OPINIÃO DO LEITOR

   

Nossos queridos conterrâneos e outros visitantes que nos deram a honra de ler as crônicas publicadas neste site enviaram-nos também sugestões, críticas construtivas e opiniões pessoais sobre nosso trabalho. A todos nossos sinceros agradecimentos e a certeza de que cada e-mail recebido é um incentivo à continuação de nosso esforço para melhorar este modesto lugar na internet que trata de nossa sempre lembrada Itiúba.

    Se a sua comunicação não foi publicada aqui, pedimos-lhe perdão, mas não conseguimos localizá-las em nossos arquivos. Por favor, mande-nos novamente seus comentários para serem incluídos nesta seção.

    Temos o máximo cuidado para não divulgar dados pessoais ou referências que possam causar problemas ou constrangimentos aos nossos colaboradores. Por gentileza, se não estiver de acordo com o que está publicado nesta página, mande-nos um e-mail solicitando retificação ou exclusão:

    Fernando

1. Júlio Oliveira,  Vitória - ES

        Como filho de um cidadão itiubense, não poderia deixar de parabenizá-lo pelo trabalho desenvolvido para manter viva a história de tão querida cidade.

        Sou médico, cirurgião plástico e resido em Vitória no E.S., meu pai se chama Evandino Batista de Oliveira (Vandinho), filho de Anísio Batista de Oliveira e Carmosina de Oliveira Leite ( já falecidos), aposentou-se pela companhia Vale do Rio Doce, completou 70 anos há pouco, é primo de ex-prefeito José Batista de Oliveira. Tenho certeza de que meu pai poderá contribuir com sua home page. Ele é muito tímido,mas se tratando de Itiúba vejo seus olhos brilharem quando se refere à terra natal e quando conta aqueles casos maravilhosos.Sempre passei minhas férias , carnavais e festas de São João em Itiúba, tendo portanto um carinho todo especial pela terra e seu povo amável.

        Se puder, ligue para a residência do meu pai em Coronel Fabriciano M.G, ele ficará surpreso e com toda a certeza poderá enviar-lhe os "causos" por e-mail.

        Um grande abraço,

        Júlio Oliveira"

2. Wellington Souza, Itapetinga - BA

            Atravs do meu compadre Séérgio Carvalho tomei conhecimento deste site e gostaria de contribuir para a sua melhoria enviando fotos.  No site tem algumas fotos de minha autoria já enviadas há um bom tempo para seu irmão Humberto Carvalho e que foram publicadas em um outro site sobre a nossa Itiúba. Seguem algumas fotos que não estão ali mas que poderiam somar. Tenho uma porção aqui mas não estão digitalizadas. Se for do seu interesse posso  mandá-las para que possa fazer a digitalização e me retornar. Morei em Itiúba de 1981 a 1992 onde me casei com a filha do Sr. Argeu Teixeira e vivo atualmente em Itapetinga, região sudoeste baiano trabalhando no BB há 1 ano.

        Grande abraço 

        Wellington Souza

3. Wellington Souza, Itapetinga - BA

Manter uma Home Page no ar não é fácil. Quero louvar o seu trabalho publicado através dessa página cultural que resgata tantos valores e costumes da época que muitos de nós não conhecemos. Fazer memória é muito importante, assim como o povo que viveu há 3 mil anos. Lembrar do seu passado é interessante para um povo que pretende evitar erros e se alegrar com os bons exemplos deixados em tantas histórias ali contadas por vc e colaboradores.


Acredito que não foi fácil reunir tanto material assim e publicar de forma que a audiência seja crescente. Parabéns e com relação ao comentário publicado, não vejo nenhuma objeção em mantê-lo. Gostaria de poder contribuir com seu trabalho, quer na divulgação ou na pesquisa de material.


Deus te abençoe e que o seu trabalho possa ser reconhecido pelo povo Itiubense. Estou aqui em Itapetinga, faz quase 2 anos e pretendo buscar outra agência até o final desse ano. Notificarei vc quando me mudar.

Abraços com lembranças a Seu Bertinho

Wellington


 

4. Genivaldo (filho de Argemiro), São Paulo - SP

         Sou um ilustre filho de Itiúba que está em São Paulo há alguns anos e gostaria de parabenizá-lo pelo site da nossa querida cidade.

         Se me permitir dar uma sugestão gostaria de ver fotos de Itiúba no site. Sei que pode não ser viável financeiramente, mas seria uma ótima oportunidade para divulgar e incentivar o turismo local, principalmente em épocas de festas como as juninas e o carnaval.

        Não o conheço pessoalmente e sei que também não me conhece, mas já ouvi falar de sua família. Quanta a mim, sou filho do Sr. Argemiro e irmão de Senivaldo, talvez os conheça.

        Parabéns pela iniciativa.

        Abraços

        Genivaldo

5. Djalma dos Anjos, João Pessoa - PB

        Visitei o site do nosso "grande" Fernando, meu "professor" da Sociedade Rádio Cultural de Itiúba.

