Carvalho
- A MATANÇA DOS PORCOS (316) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS GANSOS DE "DONA" MAROCAS (317) - Hugo Pinto de Carvalho
- O PIÃO NA UNHA (318) - Humberto Pinto de Carvalho
- ARRAIAS (319) - Humberto Pinto de Carvalho
- FRUTAS DE PALMA (320) - Humberto Pinto de Carvalho
- AQUECIMENTO GLOBAL (321) - Humberto Pinto de Carvalho
- O BADOGUE (322) - Humberto Pinto de Carvalho
- A CACHAÇA (323) - Hugp Pinto de Carvalho
- OS PONGUISTAS (324) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS CARROÇAS (325) - Hugo Pinto de Carvalho
- O JARAGUÁ 2 (326) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS PINHAS DA VELHA PRETA (327) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS ANDORINHAS (328) - Hugo Pinto de Carvalho
- AÇUDE JENIPAPO (329) - Hugo Pinto de Carvalho
- A SERRA DO CRUZEIRO (330) - Hugo Pinto de Carvalho
- ABELHAS AFRICANAS (331) - Humberto Pinto de Carvalho
- O MANDACARU (332) - Humberto Pinto de Carvalho
- PACOTE SURPRESA (333) - Valmir Simões
- A FACA DE MOLA (334) - Valmir Simões
- A FARINHA DE MANDIOCA (335) - Hugo Pinto de Carvalho
- A RAPADURA (336) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS VELHOS MEDICAMENTOS (337) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS CESTAS DE PALHA (338) - Hugo Pinto de Carvalho
- COUROS E PELES (339) - Hugo Pinto de Carvalho
- ALFAIATES E COSTUREIRAS (340) - Hugo Pinto de Carvalho
- CARPINTEIROS E MARCENEIROS (341) - Hugo Pinto de Carvalho
- A BARATINHA DO VALADARES (342) - Valmir Simões
- O SOLDADO PACIENTE (343) - Valmir Simões
- OBEDIÊNCIA AOS MAIS VELHOS (344) - Valmir Simões
- OS RESERVADOS DOS BARES (345) - Valmir Simões
- BRINQUEDOS DE CRIANÇAS (346) - Hugo Pinto de Carvalho
- FILMES "SÓ PARA HOMENS" (347) - Fernando Pinto de Carvalho
- A ESCOLA GOES CALMON V (348) - Fernando Pinto de Carvalho
- ADEMAR, O COZINHEIRO (349) - Herbert Pinto de Carvalho
- SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS (350) - Humberto Pinto de Carvalho
- O TOCADOR DE REALEJO (351) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CHOCALHO DO URUBU (352) - Hugo Pinto de Carvalho
- O ZEZITO DO CINEMA II (353) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS ANIVERSÁRIOS (354) - Fernando Pinto de Carvalho
- OS CIGANOS (355) - Hugo Pinto de Carvalho
- RUÍNAS MAL-ASSOMBRADAS (356) - Hugo Pinto de Carvalho
- AS REZADEIRAS ( 357) - Valmir Simões
- O VENDEDOR DE GALINHAS CAIPIRAS (358) - Hugo Pinto de Carvalho
- CAIPORAS (359) - Hugo Pinto de Carvalho
- CARETA MALAGUETA (360) - Valmir Simões
- ITIUBENSE DA GEMA (361) - Valmir Simões
- O VOTO DE CHAPINHA (362) - Valmir Simões
- O HOMEM NA LUA (363) - Hugo Pinto de Carvalho
- O MASCATE (364) - Valmir Simões
- A FEIRA DAS GULOSEIMAS (365) - Valmir Simões
- UMBUZEIRO, A ÁRVORE SÍMBOLO DA BAHIA (366) - Humberto Pinto de Carvalho
- PAR OU ÍMPAR (367) - Hugo Pinto de Carvalho
- DENTES DE LEITE (368) - Valmir Simões
- MOSQUITINHO (369) - Valmir Simões
- LOMBO VOADOR (370) - Valmir Simões
- CULTIVO DE MAÇÃS (371) - Fernando Pinto de Carvalho
- O PEZINHO DE NOSSA SENHORA (372) - Valmir Simões
- O BARATEIRO (373) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CAÇADOR DE PREÁS (374) - Hugo Pinto de Carvalho
- A EXTINÇÃO DOS MARRECOS (375) - Hugo Pinto de Carvalho
- O BILHAR E A SINUCA (376) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CONQUISTADOR SORTUDO (377) - Hildebrando Pinto de Carvalho
- O CAFÉ AMARGO (378) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS CORONÉIS ITIUBENSES (379) - Humberto Pinto de Carvalho
- A FANTASIA DE CAÇADOR (380) - Hugo Pinto de Carvalho
- ÁGUA DE GATO (381) - Valmir Simões
- O AÇOUGUE MUNICIPAL (382) - Valmir Simões
- AS SANDÁLIAS SALGABUNDA (383) - Valmir Simões
- USOS E COSTUMES DAQUELES TEMPOS (384) Valmir Simões
- O DEDÉ SOLDADO E O CINEMA MEXICANO (385) - Hugo Pinto de Carvalho
- OS EXPLORADORES DE CAVERNAS (386) - Hugo Pinto de Carvalho
- O BAILE DA PIMENTA (387) - Hugo Pinto de Carvalho
- APRENDENDO A NADAR (388) - Hugo Pinto de Carvalho
- CARURU, BREDO E PEGA-PINTO (389) Valmir Simões
- OS QUEBRADORES DE PEDRAS (390) - Hugo Pinto de Carvalho
- A FOGUEIRA DE SÃO JOÃO (391) - Valmir Simões
- O INIMIGO DA ONÇA (392) - Hugo Pinto de Carvalho
- UM VIOLINO NO CARNAVAL (393) - Hugo Pinto de Carvalho
- O CIRCO DE TOURADAS (394) - Hugo Pinto de Carvalho
- O MECÂNICO CONSTRUTOR (395) - Hugo Pinto de Carvalho
- MURO DE ARRIMO (396) - Hugo Pinto de Carvalho
- ÍNDIA (397) - Hugo Pinto de Carvalho
- ANIVERSÁRIO LUCRATIVO (398) - Hugo Pinto de Carvalho
- A DISPARADA (399) - Hugo Pinto de Carvalho
- O BAMBOLÊ (400) - Hugo Pinto de Carvalho
- APRENDIZ DE ALFAIATE (401) - Valmir Simões
- CIRCO MULAMBO (402) - Valmir Simões
- O ZELOSO TÕEZIM (403) - Valmir Simões
- PAGADORES DE PROMESSAS (404) - Valmir Simões
- O COMBOIO DESGARRADO (405) - Hugo Pinto de Carvalho
- A VOLTA DO PANGARÉ (406) - Hugo Pinto de Carvalho
- A HIGIENE DOS COPOS (407) - Valmir Simões
- CAVALETE DE MULUNGU (408) - Valmir Simões
- O SUCESSO DA BINACA (409) - Valmir Simões
- OS AGUADEIROS (410) - Valmir Simões