       Quantas lembranças daquelas cervejinhas na janela do 1º andar da Rádio, vendo a feira lá embaixo, aos sábados. Lembro dos primeiros passos de boleros nas festinhas que inventávamos lá em cima para agitar Itiúba nas férias escolares. Das nossas reuniões na venda do Jimes (Antonio Félix), preocupados como deveria ser o carnaval.(Itiúba é boa e bela, sem carnaval gela). Tenho certeza que o Fernando se lembra de tudo isto.

        Djalma

6. Djalma dos Anjos, João Pessoa - PB

        Oi Fernando,

        estou muito feliz com a dimensão que está tomando o site da nossa Itiúba.

        Até o "vizinho" (Valmir Simões) deu o ar da graça.

        Estou preparando uma do nosso carnaval que aconteceu comigo no qual bebi "gás" (o velho querosene).

        Abração.

        Djalma.

7. Djalma dos Anjos, João Pessoa - PB

        Oi Fernando.

        Vibrei com as narrativas itiubenses do nosso amigo Vizinho.

        Vamos prá frente.

        Djalma.

8. Valmir Simões, Salvador - BA

        Estou selecionando alguns contos da nossa época para que sejam incluídos no meio de tantos já escritos por você. A leitura dos escritos faz reviver o nosso tempo, vem trazer muita saudade da nossa Itiúba.

        Breve estarei enviando o material.

        Valmir Simões

9. Salomão Oliveira, Brasília - DF

        Saudações Sr. Fernando

        Estou escrevendo este e-mail com o objetivo de parabenizá-lo pelo "sítio" que criou na rede, tendo como tema a nossa Itiúba. Certamente o senhor não me conhece, entretanto ao meu pai sim. Sou filho de Osmar, atualmente vizinho do "seu" irmão Banduca. É muito gratificante às vezes descobrirmos coisas a respeito de nossa cidade natal, ainda mais quando estamos distantes da mesma. Atualmente moro em Brasília, e sinto muitas saudades de lá, apesar de sentir mais falta ainda da "Itiúba dos meus tempos".

     Quanto à "Itiúba do seu tempo" era melhor ainda, não era mesmo? Como os vários acontecimentos que somente a memória pode resgatar.

       Aqui encerro.

      Cordialmente,

      Salomão.

10. Hugo Pinto de Carvalho - Feira de Santana - BA

Gostei muito das crônicas sobre os OVNIs de passagem pela Itiúba, mais ainda porque eu fui um apaixonado pelo assunto. Até fiz um programa na Rádio Cultural onde lia várias reportagens das revistas O Cruzeiro, Manchete, Fatos e Fotos e Seleções, e ainda tudo o que os jornais publicavam sobre os discos voadores. Tinha até uma máquina fotográfica KODAK (caixão) sempre prontinha com um filme na esperança de fotografar algum vulto no céu, porém decididamente os homens verdes não iam com minha cara, pois nunca consegui ver nada. Como disse, gostei imensamente.

11. Jonivaldo Pires Gomes - Eunápolis - BA

Olá senhores. É com muita satisfação, alegria, que orgulho-me mais ainda da minha cidade onde nasci. Meu nome é Jonivaldo Pires Gomes, filho de João Pires de Oliveira e Nivalda Gomes Oliveira neto materno da senhora Maria Elvina gomes de Souza, e o senhor José Passo Vilas Boas ambos filhos de Itiúba, sobrinho do então falecido Sr. Florzinho. Senhores por acaso estava eu procurando na internet sobre uma cidade de um amigo meu nos EUA, daí surgiu também uma vontade de procurar sobre a minha querida cidade natal, que já tem quase 20 anos que não a vejo. Sair daí aos meus 8 anos de idade não tenho muita lembranças mas as fotos que aqui se exibem fazem vir a tona lembranças de algumas cenas da minha infância. Hoje continuo morando no meu estado querido Bahia moro no extremo sul do estado em Eunápolis próximo a Porto Seguro. Sou Engenheiro em Telecomunicações atuo na área de Informática trabalhando em uma muitinacional Sueco-Filandesa, estou me programando para rever minha cidade natal, provavelmente se Deus quiser, em junho de 2005. Itiúba está de parabéns por ter verdadeiros patriotas, com amor a terra de origem, isso é bonito e louvável, pois ter pessoas desse quilate é difícil no país onde moramos, pois somos a cada dia frustrado com a política nacional. Parabéns verdadeiros itiúbenses vocês são realmente cidadões da terra natal, que Deus faça cair toda sorte de benção sobre as vidas de todos vocês, um forte abraço de mais um cidadão Itiúbense.

Abraços Junior Pires.

12. Ana Izabel - São Carlos - SP

 

Estou escrevendo para parabenizar a iniciativa de publicar fotos e crônicas sobre esta cidade para pessoas que, como meu pai, sairam de lá e há muito não voltaram. Meu nome é Ana Izabel, sou "quase" bibliotecária, estudo/moro em São Carlos/SP, tenho 21 anos e estive uma única vez em Itiúba. Sou filha do Francisco (acho que é conhecido como Pepito por aí) que é oficial da Aeronáutica aposentado, residente em Pirassununga/SP, sobrinha do Jorge, Eduardo, Amândio, Edite...e assim vai!. Apesar do pouco contato com meus parentes da Bahia, creio que grande parte da cidade seja de minha famíla. Fiquei muito feliz por encontrar um pouco da história dessa cidade, que, indiretamente, faz parte da minha!