- A CALÇADA DE PEDRAS (411) - Hugo Pinto de Carvalho
- VENDEDORES DE BUGIGANGAS (412) - Valmir Simões
- IRMÃOS DE LEITE (413) - Valmir Simões
- ESPANTALHO (414) - Hugo Pinto de Carvalho
- ÁGUA QUENTE (415) - Hugo Pinto de Carvalho
- PAU DE SEBO (416) - Hugo Pinto de Carvalho
- A CAÇATINGA MAL-ASSOMBRADA (417) - Valmir Simões
- A NOSSA CULINÁRIA (418) - Valmir Simões
- O MASCA FUMO (419) - Valmir Simões
- OS SERIADOS DO CINE-ITIUBA (420) - Valmir Simões
- UM PRESENTE DE DEUS (421) - Valmir Simões
- FENÔMENO (422) - Hugo Pinto de Carvalho
- O LACERDINHA (423) - Valmir Simões
- O COMÉRCIO DE PELES (424) - Valmir Simões)
- A GUERRA DE CARRAPICHOS (425) - Valmir Simões
- CARNAVAL COM POTÓ (426) - Valmir Simões
- CACHORRO-PELADO (427) - Valmir Simões
- A PADARIA DO LEITINHO (428) - Valmir Simões
- VENDEDORES DE ANGICO (429) - Valmir Simões
- PUXADOR DE FOLE (430) - Valmir Simões
- TANQUE DA NAÇÃO (431) - Valmir Simões
- O SABOROSO ARATICUM (432) - Valmir Simões
- A PECHINCHA (433) - Valmir Simões
- A ROUPA DO DOMINGO (434) - Valmir Simões
- O HABITO DE COMPRAR FIADO (435) - Valmir Simões
- RÁDIO DAS MOÇAS (436) - Valmir Simões)
- A APOSTA DE PALITINHOS (437) - Valmir Simões
- O CAMINHÃO DO QUINCA (438) - Valmir Simões
- VENDEDORES ANÔNIMOS (439) - Valmir Simões
- A CAMA PATENTE (440) - Valmir Simões
- DE VOLTA AO PASSADO (441) - Valmir Simões
- ESQUECEU DO PASSADO (442) - Valmir Simões
- CASSIANO ÚNICO (443) - Egnaldo Paixão
- ITIÚBA (444) - Egnaldo Paixão
- O TRATADOR DO HIPOPÓTAMO (445) - Egnaldo Paixão
- UM VIOLINO E O CARNAVAL (446) - Egnaldo Paixão
- CANÇÃO PARA AS MENINAS DAS 7 CASAS - Egnaldo Paixão
- MARIETA E MARIÁ - Egnaldo Paixão
- BIENVENIDO ITIUBENSE - Egnaldo Paixão
- A BICICLETA DO TEIA (Egnaldo Paixão)
- EMBAIXO NÃO (Egnaldo Paixão)
- O BOLO DA CACIMBA FUNDA (Egnaldo Paixão)
- HOMENAGEM AO MOTOR DA LUZ (Valmir Simões)
- OS BÊBADOS PENITENTES (Egnaldo Paixão)
- O CARPINTEIRO (Egnaldo Paixão)
- MARIA PUREZA (Egnaldo Paixão)
- AS BICICLETAS DO ESPIRRO (Egnaldo Paixão)
- O ZÉ DANTAS DO BAR (Egnaldo Paixão)
- O CINEMA E O JORNAL (Egnaldo Paixão)
- SEU DOUTOR EU SOU ASSIM (Piroca do Lino e Raimundo B. Pinto)
- JAMES DEAN (Egnaldo Paixão)
- VINGANÇA (Egnaldo Paixão)
- RATOS E SAPATOS (Egnaldo Paixão)
- UMA ÁRVORES A MENOS (Egnaldo Paixão)
- VAQUEIRO E TROVADOR (Egnaldo Paixão)
- O SAXOFONE DO HÉLIO (Egnaldo Paixão)
- A BRIGA DE GALOS (Valmir Simões)
- A CASCA DE BALA DA PEÇA-VOVÓ (Valmir Simões)
- PORTA-SALIVA (Valmir Simões)
- VENCENDO DESAFIOS (Valmir Simões)
- O APITO DA 501 (Valmir Simões)
- O ORATÓRIO DOMÉSTICO (Valmir Simões)
- O RÁDIO TRANSISTORIZADO (Valmir Simões)
- OS CIGANOS DOS CAMBECAS (Valmir Simões)
- RENDIÇÃO (Egnaldo Paixão)
- SONETO DE UM ESTUDANTE (Egnaldo Paixão)
- O MATA-MOSQUITO (Valmir Simões)
- NO TEMPO DO FIFÓ (Valmir Simões)
- REVIVENDO O PASSADO (Valmir Simões)
- OS VELHOS (Egnaldo Paixão)
- AS FOTOS DE MONÓCULOS (Valmir Simões)
A ROÇA DE PALMAS (Fernando Pinto de Carvalho)
- TEMPOS DE ALEGRIA (Valmir Simões)
- VIVA O NOSSO TEMPO (Valmir Simões)
- CIDADÃO ITIUBENSE (Valmir Simões)
- PUXANDO FOGO (Valmir Simões)
- HOMENAGEM À DONA FRANCINA (Fernando Pinto de Carvalho)
- REPELENTE DE CURRAL (Valmir Simões)
- A CIDADE DAS PEDRAS (Hugo Pinto de Carvalho)
- O PEDRO VELHO E SEU TRANSPORTE (Hugo Pinto de Carvalho)
- O GOSTOSO ALFENIN OU PUXA-PUXA (Valmir Simões
- O FIM DO PANARÍCIO (Valmir Simões)
- ISQUEIROS MOVIDOS À GASOLINA (Valmir Simões)
- LAMPARINAS DE CARBURETO (Valmir Simões)
- QUEM FOI O MELHOR? (Hugo Pinto de Carvalho)
- AS PEDRAS DE AMOLAR (Valmir Simões)
- O VINHO DE MAÇÃ (Valmir Simões)
- O GUARANÁ GATINHO (Valmir Simões)
- VISGO DE JACA (Valmir Simões)
- CAMANDAROBA (Valmir Simões)
- O ALFORJE E O SURRÃO (Valmir Simões)
- O RÁDIO DO ZEZINHO CEGO (Hugo Pinto de Carvalho)
- LUIZ GONZAGA, CIDADÃO ITIUBENSE II (Felix Mendes Dias)
- DE SALGADA À ITIÚBA (Valmir Simões)
- JOSÉ PINTO DE FREITAS - ZECA DA MATINHA (Humberto Pinto de Carvalho)
- JIAS, CURURU E CAÇOTE (Humberto Pinto de Carvalho)
- OS TEMPOS MUDAM E O CARNAVAL TAMBÉM (Egnaldo Paixão)
- AS CERCAS DE PEDRAS (Valmir Simões)
- O TREM "MARTA ROCHA" (Valmir Simões)
- O REFRESCO DE LIMÃO (Valmir Simões)
- OS MANUÊS DA VOVÓ IDALINA (Valmir Simões)
- PRESÉPIOS DE NATAL (Valmir Simões)
- LÁ E CÁ (Egnaldo Paixão)
- NÓS SOMOS ITIÚBA (Egnaldo Paixão)
- BATEDEIRA, SINUCA E CARURUS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- OS ROMEIROS E OUTROS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- A BOMBA NA LATA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- O BECO DA FACA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- OUTROS TEMPOS (Humberto Pinto de Carvalho)
- A PESTANA DO PÃO (Valmir Simões)
- A VITROLA DE D. ZIRU (Valmir Simões)
- AS ARGOLINHAS DE TAMBAQUE (Valmir Simões)
- O SACRISTÃO (Valmir Simões)
- SAUDADES DO TOUCINHO (Valmir Simões)
- O ALTO DO VINTÉM (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- O CALUMBI (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- OS CASARÕES DE ITIÚBA (Valmir Simões)
- ITIUBENSES COM COGNOMES EXÓTICOS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- CORETO ANTIGO (Egnaldo Paixão)
- CAMINHOS DE ITIÚBA (Egnaldo Paixão)
- CINE-ITIÚBA (Egnaldo Paixão)
- RÁDIO CULTURAL (Egnaldo Paixão)
- A FEIRA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- O BECO DO CHAMEGO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- O GALO ASSANHADO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- O PARTO E O BERÇO (Egnaldo Paixão)
- A MALHAÇÃO DO JUDAS (Valmir Simões)
- A GALINHA DE MOLHO-PARDO (Valmir Simões)
- A MELADINHA (Valmir Simões)
- AS CHUVAS DE SÃO JOSÉ (Valmir Simões)
- AS CORDAS DE CAROÁ (Valmir Simões)
- A CIDADE DAS BICAS (Valmir Simões)
- PESCADORES DE PIABAS (Valmir Simões)
- SAIDEIRA (Valmir Simões)
- USO DO CHAPÉU (Humberto P. de Carvalho)
- APELIDOS DE ITIUBENSES (Diversos)
- NO TEMPO DO CALIFON (Valmir Simões)
- O NOSSO VELHO FOGÃO A LENHA (Valmir Simões)
- TRAMELAS E TRANCAS (Valmir Simões)
- PINTURAS RUPESTRES DE ITIÚBA (Humberto Pinto de Carvalho)
- O JUMENTO E A MOTO (Valmir Simões)
- OXENTE GENTE (Humberto Pinto de Carvalho)
- A ARTE DE FAZER O MELHOR (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- ITIÚBA - POEMA DE 1985 (Egnaldo Paixão)
- OS GRANDES ENCONTROS DE LAZER (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
- ARROZ DOCE E MINGAU DE MILHO (Valmir Simões)
- CHUPANDO O DEDO (Valmir Simões)
- MINGAU DE CACHORRO (Valmir Simões)
- PREÁ OU RATO CABUDO? (Valmir Simões)
- SOMBRINHAS E CHAMBERLINS (Valmir Simões)
- O CHÁ (Humberto Pinto de Carvalho)
- A FAMÍLIA (Humberto Pinto de Carvalho)
- ARRUMANDO A TROUXA (Valmir Simões)
- CHUTANDO A BEXIGA DO BOI (Valmir Simões)
- O CAIPORA (Valmir Simões)
- O PENTE E O ESPELHO (Valmir Simões)
- POPOZINHA, A NAMORADA DO SULU (Valmir Simões)
- SAUDADES DO CINEMA (Valmir Simões)
- O SISAL (Humberto Pinto de Carvalho)
- O CANTOR WANDO EM ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)
- O OSSO CORREDOR "SIM SINHÔ" (Humberto Pinto de Carvalho)
- O LAVA-PÉS NA SEMANA SANTA (Humberto Pinto de Carvalho)
- ENTRE A DAMA E O GAMÃO (Valmir Simões)
- MEU PRIMEIRO SOLA FINA (Valmir Simões)
- O VASO DA NOITE (Valmir Simões)
- OS TRILHOS DA MEIA-NOITE (Valmir Simões)
- RAIOS, RELÂMPAGOS E CORISCOS (Humberto Pinto de Carvalho
- ABALOS NUNCA DANTES ANUNCIADOS (Humberto Pinto de Carvalho)
- O JOGADOR ONÇA EM ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)
- O JOGADOR CLEBSON E O SANTO AMARO (Fernando Pinto de Carvalho)
- ITIÚBA E OS BALÕES (Hugo Pinto de Carvalho)
- O PENTE CATA-PIOLHO (Valmir Simões)
- A CAIXINHA DE SEGREDO (Valmir Simões
- COISAS DE BÊBADO (Valmir Simões)
- CRENDEUSPADRE (Valmir Simões)
- DENTIFRÍCIO NATURAL (Valmir Simões)
- LEGIÃO DE MANETAS (ValmirSimões)
- O PADRE SANDRO (Fernando Pinto de Carvalho)
- DEGUSTADOR DE FARINHA (Valmir Simões)
- NAQUELE TEMPO (Valmir Simões)
- OS CAVALOS DO CAZÉ (Valmir Simões)
- WALDICK SORIANO EM ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)
- O BANHO DE SOPAPO (Valmir Simões)
- NASCIDOS NATURALMENTE (Valmir Simões)
- VIAGEM A ITIÚBA EM 2008 E LEMBRANÇAS (Fernando Pinto de Carvalho)
- OS ARTISTAS DE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
LEMBRANÇA ESCOLAR (Valmir Simões)
ADEUS ESTAÇÃO DA LESTE (Valmir Simões)
O NOSSO 8 DE DEZEMBRO (Valmir Simões)
QUARADOR DE ROUPAS (Valmir Simões)
NÃO VOLTAREMOS... (Egnaldo Paixão)
O BANHO DO DEFUNTO (Valmir Simões)
O MOTORZINHO QUEBRA-GALHO (Valmir Simões)
NA ÉPOCA DO CINEMA (Valmir Simões)
O CHUÍTE E A NAVALHA (Valmir Simões)
OS COCHOS DO TANQUE DA NAÇÃO (Valmir Simões)
A PLACA DE AGRADECIMENTO (Valmir Simões)
MORRE LENTAMENTE ITIÚBA DOS MEUS ANTIGOS SONHOS (Egnaldo Paixão)
TAMANCOS E GALOCHAS (Valmir Simões)
MORINGAS DE BARRO (Valmir Simões)
ITIÚBA (Everton Cerqueira)
REFRESCO DE PAPEL (Hildebrando Pinto de Carvalho - Banduca)
A LAPINHA DO NATAL DE ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)
CANÇÃO A ITIÚBA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
ITIÚBA EM TROVAS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
MEU PAI E A KOSMOS CAPITALIZAÇÃO (Fernando Pinto de Carvalho)
ITIÚBA E AS COPAS DO MUNDO (Fernando Pinto de Carvalho)
ITIÚBA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
SIMPÁTICAS VOVÓS (Humberto Pinto de Carvalho)
A PERSONALIDADE DA CIDADE (Fernando Pinto de Carvalho)
A FORMAÇÃO DA CULTURA ITIUBENSE (Fernando Pinto de Carvalho)
A FAZENDA CAPOEIRA (Valmir Simões)
O LENÇO BRANCO DO ADEUS (Valmir Simões)
O COITÉ E O JENIPAPO (Valmir Simões)
FACHADAS E PLATIBANDAS (Valmir Simões)
AMIGOS (Hugo Pinto de Carvalho)
O CINE-ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
A MALDIÇÃO DO MANDU (Hugo Pinto de Carvalho)
PERSONAGENS POPULARES (Hugo Pinto de Carvalho)
OS FAROFEIROS (Hugo Pinto de Carvalho)
OS HOMENS DA CAPA PRETA (Hugo Pinto de Carvalho)
A CIDADE ESBELTA (Hugo Pinto de Carvalho)

GUERRA DOS MENINOS (Hugo Pinto de Carvalho)
AS FILARMÔNICAS (Hugo Pinto de Carvalho)
O DIA EM QUE LAMPIÃO TREMEU (ValmirSimões)
BARQUINHOS DE PAPEL (Valmir Simões)
SOB A LUZ DO FIFÓ (Valmir Simões)
A ARATACA DO PEDRO CAJÁ (Valmir Simões)