Abraços a todos!


Aninha

 

13. Carlos Alves Batista - Aparecida de Goiânia - Goiás

olá Fernando!!
foram enviados dois e-mail expressando o meu apreço às coisas e à gente de Itiúba, pois também faço parte desse povo, que tanto prezo. Ficaria muito honrado vê-los na coluna de opinião.
Sem mais para o momento, antecipo os meus agradecimentos e cordiais saudações.
Atenciosamente
Carlos Alves Batista
Aparecidade de Goiania-Go

Olá Fernando!
Como é gostos ligar meu pc e ver as fotos de minha cidade. A partir do momento
em que entrei neste site, não sou mais alguém longe de casa sem referências.
O meu berço me acompanha ao trabalho, em casa e em visita aos amigos. Não me
canso de falar da minha alegria em ver as minhas raízes tão próximas de mim.
Como tantos outros filhos de Itiúba, sinto muita saudade, mas a vida que
construimos fora não nos permite ir freqüentemente a nossa terra. Saí de
Itiúba em 1987, logo após o carnaval. Nunca mais fui a um carnaval tão
animado quanto o nosso. Olha que já fui a carnavais em SP, Goiânia e cidades
tradicionais desses estados, porém, em nenhuma cidade encontrei os amigos
que deixei em Itiúba. Conseguimos tudo fora de Itiúba, compramos tudo que
sonhávamos.Só não conseguimos resgatar, com o resultado do esforço, as
nossas raízes. Pagaria muito caro se pudesse ter isso tudo em meu dia-a-dia.
Tenho uma certeza: jamais terei de novo o que deixei para trás.Ver as
vaquejadas, festa do dia 8 de dezembro, ir a feira comer requeijão com doce
de mamão, tomar uma cervejinha com acarajé ao lado do Tanque da Nação... é de
mais. Estive em Itiúba em 2002, mas já não é a mesma coisa, não temos mais a
emoção que tinhamos no passado. Nas regiões mais desenvolvidas do Brasil, tudo é
frio sem emoção e a gente também vai perdendo a alegria. Mas um itiubense
sempre será um itiubense. É como diz o meu pai: " quem bebe água da Salgada,
jamais a esquece". Grande abraço a todos os itiubenses. Li a opinião do
Wellington. Este ilustre juazeirense, se não me engano, foi um dos
responsáveis por eu ter administrado, por um determinado tempo, o bar da AABB. E
essa galera me ensinou muito. Abraços a todos.

Atenciosamete
Carlos Alves Batista
Aparecida de Goiânia-Go

olá Fernando!
Preciso parabenizá-lo por esta genial idéia de criar um site de nosso
querida Itiúba.Sou mais um filho de Itiúba, entre tantos outro que encontrei
na coluna de opinião, os quais conheço na maioria. Você pode não lembrar de
mim, pois eu também já não lembro de todos de Itiúba.Sou filho de Argemiro
José batista e Julieta Alves Batista. Ambos vivos e saudaveis. Minha mãe,
acredito eu, que se não todos de Itiúba, a maioria a conhece, pois a mesma
sempre colocou uma barraca na feira, onde vendia comida e hoje vende flores
na praça de Itiúba. Orgulho-me muito de meus pais e em especial dessa mulher
grandiosa que se chama Julieta Alves Batista, pois ela teve coragem e
descobriu uma maneira de sobreviver sem que fosse necessário sair de nossa
terra querida da qual sinto muitas saudades.Fui amigo do Sr. Paulo
farmacêutico, Neto, Camilo do Mercado, Lourival-Louribar, primo de Gilmar,
Geuza (vizinhos do Sr. Onésimo e da Sra. Cecília). Meus pais são vizinhos do
sr. Jonas Trindades, seus filhos são nossos amigos de infância .Fiquei
sabendo de seu site através de meu irmão que mora em SP. Eu resido em
Aparecida de Goiânia-Go.Tenho muitas lembranças boas de minha terra
querida.Gostaria muito de ver mais fotos de nossa cidade. Que Deus o abençoe
e ilumine os filhos de Itiúba, principalmente os políticos para que assim
venham a ter grandes idéias como essam p/ aproximar e atrair os filhos de
Itiúba que daí sairam em busca de uma vida melhor.
Parabens
Atenciosamente
Carlos Alves Batista
Aparecida de Goiânia-Go

 

14.Genivaldo Batista - São Paulo - SP
Prezado Sr. Fernando.
Sou filho de Itiúba, conforme já consignado na opinião do leitor, e moro em São Paulo, há alguns anos. Aqui em SP tem uma rua que se chama Rua Itiúba e sempre tive curiosidade em saber o porquê dela se chamar Itiúba, afinal é o nome da minha cidade natal, porém não achava que tivesse relação alguma. Pesquisando sobre a história das ruas de São Paulo, para a minha surpresa, descobri que o nome é uma homenagem à Serra de Itiúba, o que me deixou extremamente orgulhoso e satisfeito por ter matado a minha curiosidade e da melhor forma possível. Acontece que, no mesmo site, a Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Cultura, informa apenas que o nome Itiúba é de uma serra no Estado da Bahia e solicita a quem tiver maiores informações sobre a história do nome, que as enviem. A princípio pensei em fazê-lo, porém achei que seria o Sr. a melhor pessoa para falar sobre a história de Itiúba. Afinal será uma informação que irá tornar-se oficial e fará parte do acervo cultural da história das ruas de São Paulo.
Que bela homenagem à nossa cidade, não acha?
Este é o link onde encontrará a solicitação das informações.
http://www.dicionarioderuas.com.br/logra.asp?TxtNome=RUA%20ITIUBA&TxtUsuario=&TxtQuery=1
Abraços e parabéns mais uma vez pelo belíssimo trabalho.
Genivaldo Batista

15. Carlos Pires (Bentevi) - Salvador - BA Caro ex-colega quem está teclando é Carlos Pires (Bentivi). Fiquei muito
feliz quando descobri este site sobre nossa querida cidade. Realmente é um
documento maravilhoso que faz o tempo retroceder como se estivesse presente.

16.JoiltonAlves-SãoPaulo-SP Olá, meu nome é Joilton. Sou filho de Itiuba, nascido na Fazenda Gato e moro em São Paulo há 15 anos. Sempre vou a minha terra que tanto amo. Tenho uma historinha que é a seguinte: "um tio meu, chamado Leobino, estava conversando, um certo dia, comigo, que moro em São Paulo, e com minha irmã Sônia que morava no Rio de Janeiro. Observando os nossos sotaques adquiridos nas cidades onde morávamos, ele falou: - Vão para São Paulo e falam paulista, vão para o Rio e falam carioca e não sabem falar nem o ITIUBÊS"

.17. Fernando Souza dos Anjos - Itiúba - BAOlá,
Não sou nenhum contemporâneo de vocês, mas moro em Itiúba há 3 anos.
Na verdade só mandei esse e-mail porque me bateu a dúvida: a que Egui
se refere a crônica "A `inzona` de Egui no açude do Jenipapo"?
Ainda é vivo? O que faz atualmente?
Nada pessoal; é que tenho um amigo com mesmo nome e, ao que parece, é
do tempo de vocês.
No mais, parabéns pela página.

18. Ivan de Carvalho - Salvador - BA Fernando,
Ora, o Carlos Pires (Bentevi), mais novo e colaborador deste site, conta essa história legal do tal Otacílio, que resolveu fazer ele mesmo o próprio automóvel, mas deixa os atentos e curiosos leitores à beira da indignação. Acho que, só de sacanagem, ele não esclarece se o carro funcionou normalmente...
Sugiro (pode passar a sugestão a ele, se quiser) que ele faça uma nova história, continuação da primeira, na qual descreva as peripécias do veículo pelas ruas de Itiúba, o assanhamento das garotas com o calhambeque, ou, se for o caso, o fracasso do professor Pardal da cidade e o lamentável destino do carro. E se o motor era a explosão, vapor, pedal ou cavalar.
Abraço, Ivan

19 -SaleteGoes-SãoPaulo-SP
Gostaria de dizer-lhe que como Itiubense, fiquei imensamente feliz,quando descobri o Site sobre Itíuba.Foi realmente uma viagem no tempo.Parabéns! pois você conseguiu transformar até os mais simples acontecimentos em lembranças inesquecíveis.
P.S:Já passei o site para toda galera Itiubense que conheço aqui em Sâo Paulo.
Que surpresa???

20 - Salete Goes - São Paulo - SP

Fernando,Eu também estou fora de Itiúba há muito tempo. O último período que morei lá foi de 63 a 67, dos 9 aos 13 anos. Mesmo assim, me recordo da chuva de pedras, da parteira D. Teodora, do Circo do Pedro Coruja... Outra coisa: olhando as fotos de 7 de setembro, participei deste desfile. Meu irmão faz parte da Banda e esta menina que está na frente da mesma é a segunda baliza pois a primeira era a minha irmã Conceição. Espero não está errada.. Caso minha mãe tenha fotos deste desfile mandarei para você. Neste mesmo período a professora Avani fez uma peça de teatro onde também participei declamando uma poesia e dançando uma valsa. O final da festa foi bem legal! Cantávamos uma música sobre nossa terra. Como se dizia na época, abafamos!!! Reafirmando o que já disse, valeu a pena este Site, pois com ele relembrei pessoas e momentos maravilhosos, que fazem com que sejamos tão diferentes e que tenhamos uma história que só nós podemos contar não é? ** musica Itiúba meu berço amadoTerra amada dos meus papais,Cada dia sinto mais amarte,Cada instante , quererte maisÉs de todo, és de todo mundo,Para mim o mais belo torrão,Itiúba eu te trago n´alma , eu te tenho no coração.Que Deus te guie e te proteja,Oh! berço azul do meu amor.Que seja teu futuro só de glórias, teu destino só de paz e de esplendor. Gostou? um abraço, Salete.