BRANCOS, MORENOS E NEGROS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O MACACO CHICÃO (Valmir Simões)
A COLA DO NOSSO TEMPO (Valmir Simões)
AS VERDUREIRAS DA SERRA (Valmir Simões)
CHARUTO MATA-RATO (ValmirSimões)
MIMOSO Nº 3 (Valmir Simões)
PASSEIO FRUSTRADO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O METRÔ DA GURIZADA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
CARONA NOS TRENS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O BANHO DE CHUVA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
SETE CASAS, A VILA DO AMOR (Valmir Simões)
NOSSAS BRINCADEIRAS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O COMÉRCIO DE LATAS (Hugo Pinto de Carvalho)
O HOMEM MAIS ALTO DA CIDADE (Hugo Pinto de Carvalho)
A GRANDE ORQUESTRA (Hugo Pinto de Carvalho)
OS ITIUBENSES QUE VIERAM DE LONGE (Hugo Pinto de Carvalho)
O HOMEM MAIS RISONHO DA CIDADE (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
HÁBITOS E COSTUMES (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A CASA MARINA (Valmir Simões)
CESTAS COLUMBUS (Valmir Simões)
A POUPANÇA DO NOSSO TEMPO (Valmir Simões)
AS VASSOURAS DE GARRANCHOS (Valmir Simões)
O ALVO PREFERIDO (Valmir Simões)
O BUZO E O SERROTE (Valmir Simões)
GALINHA DE MULHER PARIDA (Valmir Simões)
NO TEMPO DO MATA-BORRÃO (Valmir Simões)
O FERRO DE BRASA (Valmir Simões)
O CANTO DOS PÁSSAROS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A FEIRA DO ROLO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O SAMBA EM ITIÚBA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
0 SINO DA IGREJA (Hugo Pinto de Carvalho)
O CINE TEATRO IDEAL (Hugo Pinto de Carvalho)
A PEDRA DE MEIO QUILO (Valmir Simões)
CANA DE BRAÇO (Valmir Simões)
OS VENDEDORES DE FUMO DE CORDA (Valmir Simões)
UMA VISEIRA COMO PRÊMIO (Valmir Simões)
A PRIMA POBRE DO ACORDEON (ValmirSimões)
ITIÚBA 50 ANOS DEPOIS (Valmir Simões)
NINGUÉM ESQUECE (Humberto Pinto de Carvalho)
ENGASGA GATO (Humberto Pinto de Carvalho)
É SÓ ALGUÉM (Humberto Pinto de Carvalho)
BARRIGA D'ÁGUA (Humberto Pinto de Carvalho)
ITIÚBA E OS MUTTI DE CARVALHO (Wilton Pinto de Carvalho)
A PATERNIDADE DO JARAGUÁ (Valmir Simões)
BERTINHO 80 ANOS (Fernando Pinto de Carvalho)
'"CAUSOS" DO JOEL GRANDE (José Carlos Araújo - Zé do Quitu)
A MORTE DO TREM (Valmir Simões)
A MOITA DE GUINÉ (Valmir Simões)
O PAU DE SEBO (Valmir Simões)
"LAMBEDOR", O XAROPE DO MATUTO (Valmir Simões)
O BARCO DA FELICIDADE (Valmir Simões)
"SEU" ZÉ SIMÕES (Valmir Simões)
UMA SAUDADE EM CADA ESQUINA (Valmir Simões
GALOS E CANÁRIOS DE BRIGAS (Valmir Simões)
O CALÇA CURTA E O SOLDADO RASO (Valmir Simões)
PADRE SEVERO - O MITO (Humberto Pinto de Carvalho
TROVÕES - ECOS DAS SERRAS DE ITIÚBA (Humberto Pinto de Carvalho)
VERDADES DE UMA ÉPOCA (Humberto Pinto de Carvalho
OS PETISCOS DA ESCOLA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A FORÇA DO PODER (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
FIGURAS HUMANAS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
MARCAS DO QUE FICOU (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
OS CATÓLICOS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
OS LIVROS DIDÁTICOS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
APELOS (Humberto Pinto de Carvalho)
ITIÚBA DO NOSSO TEMPO (Everton Cerqueira)
AS BARBEARIAS (Antônio Ricardo da Silv Benevides)
O RAPAZ DA CAPA PRETA (Valmir Simões)
ITIÚBA (Egnaldo Paixão)
PARABÉNS VALMIR!!! (Fernando Pinto de Carvalho)
O HOMEM NU (Hugo Pinto de Carvalho)
INESQUECÍVEL ITIÚBA (Valmir Simões)
AS ÁGUAS DO COITÉ (Valmir Simões)
A ENCICLOPÉDIA DO CORREIO (Hugo Pinto de Carvalho)
O BAIRRO QUE DESAPARECEU (Hugo Pinto de Carvalho)
VAQUEIRO MOTORIZADO (Hugo Pinto de Carvalho)
COMENTÁRIOS (Max Brandão Cirne)
QUANTO VALE UM PANGARÉ (Valmir Simões)
O PIJAMA DE FLANELA (Valmir Simões)
AS BOTICAS DE ITIÚBA (Valmir Simões)
EXCESSO DE ZELO (Valmir Simões)
LONGE DOS OLHOS... (Egnaldo Paixão))
MATANDO O TEMPO E A MOSC A (Valmir Simões)
O OUTRO LADO DO MUNDO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A CARTILHA DO POVO (Valmir Simões)
ENCARNANDO JAMES DEAN (Valmir Simões)
PESCADOR DE CAÇOTE (Valmir Simões)
SAUDADES DA MINHA MERCK SWISS (Valmir Simões)
O BERRANTE (Hugo Pinto de Carvalho)
O LOBISOMEM (Hugo Pinto de Carvalho)
BRINCADEIRAS INOCENTES (Hugo Pinto de Carvalho)
EMBALANDO OVOS (Hugo Pinto de Carvalho)
A SEMANA SANTA DE OUTRORA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
QUEBRA - CARROS (Hugo Pinto de Carvalho)
ÁGUAS SALGADAS (Hugo Pinto de Carvalho)
A CIDADE E A MÚSICA (Hugo Pinto de Carvalho)
ELE ERA O CARA (Hugo Pinto de Carvalho)
GOLEIRO ESPALHAFATOSO (Hugo Pinto de Carvalho)
SAÍDA DE EMERGÊNCIA (Hugo Pinto de Carvalho)
FIM DAS TRADIÇÕES (Hugo Pinto de Carvalho)
HOMENS SEM MULHERES (Hugo Pinto de Carvalho)
O FIM DAS MÁQUINAS DE ESCREVER (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O TAMANCO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
MARCA REGISTRADA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
OS LIMITES DO MUNICÍPIO (Hugo Pinto de Carvalho)
O GRÊMIO (Hugo Pinto de Carvalho)