21 - Adonisvaldo Cordeiro

Caro editor, meu nome é Adonisvaldo Cordeiro e tenho uma crônica para publicar no site vocês e não sei como. Como itiubense que sou, me sinto na obrigação de registrar uma passagem bucólica nesta maravilhosa cidade.

Abraços. Cordeiro

Fernando, conterrâneo, obrigado pela atenção e enviarei assim que possível a minha colaboração.Abraços

Cordeiro,

22 - Felix M. Dias - Goiânia - GOOlá meu caro amigo,sou também um cidadão itiubense, nascido em Camandaroba no ano de 1955. Faz mais de 20 anos quando fui a última vez na minha querida cidade natal. Hoje moro em Goiânia (Goiás) e me emocionei ao ver no site as histórias e as fotos de Itiuba.Minhas lembranças maiores são de Camandaroba, o açude, a vila dos funcionários do DNOCS, a barragem, os canais, e o povoado chamado na época de Camaleão. Meu pai trabalhou na construção do açude e aposentou no DNOCS. Pesquei muito camarão e corró no açude de Camandaroba. Morei numa vila atrás da barragem do açude (foi demolida depois da construção), depois fui morar na ponta da banca do açude, e por último no Camaleão (um dos primeiros moradores), quando com doze anos de idade (1968) fui de arribada para São Paulo, buscando melhores condições de vida e também correndo de uma estiagem que já durava seis anos. Eu estava presente em Itiuba quando inaugurou o primeiro chafariz da cidade e também acompanhava com muita farra e alegria os vagões dos trens que chegvam com água potável para distribuir na cidade. Naquela época Itiuba ainda não recebia água dos açudes do município. Minha mãe foi professora de alfabetização de crianças nas roças em torno de Camandaroba.Será que você não tem ou conhece alguém que tenha fotos de Camandaroba para me enviar por este e-mail?Um grande abraço,Felix Mendes Dias

23 - Aldenor dos Santos Freire - Itiúba - BAFico muito feliz quando vejo um itiubense com tanto amor a sua terra.
Sou itiubense tambem, meu nome é Aldenor dos Santos Freitas, filho de José
Pinto de Freitas e tenho acompanhado todos os seus trabalhos publicados na
internet e gostado bastante, inclusive já divulguei em vários estados como:
Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Toda essa divulgação eu fiz mandando,
para amigos e parentes, DVDs e através e-mails.
Agora gostaria, se possível, que o senhor incluisse nesse seu trabalho uma
pessoa que, sem dúvid,é parte primordial da história de Itiúba. O nome dessa
pessoa é JOSÉ PINTO DE FREITAS.
O Senhor deve lembrar juntamente com o senhor Hildebrando Pinto de Carvalho
(Banduca) que essse mesmo senhor citado acima foi o único itiubense a
participar da Segunda Guerra Mundial, então eu acho que alem de ser um heroi
itiubense e tambem um heroi mundial.
Se houver interesse de sua parte no sentido de publicar alguma coisa com
relação ao mesmo, no livro ITIÚBA E OS ROTEIROS DO PADRE SEVERO de autoria
do Senhor Robério Azeredo tem alguma coisa aproveitável, mas se o senhor
quiser buscar mais informações marcaremos uma entrevista com o mesmo quando
poderemos tirar fotos com ele e fornecer algumas fotos da guerra para
apliar o trabalho. Estaremos a sua inteira disposição no sentido
de enriquecer esse seu grandioso trabalho.

24 - Raimundo Dias da Silva

Boa Tarde Senhoras e Senhores:

O meu nome é Raimundo Dias da Silva, nasci nas terras abençoadas de Itiúba e fui aluno da Profa. Perpétua. Lembro dela não só pelas aulas, mas, também, pelos conselhos que ela me deu uma certa vez quando um colega estava me provocando e eu já estava partindo para os finalmentes e ela me disse: - Raimundo, você não precisa disso, vá para casa. Gravei e ainda hoje estou ouvindo a sua voz. Foi a melhor coisa que já ouvi. Professora Perpétua, muito obrigado, que a luz que a senhora distribuiu também lhe envolva em todos os momentos de sua vida. Peço que transmitam esta mensagem à Profa. Perpétua.

Sou Raimundo, filho de Joana. Um forte abraço a todos.