MODA (Hugo Pinto de Carvalho)
PESOS E MEDIDAS (Hugo Pinto de Carvalho)
A ESTRADA DE FERRO (Hugo Pinto de Carvalho)
HOMENAGEADOS (Hugo Pinto de Carvalho)
CAIXEIROS VIAJANTES (Hugo Pinto de Carvalho)
O PADRE JOSÉ (Hugo Pinto de Carvalho)
O CHEIRO DA BODEGA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A SECA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O FIM DO MUNDO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
OS MEIOS DE TRANSPORTE (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
VENTRÍLOQUO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
EXEMPLO DE VIDA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O SISAL (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
OS COVEIROS (Hugo Pinto de Carvalho)
O FANTASMA DA ÓPERA (Hugo Pinto de Carvalho)
PRECURSORES DOS HOTÉIS (Hugo Pinto de Carvalho)
NOMES E COGNOMES (Hugo Pinto de Carvalho)
RELÓGIOS DE PAREDE (Hugo Pinto de Carvalho)
INFERNO 17 (Hugo Pinto de Carvalho)
SANFONA DO FOLE CHEIROSO (Hugo Pinto de Carvalho)
PERNAS DE PAU (Hugo Pinto de Carvalho)
ANOMALIAS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
NOVIDADES DA CIDADE GRANDE (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A LAJE PRETA (Valmir Simões)
A CALÇA MEIA CORONHA (Valmir Simões)
ESPREME GATO (Valmir Simões)
MELANCIA DA PRAIA (Valmir Simões)
BANHO DE CUIA (Valmir Simões)
A PETECA CAIU (Hugo Pinto de Carvalho)
ZELADOR ENGRAVATADO (Hugo Pinto de Carvalho)
O CHAPÉU E O VENTO (Hugo Pinto de Carvalho)
ALPARGATAS RODA (Hugo Pinto de Carvalho)
O EMPRESÁRIO ADOLESCENTE (Hugo Pinto de Carvalho)
FESTAS JUNINAS (Hugo Pinto de Carvalho)
CAVALO DESEMBESTADO (Hugo Pinto de Carvalho)
A MALA DA COBRA (Hugo Pinto de Carvalho)
MEU PRIMEIRO PINHO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
ABAFABANCA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
CAUSA PRIMÁRIA (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
CRIADOR DE MALUCOS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
SURDOS-MUDOS (Hugo Pinto de Carvalho)
O GAGO E A MÚSICA (Hugo Pinto de Carvalho)
CORDEL ENCANTADO (Hugo Pinto de Carvalho)
ÊXODO (Hugo Pinto de Carvalho)
FOLHETO MILITAR (Hugo Pinto de Carvalho)
A PRIMEIRA MÁQUINA DE ESCREVER (Hugo Pinto de Carvalho)
TONHO DO CORREIO (Hugo Pinto de Carvalho)
MESTRE-CUCA (Hugo Pinto de Carvalho)
O NÓ DO GOGÓ (Valmir Simões)
A TOCA DO CRUZEIRO (Valmir Simões)
A MORTE DO PERU EMBRIAGADO (Valmir Simões)
A PRIMEIRA POUPANÇA (Valmir Simões)
OS ENCANTOS DA LUA CHEIA (Valmir Simões)
QUITUTES E QUITANDAS (Valmir Simões)
UM TESOURO NA BOCA (Valmir Simões)
EXAME DE ADMISSÃO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O VEÍCULO QUE NÃO FUNCIONOU (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O PROGRESSO (Hugo Pinto de Carvalho)
CAPITAL FEDERAL (Hugo Pinto de Carvalho)
CAPITÃO SEM PATENTE (Hugo Pinto de Carvalho)
O TREM PAGADOR (Hugo Pinto de Carvalho)
PADARIA SANTO ANTÔNIO (Hugo Pinto de Carvalho)
O DONO DA CIDADE (Hugo Pinto de Carvalho)
FUMO DE ROLO (Hugo Pinto de Carvalho)
OS PREEITOS DO MUNICÍPIO (Hugo Pinto de Carvalho)
CURIOSIDADES (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
A VIAGEM (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O MATUTO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
MERCADORES E BUGIGANGAS (Valmir Simões)
OS CACHORROS DA MATANÇA (Valmir Simões)
OS PALADINOS DA RAINHA (Valmir Simões)
PÃO E PÓLVORA (Valmir Simões)
UM CABO E DOIS MEGANHAS (Valmir Simões)
VELHOS TEMPOS, BELOS DIAS (Valmir Simões)
NOSSAS BRINCADEIRAS (Valmir Simões)
AS ROUPAS DOS CORONÉIS (Valmir Simões)
TELEFONE DE LATA (Valmir Simões)
O EDIL INVENCÍVEL (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
OS DINOSSAUROS (Hugo Pinto de Carvalho)
A SERRA DO ENCANTADO (Hugo Pinto de Carvalho)
MAPA CURIOSO (Hugo Pinto de Carvalho)
PINTINHO E SEUS PUPILOS (Hugo Pinto de Carvalho)
O MAZZAROPI ITIUBENSE (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
PÉ FRIO (Antônio Ricardo d Silva Benevides)
AS CHAVES DE BROCA (Valmir Simões)
BOLA DE MOLAMBO (Valmir Simões)
O CADERNO DE RECORDAÇÕES ( Valmir Simões)
O VELHO TACHO DE COBRE (Valmir Simões)
SERRA VELHA FINANCIADA (Valmir Simões)
ÓRGÃO MUSICAL (Hugo Pinto de Carvalho)
RUAS EXÓTICAS COM NOMES EXÓTICOS (Hugo Pinto de carvalho)
O ALFAIATE E O PERU (Hugo Pinto de Carvalho)
O DIA EM QUE A TERRA PAROU (Hugo Pinto de Carvalho)
BANHO DE SANGUE (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
ITIÚBA, A TERRA DO BOM CAFÉ (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
CAIXA DE PANCADA (Valmir Simões)
ESTÁ NO CORAÇÃO DA GENTE (Valmir Simões)
NAQUELE TEMPO ERA ASSIM (Valmir Simões)
O MERGULHO PROIBIDO (Valmir Simões)
O PASSADO NÃO É TEMPO MORTO (Valmir Simões)
AS MÃOS DO SULU (Valmir Simões)
O PIÃO E A CARRAPETA (Hugo Pinto de Carvalho)
O SHOW DA MEIA-NOITE (Hugo Pinto de Carvalho)
O APITO DO TREM (Hugo Pinto de Carvalho)
O CATA-VENTO (Hugo Pinto de Carvalho)
TESOUROS ENTERRADOS (Hugo Pinto de Carvalho)
OS CARONAS DO TREM (Hugo Pinto de Carvalho)
BOI BRAVO (Hugo Pinto de Carvalho)
GARRAFADA MILAGROSA (Hugo Pinto de Carvalho)