25 - Cida

Caro Fernando,me perdoe a intimidade, mas, ao descobrir o seu site, fiquei muito emocionada e me sentindo uma pessoa da família.Sou itiubense com registro de Cansanção, sou da época que juntavam todos os filhos e levavam para registrar onde o prefeito desse a ''ponga'' (carona).Algumas de suas histórias só conheço de ouvido, por isso acredito ser um pouco mais nova, mas tenho, como você, uma paixão incontida por Camandaroba e Itiúba, pois, como o sr. Felix Mendes Dias, nasci na Ponta da Banca. Achei que só eu tinha saudades da noite de lua cheia quando o Sr. Janduir colocava o seu rádio na porta de casa e ligava e todos os moradores da Ponta da Banca ouviam o Zé Betio ou algo parecido....me lembro que naquelas noites de lua cheia os meus avós nos levava para o beira do açude para tomarmos banho. Quantas lembranças lindas.Sair do Camaleão em 1987, voltei mais algumas vezes, inclusive para levar a minha avó para visitar a terra dela a Fazenda Umbuzeiro. Infelizmente ela faleceu no ano passado, pois iria adorar olhar essas fotos de Itiúba e do Acude de Camandaroba. Conhecia cada rua de Itiúba, se bem que daquele tamanho... Joguei futebol feminino com o time de Itiúba, pois 20 anos atrás menina não podia jogar futebol, então juntávamos as meninas de Itiúba e Camaleão para formarmos um time completo.Fui a muitas festas no clube.... ficaria imensamente feliz de uma outra hora podermos teclar e relembrar Itiúba e os seus Oliveiras, Simões, Carvalhos.... e outros sobrenomes tão familiares para nós, afinal são poucos os sobrenomes lá. Sou uma Oliveira, que herdou Dias da parte paterna.Parabéns, Parabéns, Parabéns, Parabéns, Parabéns...muito obrigada por momentos tão belos.

26 - Taciano Lemos de Carvalho - Brasília - DF

 

Fernando,

 Sou Taciano, o filho caçula de João Mutti de Carvalho e da professora Lygia Lemos de Carvalho. Sou irmão de Ivan Lemos de Carvalho. Fui vizinho de seus pais, e de alguns de seus irmãos, de 1957 (acho) até início de 1961, quando minha família se mudou para Salvador.Parabenizo o seu esforço, e também dos seus irmãos e amigos, para manter na rede por tanto tempo os sites sobre a nossa querida Itiúba. Você, que está distante da nossa terra trezentos e setenta quilômetros, talvez não possa imaginar o bem que faz seus sites para um filho desgarrado da terrinha. Não imagine qual foi a minha alegria quando descobri, daqui do Distrito Federal onde moro, o site. Coloquei nos ?googles? da vida o nome Itiúba e mandei procurar por sites. Pimba, tava lá Itiúba sendo homenageada, lembrada, cultuada. E o melhor, um site cuidado por quem realmente conhece e ama a cidade, e também por filhos de uma família da qual fui vizinho e de pessoas que meus irmãos, mais velhos do que eu, conheciam melhor. Acessei rapidamente algumas páginas do site. Não ?güentei?. Imediatamente enviei e-mail para meus três irmãos, Ivan, Maurício e César, avisando do meu "grande achado?.Sobre os casos que primeiro acessei no site é como se eu voltasse aos meus anos de menino. Personagens que conheci, apesar de ter saído de Itiúba ainda nos meus 11 anos de vida (vida bem vivida nos caminhos da terrinha). Vou parar por aqui com essa conversa, pois, apesar dos meus 58 anos, os olhos estão querendo marejar. Então vamos ao que interessa. Descobri, junto à fotos antigas de meu pai, duas fotos da Itiúba ?do meu tempo?. Uma talvez não tenha maior valor, pois é apenas uma foto de 1955 da igreja matriz, igreja que possui fotos no site. Talvez a única coisa interessante nessa foto seja o ?caminhão do lixo? na frente da igreja: uma carroça com a marca PM e puxada por um burro (ou seria um cavalo?). A segunda foto sim, acho que vale a pena você dar uma analisada, pois é uma foto panorâmica de Itiúba, pegando da estação ferroviária até depois da igreja matriz, isto é, revelando todo o ?comprimento? da cidade. Esta foto não registra o ano, mas deve ser de depois de 1961 (ano em que mudei para Salvador), visto que já há as horríveis ?puxadas? de área nas frentes das casas da rua que vai da estação à prefeitura. Também o gira-mundo, aonde brinquei bastante, já está tapado. A Praça Nova ainda é a praça antiga. Meu Deus! Como é que deixaram fazer aquilo com a minha praça. É isso, veja se alguma das fotos presta para o site. Não há registro de quem tirou as duas fotos. Abraço de um itiubense desgarrado da terrinha, mas nem por isso esquecido dos velhos e bons tempos.

27- Gil Campos

Estou escrevendo para agradecer a emoção senti ao ver tantos dados de
Itiuba.Os vi juntamente com a minha mãe. Sai da cidade que nasci bem
pequeno, hoje estou com 47 anos e nunca tinha visto e lido tanta coisa da
minha cidade....Parabens pelo trabalho.

28 - José Jorge Junqueira - São Paulo-SP

Olá Fernando,
Acabei de descobri o site de Itiuba, onde pude matar a saudade ao ver as fotos da minha querida Camandaroba, especialmente o açude.

Também sou itiubense, nascido na Camandaroba, e quero lhe dar os meus parabéns pela brilhante idéia de criar este site.

Tenho passado muitas horas lendo e vendo todo o conteúdo do site, relembrando com muita saudade tudo que vi e vivi nesta terra.

Infelizmente não tenho nenhuma foto para lhe mandar, mas segue em anexo uma pequena contribuição, que se for possível, gostaria de ver publicado em algum local deste site.

Um grande abraço,
29 - Franklin dos Santos- São Paulo-SP

Gostaria de parabenizá-los pelo site, sou um cidadão itiubense e fico muito feliz em ver nossas historias populares e do cotidiano com seus personagens singulares e pitorescos se propagando e trazendo felicidade e informação ao nosso povo, aqueles que distantes estão. Estou em são Paulo há quase dez anos e minha realidade na permitiu que lá voltasse durante esse período. Meu nome é Franklin, mas os colegas conhecem-me como Kaká morador da Rua S ão Gonçalo, conhecida popularmente por Rua do Fato. Forte abraço e Parabéns mais uma vez.

30 - Francisco de Assis da Luz Ribeiro - Brasília - DF

Inicialmente, quero parabenizá-lo pela iniciativa de destacar a cidade de Itiúba.Tive oportunidade de visitá-la somente duas vezes, mas gostei muito de minha estada. Conheci alguns lugares que no site pude rever e, principalmente, conheci várias pessoas, meus parentes na grande maioria. Todos muito amistosos e receptivos.Meu pai é nascido em Itiúba e, através do site, ele pode "matar as saudades"; já que faz algum tempo que ele não viaja até lá.Moramos em Brasília-DF e temos algum contato com diversos parentes (descendentes de itiubenses) em São Paulo.Exatamente por isto, estou criando uma comunidade na internet chamada: Parentela Baiana. Gostaria de pedir permissão para usar algumas das fotos do site para divulgar a comunidade. Coloquei duas para que você possa ver como fica. Visite o link abaixo e me diga o que você acha.http://parentelabaiana.ning.com/
 Aguardo contato seu. Um abraço.Francisco de Assis da Luz Ribeiro

(filho de João Ulysses, neto de Lete e Laura)

31 - Marcos de Cerqueira Ribeiro Carvalho vai em anexo um email que recebi de um primo de Brasilia que está
criando uma comunidade de pessoas que nasceram em ITIUBA ou tem parentes lá
ficaria muito contente se você fizesse parte e divulgasse. Chama-se
PARENTELA BAIANA:"Olá Marcão!!! Como vai? Estou criando essa Comunidade. Venha fazer parte e me ajudar na divulgação. Um abraço. Fran.Click here to join Parentela Baiana!Para todos aqueles que têm ou tiveram parentes na cidade de Itiúba - BA." Abraços
Marcos de Cerqueira Ribeiro neto de Laura Simões Cerqueira e Antonio Simões
Cerqueira
32 - Raimundo Nonato Barbosa de Oliveira - Salvador - Bahia

Olá Senhores que produziram este maravilhoso site sobre a minha querida Itiúba; é com muita satisfação que agradeço a todos por este momento, por onde posso passar  falar da minha querida Itiúba é muito prazeroso, não só pra mim mas faço com que todos que estão ao meu redor sintam como se estivesem nessa bela cidade.Sou filho de Dona Honorita e Sr. Aloisio, moradores da eterna Rua da Cacimba Funda e Pé da Lage Grande, estou muito feliz, são estas coisas que nos fazem agradecer a DEUS por tudo que ele tem nos dado, obrigado a todos e um forte abraço, de um conterrâneo que se alegrou bastante com este site.

33 - Júlio - Itiúba - Bahia

Olá Fernando! Quero muito agradecer a você e aos seus irmãos por terem esta brilhante ideia de criar este site. Hoje a juventude itiubense sente-se orgulhosa de Itiúba por ter filhos ilustres como vocês que, através de pesquisas, conseguiram contar a história de Itiúba, desde os anos 60 até a presente data. Tenho conhecimento de alguns professores tentando colocar em salas de aula trabalhos para que a criançada tenha conhecimento de como foi Itiúba.  
 34 - Luiz de Carvalho Ramos

Prezado primo, claro que você não se lembra de mim. A minha primeira visita à serra - por incrível que pareça - foi em 1958. A minha maior alegria, depois da viagem de trem, era chegar em Itiúba - a "itiubinha" de Lampião - e estar com a "tribo", pois, eu era o último filho de Altina de Carvalho Ramos, casada com João Velloso Ramos, agrônomo, grande parente, chamado de "O primo do Seabra". Pois bem: amei e amo Itiúba. Adoroa-a. Inclusive, as suas terras me acoilherão na morte, por condição de última vonttade já escritas e distribuidas. Fui aluno do "Grupo Escolar", pelo menos por um ano - 1958. Geralmente, ficava na Fazenda Chumbo, do "velho" Enoque do maté. Que saudade! Saudade mesmo, e não, como querem, lembranças... Primo "velho", vamos nos encontrar em Itiúba e comemorarmnos os nossos sentimentos mais profundos.