RAIOS, RELÂMPAGOS E TROVÕES (Hugo Pinto de Carvalho)
CHUVAS DE VERÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
CARRO DE BOI (Hugo Pinto de Carvalho)
PRATO TÍPICO (Hugo Pinto de Carvalho)
CORTINA DE CHITÃO (Valmir Simões)
DE OLHO NA TITELA (Valmir Simões)
DINHEIRO CARIMBADO (Valmir Simões)
BULLYING (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
NA FRENTE DO TEMPO (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
SANFONA PÉ-DE-BODE (Hugo Pinto de Carvalho)
O OURICURIZEIRO DO SERTÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
FOLHINHA "CORAÇÃO DE JESUS"(Valmir Simões)
ILUMINADOS PELA LUZ DA LUA (Valmir Simões)
RABO DE GALO, A MISTURA (Valmir Simões)
CACHAÇA X TIMIDEZ (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
O QUE LEVA UM VELHO... (Max Brandão Cirne)
ITIUBENSE OU ITIUBANO? (Max Brandão Cirne)
QUANDO CHOVE EM ITIÚBA (Dourival Brandão Filho)
QUANDO É SECA EM ITIÚBA (Dourival Brandão Filho)
O MANDACARU (Dourival Brandão Filho)
O RASGA-MORTALHA (Valmir Simões)
OS MAGAREFES DE ITIÚBA (Valmir Simões)
O BOCA-RICA (Hugo Pinto de Carvalho)
ESCALDANDO A "FUSSURA" (Valmir Simões)
ELEIÇÕES E VOTO DE CABRESTO (Valmir Simões)
ÁGUA ENVENENADA (Dourival Brandão Filho)
O ESPUMANTE POPULAR (Valmir Simões)
O PÃO DE ITIÚBA (Ewerton Cerqueira)
HISTÓRICO DA CIDADE DE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
LEMBRANÇAS DA FEIRA DE ITIÚBA (Valmir Simões)
NO TEMPO DA MOCHILA (Valmir Simões)
NÃO ESQUECIDO (Herbert Pinto de Carvalho)
FALAS ESQUECIDAS (Herbert Pinto de Carvalho)
BOJO (Egnaldo Paixão)
ITIÚBA E LAMPIÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
O VALE E A SERRA (Egnaldo Paixão)
VOCÊ CONHECE ITIÚBA? (Egnaldo Paixão)
LETREIROS (Hugo Pinto de Carvalho)
AMIGOS PARA SEMPRE (Hugo Pinto de Carvalho)
RINCÃO BAIANO (Hugo Pinto de Carvalho)
O CRIADOR DE PORCOS BRANCOS (Hugo Pinto de Carvalho)
PAPAGAIO FALADOR (Hugo Pinto de Carvalho)
ENSOPADO DE BURREGO (Valmir Simões)
NASCIDOS EM CASA (Max Brandão Cirne)
O FIM DO MUNDO (Hugo Pinto de Carvalho)
XERIDAN (Hugo Pinto de Carvalho)
CAMPOS DE FUTEBOL (Hugo Pinto de Carvalho)
A PRAÇA É NOSSA (Hugo Pinto de Carvalho)
"CHUNCHA", O MALUCO BELEZA DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
QUEIXINHO - O BOM MALANDRO (Max Brandão Cirne)
VISITE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
MÁQUINA PESADA (Hugo Pinto de Carvalho)
PAI NOSSO (Hugo Pinto de Carvalho)
COMETA DE HALLEY (Hugo Pinto de Carvalho)
CINE TEATRO IDEAL E CINE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
MICROFONE DE CRISTAL (Hugo Pinto de Carvalho)
ZÉ ALEIJADO (Hugo Pinto de Carvalho)
O CÃO E O GATO (Hugo Pinto de Carvalho)
CIRCO DO PEDRO CORUJA (Hugo Pinto de Carvalho)
NAUFRÁGIO (Nair Cerqueira)
A ITIÚBA QUE CONHECEMOS (Valmir Simões)
O PRAZER DA QUIETUDE (Valmir Simões)
O SONO DO DENDÊ (Valmir Simões)
A PEDRA MONTADA (Hugo Pinto)
O CANGACEIRO (Hugo Pinto de Carvalho)
BOLA DE BEXIGA (Hugo Pinto de Carvalho)
ALTO DO VINTÉM (Hugo Pinto de Carvalho)
VIADUTO ESTREITO (Hugo Pinto de Carvalho)
SEXTA-FEIRA SANTA (Hugo Pinto de Carvalho)
OS CASARÕES (Hugo Pinto de Carvalho)
PREFEITURA MUNICIPAL (Hugo Pinto de Carvalho)
RÁDIO CULTURAL DE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
VALMIR SIMÕES DE CARVALHO (Hugo Pinto de Carvalho)
VALMIR SIMÕES DE CARVALHO II (Diversos)
VALMIR SIMÕES DE CARVALHO III (Egnaldo Paixão)
VALMIR SIMÕES DE CARVALHO IV (Valmir Simões de Carvalho Júnior)
CARTÕES POSTAIS (Hugo Pinto de Carvalho)
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA (Hugo Pinto de Carvalho)
MERCADO MUNICIPAL JOVINIANO CARVALHO (Hugo Pinto de Carvalho)
ESCOLA GÓES CALMON (Hugo Pinto de Carvalho)
A VILA QUE O TEMPO NÃO APAGOU (Egnaldo Paixão)
MESTRE BUGUÉ (Max Brandão Cirne)
NO TEMPO DO TREM DA LESTE (Egnaldo Paixão)
O TESTE DO NÚMERO QUATRO (Hugo Pinto de Carvalho)
RIVALIDADE NO FUTEBOL (Hugo Pinto de Carvalho)
HÉLIO SIMÕES DE FREITAS (Hugo Pinto de Carvalho)
RUA DAS SETE CASAS (Hugo Pinto de Carvalho)
IMAGINEM... (Egnaldo Paixão)
CRIAÇÃO À ANTIGA (Max Brandão Cirne)
OS JEGUES DO SANTANA (Hugo Pinto de Carvalho)
O HOMEM DO SPUTINIK (Hugo Pinto de Carvalho)
O PENICO DO CARNAVAL (Hugo Pinto de Carvalho)
UMA CIDADE CERCADA DE SERRAS (Hugo Pinto de Carvalho)
PROFESSOR GOLFINHO (Hugo Pinto de Carvalho)
METEORITO DO BENDEGÓ (Hugo Pinto de Carvalho)
REIS DO ESTILINGUE (Hugo Pinto de Carvalho)
O MINGAU DO QUEIXINHO (Hugo Pinto de Carvalho)
O TATU-BOLA NA COPA DO MUNDO (Hugo Pinto de Carvalho)
O NINHO DO QUERREQUECHÉ (Hugo Pinto de Carvalho)
RIQUEZA MUTILADORA (Hugo Pinto de Carvalho)
O PEDREIRO E AS BICICLETAS (Hugo Pinto de Carvalho)
SECOS E MOLHADOS (Hugo Pinto de Carvalho)
AGUADEIROS TRADICIONAIS (Hugo Pinto de Carvalho)
COBRA DE DUAS-CABEÇAS (Hugo Pinto de Carvalho)
JOGOS DE TABULEIRO (Hugo Pinto de Carvalho)
PANELA VELHA (Hugo Pinto de Carvalho)
CAVALO DE SELA (Hugo Pinto de Carvalho)
CABEÇAS DE PROMESSA (Hugo Pinto de Carvalho)
O BALEIRO DO CINEMA (Hugo Pinto de Carvalho)
FARMÁCIA COMBATE (Hugo Pinto de Carvalho)
DARTAGNAN E OS TRÊS MOSQUETEIROS (Hugo Pinto de Carvalho)
ELVIS PRESLEY ITIUBENSE (Hugo Pinto de Carvalho)
BAZAR POPULAR (Hugo Pinto de Carvalho)
ALMANAQUE DO BIOTÔNICO FONTOURA (Hugo Pinto de Carvalho)
ZÉ DA MAÇU (Hugo Pinto de Carvalho)
BEIJÁ (Hugo Pinto de Carvalho)
BARRIGA D`ÁGUA (Hugo Pinto de Carvalho)
LIXÃO DE MONTURO (Hugo Pinto de Carvalho)
SOLDADO JOSÉ DE SOUSA (Hugo Pinto de Carvalho)
GUARDA-CHAVES DA ESTRADA DE FERRO (Hugo Pinto de Carvalho)
A ESCADINHA (Hugo Pinto de Carvalho)
ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
REMÉDIOS POPULARES (Hugo Pinto de Carvalho)
FAZENDA DO ESTADO (Hugo Pinto de Carvalho)
OS PIONEIROS DA CIDADE (Hugo Pinto de Carvalho)
REPARTIÇÕES PÚBLICAS (Hugo Pinto de Carvalho)
AÇUDE PÚBLICO JACURICY (Hugo Pinto de Carvalho)
O PÁSSARO CHAMADO SOFRÊ (Hugo Pinto de Carvalho)
O PRIMEIRO CAMINHÃO DA CIDADE (Hugo Pinto de Carvalho)
A TRAÍRA (Hugo Pinto de Carvalho)
CARVALHO (Hugo Pinto de Carvalho)
O QUEBRADOR DE SODA CÁUSTICA (Hugo Pinto de Carvalho)
A CHARRETE DO CHEFE (Hugo Pinto de Carvalho)
TERRAS SALGADAS (Hugo Pinto de Carvalho)
BOI-BUMBÁ E O JARAGUÁ (Hugo Pinto de Carvalho)
DITOS POPULARES (Hugo Pinto de Carvalho)
BRINCADEIRAS, BRIGAS E PROVOCAÇÕES DE MENINOS (Fernando Pinto de Carvalho)
CÁGADOS E JABUTIS (Hugo Pinto de Carvalho)
TAMBORIM DE COURO DE TEIÚ (Hugo Pinto de Carvalho)
DE CUIA NA MÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
ERA UMA VEZ EM ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
OS CASSACOS (Hugo Pinto de Carvalho)
CARNE DE JOBÓIA (Hugo Pinto de Carvalho)
OS PIONEIROS NO COMÉRCIO DE PANIFICAÇÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
FEIRA LIVRE (Egnaldo Paixão)
LADRÃO DE GALINHA (Hugo Pinto de Carvalho)
MATA-MOSQUITOS (Hugo Pinto de Carvalho)
PESCA PREDATÓRIA (Hugo Pinto de Carvalho)
CHURRASQUINHO DE GATO (Hugo Pinto de Carvalho)
CRÔNICA 1000 (Fernando Pinto de Carvalho)
PAPAI NOEL 50 ANOS DEPOIS (Antônio Ricardo da Silva Benevides)
CAMINHONEIRO VELOZ (Hugo Pinto de Carvalho)
A BESTA E O PÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
O ANDARILHO ESPANHOL (Hugo Pinto de Carvalho)
LAMPARINAS E CANDEEIROS (Hugo Pinto de Carvalho)
FAZENDO GELO COM FOGO (Hugo Pinto de Carvalho)
FEITO A FACÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
CRUZEIROS HISTÓRICOS (Hugo Pinto de Carvalho)
O COMÉRCIO DA CIDADE (Hugo Pinto de Carvalho)
OS PROFISSIONAIS (Hugo Pinto de Carvalho)
FOGUEIRAS DE SÃO JOÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
ZÉ DO QUEBRA-QUEIXO (Hugo Pinto de Carvalho)
ITIÚBA E A "SERRA A VELHA" OU "CERRA A VELHA" (Max Brandão Cirne)
O TANQUE DA NAÇÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
QUEBRA POTE (Hugo Pinto de Carvalho)
QUEDA DE BRAÇO (Hugo Pinto de Carvalho)
MILAGRE OU COINCIDÊNCIA? (Hugo Pinto de Carvalho)
UTENSÍLIOS DE BARRO E MADEIRA (Hugo Pinto de Carvalho)
OS SAPATOS DO "SEU" BARANDÃO (Max Brandão Cirne)
A VOZ DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
O PEDREIRO E O PASSARINHO (Hugo Pinto de Carvalho)
FOGÃO JACARÉ (Hugo Pinto de Carvalho)
OS POVOADOS MAIS ANTIGOS (Hugo Pinto de Carvalho)
DOENÇAS EPIDÊMICAS (Hugo Pinto de Carvalho)
A RISADA DO PEROCI (Hugo Pinto de Carvalho)
TREM A LENHA (Hugo Pinto de Carvalho)
ESTRANHA PINTURA PARA CABELOS (Hugo Pinto de Carvalho)
CIGANOS (Hugo Pinto de Carvalho)
A BENEMÉRITA (Hugo Pinto de Carvalho)
O TREM DE FERRO (Hugo Pinto de Carvalho)
O PIONEIRO DO SISAL (Hugo Pinto de Carvalho)
SANDÁLIA PRIMITIVA (Hugo Pinto de Carvalho)
ESTRANHOS NO NINHO (Hugo Pinto de Carvalho)
MASTRUZ COM LEITE (Hugo Pinto de Carvalho)
CARNAVAIS DE RUA (Hugo Pinto de Carvalho)
O F.N.M. DO RAIMUNDÃO (Hugo Pinto de Carvalho)
LANÇA-PERFUME (Max Brandão Cirne)
AS BICICLETAS DO JOÃO FRANÇA (Hugo Pinto de Carvalho)
O GOVERNO CARREGADOR (Hugo Pinto de Carvalho)
PERIGO À VISTA (Hugo Pinto de Carvalho)
ACABOU-SE O QUE ERA DOCE (Hugo Pinto de Carvalho)
"SEO" JOVEM DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
ITIÚBA DOS MEUS SONHOS (Max Brandão Cirne)
A LAMBRETA DO BULULICA (Hugo Pinto de Carvalho)
A FUNDADORA DE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
UM BAIRRO QUE SURGE (Hugo Pinto de Carvalho)
APELIDOS (Hugo Pinto de Carvalho)
"SEO" QUITU (Hugo Pinto de Carvalho)
JOÃO DO BODE (Hugo Pinto de Carvalho
O PRIMEIRO PREFEITO DE ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
OS PROFISSIONAIS (Hugo Pinto de Carvalho)
BELEZAS NATURAIS (Hugo Pinto de Carvalho)
FOLHINHAS DO DIA A DIA (Hugo Pinto de Carvalho)
PAÔCO DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
A COPA DO MUNDO DE 1958 (Max Brandão Cirne)
ITIÚBA E A CULTURA QUE NÃO VINGOU (Max Brandão Cirne)
MALAQUIAS E O LOBISOMEM DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
ITIÚBA MULAS DE PADRE E LOBISOMENS (Max Brandão Cirne)
CAPITÃO "FERREIRA" E A CAAPORA (Max Brandão Cirne)
LOBISOMEM EM ITIÚBA (Hugo Pinto de Carvalho)
CURIOSIDADE (Hugo Pinto de Carvalho)
ESPELHOS DE MINHA SAUDADE (Egnaldo Paixão)
"SEO" EUTÍMIO E O ZECA COTÓ (Max Brandão Cirne)
O BAR DO ZÉ DANTAS (Max Brandão Cirne)
MANU O ARRANCADENTES (Max Brandão Cirne)
A BIBLIOTECA DA ESCOLA DE ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)
ITIÚBA, RAPADURAS E O PADRINHO (Fernando Pinto de Carvalho)
SAXOFONISTA NILSON BACALHAU (Egnaldo Paixão)
O RASGA-MORTALHA (Max Brandão Cirne)
OS DOIS JOÕES DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
OS OLHOS DA FINADA CASTOLINA (Max Brandão Cirne)
O BAR E O BEIJÁ (Egnaldo Paixão)
PAÔCO DO BOI-BUMBÁ (Max Brandão Cirne)
O TEIA DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
FERNANDO E A NOSSA BIBLIOTECA (Max Brandão Cirne)
A RÁDIO CULTURAL E A HORA DO ÂNGELUS (Fernando Pinto de Carvalho)
BEJÁ OU SIMPLESMENTE BEIJÁ (Max Brandão Cirne)
NOS TEMPOS DAS SETE CASAS (Fernando Pinto de Carvalho)
A SERRA VELHA E O BANHO DE XIXI2 (Max Brandão Cirne)
A ESTAÇÃO DA CALÇADA (Max Brandão Cirne)
O CINEMA DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
PEDRA BENÇA-MEU-TIO (Max Brandão Cirne)
O "COURO" DAS SERRAS DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
O MANEQUIM DO MESTRE QUITU (Hugo Pinto de Carvalho)
ESCOLA GOES CALMON (Hugo Pinto de Carvalho)
PONTA-CABEÇA (Hugo Pinto de Carvalho)
O CARNEIRO DO CARLINHOS II (Carlos Dias Lima)
BERTINHO UM CAATINGUEIRO ARRETADO (Max Brandão Cirne)
OS PEDERASTAS DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
A PROSTITUTA E O BANHO DE FEZES (Max Brandão Cirne)
VAVÁ BOM-NO-PÓ (Max Brandão Cirne)
BRINCADEIRAS E BRINQUEDOS DO MEU TEMPO (Max Brandão Cirne)
O PAPAI GARBOSO (Carlos Dias Lima)
EUCALIPTO, OITI E TAMARINEIRO (Humberto Pinto de Carvalho)
PADRE SEVERO CUIM ATUÁ (Humberto Pinto de Carvalho)
ASSALTO AO CORREIO DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
UM FILÓSOFO CHAMADO BANDUCA (Max Brandão Cirne)
SOBRE O PAOCO (Max Brandão Cirne)
NOMES E COGNOMES (Hugo Pinto de Carvalho)
O CARNEIRO DO CARLINHOS III (Hugo Pinto de Carvalho)
BRIGA DE GALOS (Hugo Pinto de Carvalho)
LACERDINHAS (Hugo Pinto de Carvalho)
1957 O ANO EM QUE O CIRCO DO PEDRO CORUJA SACUDIU ITIÚBA (Egnaldo Paixão)
O JEGUE (Fernando Pinto de Carvalho)
ITIÚBA 79 ANOS DEPOIS (Egnaldo Paixão)
TROVÕES, ECOS QUE ASSUSTAM (Humberto Pinto de Carvalho)
NO TRONCO DO UMBUZEIRO (Humberto Pinto de Carvalho)
PEDRO CAJÁ (Humberto Pinto de Carvalho)
MELANCIAS E OUTRAS FRUTAS (Humberto Pinto de Carvalho)
A BARRAGEM RÔMULO CAMPOS
ITIÚBA NOSSO CHÃO (Humberto Pinto de Carvalho)
10 ANOS DA ONG ITIÚBA (Humberto Pinto de Carvalho)
PINGA NÃO CHOVE (Humberto Pinto de Carvalho)
DOR DE FACÃO, DOR DE BURRO E DOR DE VIADO (Fernando Pinto de Carvalho)
VIOLINO DO VELHO MOTA (Egnaldo Paixão)
LAMPIÃO EM ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)
ITIÚBA - AÇUDE DO JENIPAPO ( Fernando Pinto de Carvalho)
IVAN LEMOS DE CARVALHO (Fernando Pinto de Carvalho)
IVAN LEMOS DE CARVALHO (Hugo Pinto de Carvalho)
COPA DO MUNDO (Hugo Pinto de Carvalho)
TANQUE DA NAÇÃO (Humberto Pinto de Carvalho)
VALEU JOÃO (Egnaldo Paixão)
VAVÁ BRANDÃO (Max Brandão Cirne)
MARIA CESAR - A PARTEIRA (Max Brandão Cirne)
SILENCIA A SONORIDADE ESPLÊNDIDA DO ROBERTO (Egnaldo Paixão)
IVAN LEMOS, O QUE PARTIU (Max Brandão Cirne)
AS DERRUBADA A BOLACHINHA (Egnaldo Paixão
ANTÔNIO MACAMBIRAS
(Max Brandão Cirne)
DR. EGNALDO DE SOUZA PAIXÃO (Aroldo Pinto de Azeredo)
PARABÉNS ITIÚBA (Carlos Dias Lima)
A CIDADE SEM MEMÓRIA (Hugo Pinto de Carvalho)
A CIDADE SEM MEMÓRIA II (Hugo Pinto de Carvalho)
JUSTA EXPOSIÇÃO DA ONG SERRA DE ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
UM MENINO DOS SERTÕES (Max Brandão Cirne)
OS 86 ANOS DO MAESTRO EVILÁSIO MENDES (Egnaldo Paixão)
JUSTA HOMENAGEM AO MAESTRO EVILÁSIO MENDES (Carlos Dias Lima)
ÚLTIMO ADEUS DE VALDEMAR ARAÚJO - VADINHO (Eguinaldo Paixão)
35 MIL OLHARES E
VOZES (Egnaldo Paixão)

O MENINO QUE ESCREVIA CARTAS (Max Brandão Cirne)
A BOLACHINHA E O CARNAVAL DE ITIÚBA (Egnaldo Paixão)
A PONTE ITIÚBA/ALTO (Egnaldo Paixão)
JOSÉ PINTO DE FREITAS, UM HERÓI DE VERDADE (Egnaldo Paixão)
O SOBRADO DO CORONEL(Egnaldo Paixão
'BOLACHINHA" ( Max Cirne Brandão)
SERENATAS ITIUBENSES (Egnaldo Paixão)
ITIÚBA (EgnaldoPaixão)
GUERRA DE ESPADAS (Max Brandão Cirne)
FOLIA DE REIS EM ITIÚBA (Max Brandão Cirne)
A CAPIVARA DE CHOCALHO (Max Brandão Cirne)
SAUDADES DO VALMIR SIMÕES (Max Brandão Cirne)
A FEIRA (Max Brandão Cirne)
A RUA DO CALUMBI (Max Brandão Cirne)
CURRAL DO CONCELHO (Max Brandão Cirne)
ITIÚBA TERRA DO JÁ TEVE (Max Brandão Cirne)
O BURACO DA VOVÓ (Max Brandão Cirne)
O CEMITÉRIO DOS CRENTE (Max Brandão Cirne)
O HOMEM DA PEDERNEIRA (Max Brandão Cirne)
O VELHO AMERICANO (Max Brandão Cirne)
SOBRE CIRCOS, RUMBEIRAS E PALHAÇOS (Max Brandão Cirne)
OS 87 ANOS DO MAESTRO EVILÁSIO (Egnaldo Paixão)
FEZ UM ANO O FALECIMENTO DO VADINHO (Egnaldo Paixão)
100 ANOS E MAIS...(Egnaldo Paixão)
A PRAÇA DAMATRIZ SILENCIOU (Egnaldo Paixão)
RÔMULO PINTO DE AZEREDO (Egnaldo Paixão)
A IGREJA MATRIZ DE ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho}

VÍDEOS DE ITIÚBA (Fernando Pinto de Carvalho)

 

 

IR PARA O ÍNDICE POR ASSUNTO
IR PARA O ÍNDICE GERAL
IR PARA O ÍNDICE POR AUTOR

Colaborações e sugestões podem ser enviadas para o e-mail: fpcarvalho@globo.com

 

 

A

 

fpcarvalho@globo.com