35 - Valmir Simões - Salvador - BA

Estou acompanhando a Opinião do Leitor, onde tenho verificado declarações de itiubenses, por todo este Brasil de Norte a Sul. Aqueles que deixaram sua terra natal por vários motivos, sendo um dos principais, melhores condições de vida para sua família, em razão da escassez de trabalho na cidade. O verdadeiro Itiubense da Gema é aquele que não esquece a terra em que nasceu, permanece distante, mas, o umbigo está enterrado em Itiúba. Tenho lido alguns depoimentos que enaltecem o idealizador deste site, juntamente com seus colaboradores. A leitura dos escritos faz reviver, uma época gostosa na nossa querida Itiúba.

36 - Ana Maria Vau - Alemanha Este e-mail eu queria escrever e dizer  que o trabalho de todos voces que contribuiram para "Itiúba dos meus tempos"é  muito bom e muito bonito. Para mim, itiubense com residência no exterior, é um bálsamo para as fortes saudades que sinto da minha/nossa terra. Vivo na Alemanha há muitos anos, mas  a minha Itiúba é inesquecível. Eu nao o conheco pessoalmente, mas gostaria que aceitasse os meus Parabéns pelo grande trabalho.  Ana Maria Vau.

37 - Juan E Batista - Flórida - Estados Unidos

Muchas gracias, muito interesante, perdone que no falo potugues, mais creo que voce comprende.
Muitas cidades de Brasil , tenen uma historia semejante .
Estou aprendiendo la historia de Ilhota, tamben Itajai en Santa Catarina
meu filho mora en Brasil eu soy cubano , moro en Florida.
Gracias por presentation ..muito bien producida e interesante..
Juan E Batista

38 - Assis Ribeiro - Taguatinga - DF

Quero, mais uma vez, parabenizá-lo pela feliz iniciativa de divulgar a cidade de Itiúba! Principalmente, porque meu pai teve a oportunidade de rever muitos lugares e pessoas (inclusive uma antiga professora!) que o deixou bastante emocionado... Aliás, ele me informou que foi muito amigo de um de seus irmãos: o Banduca (Hildebrando). Ele lembra de você também; talvez, você se lembre dele também: o nome dele é João Ulysses, trabalhou na padaria do Almir, é filho de Manoel Ulysses Ribeiro e de Laura Simões Ribeiro.
Ele me contou muitas histórias... Caso você ache interessante, posso redigi-las e mandar para você.
De qualquer maneira, obrigado pela alegria proporcionada ao meu pai.

39 - Florisvaldo Ferreira dos Santos - São Paulo - SP

 Pesquisando na informática, tive a oportunidade de conhecer o seu excelente trabalho. Parabéns!Sou filho de Cansanção-BA, porem meu pai nasceu e se criou em uma fazenda chamada Adro, que ficava no alto da Serra de Itiuba. Desde o ano de 1969, moro em São Paulo. Quando li as sua cronicas, voltei ao tempo de menino, pois toda a minha infância passei junto ao meu pai, Evilazio de Carvalho, transportando banana, laranja, tangerina e café cujos produtos eram vendidos na feira de Itiuba, Camandaroba e Cansanção. Parabéns pelo seu trabalho e continue escrevendo! 

40 - Idelson Carneiro - São Paulo - SP Olá Fernando, acabo de receber mais um site da nossa terra enviado pelo Valmir, grande colaborador desse bonito trabalho. Sabe quase tudo sobre Itiuba. È claro que sabemos também de muitas histórias interessantes da nossa terra. Se quisesse mandar teríamos que dar uma boa pesquisada pra ver se o Valmir não já tenha contado. Quero dar os parabéns a você que é o cabeça desse trabalho e também aos manos Bertinho, Banduca, Herbinho, Hugo e Wilton. É maravilhoso para quem está fora da terra há tanto tempo, que é o meu caso, de repente ter um documento desse nas mãos e lembrar de tanta coisa, pessoas, amigos de infância, brincadeiras, muito bom. Penso da reação de um itiubense que vive na Alemanha e nos Estados Unidos quando recebe um site de Itiuba. È muito gostoso. A gente não se cansa ler e rir com todas essas histórias.

41 - Everton Cerqueira Fernando:
     Sou artista plástico e nascido nesta terra maravilhosa. Quero parabenizá-lo por esta excelente iniciativa de criar este site. A Itiúba dos velhos e bons tempos não poderia mesmo ficar esquecida. Prova disso está aí demonstrado nesse grande sucesso que ela vem alcançando através deste espaço criado por você. Itiubenses, radicados em várias partes deste país e até fora dele, aplaudindo essa iniciativa. Itiúba aí mostra que é muito mais que uma simples cidadezinha do interior da Bahia. E que não é apenas uma terra de gente alegre e trabalhadora mas, também, de gente inteligente e de gente que sabe amá-la. Como profissional artístico, gostaria de colaborar enviando algum material como desenho e pintura sobre a região, além de fotos interessantes que poderiam, inclusive, ilustrarem alguns textos de vocês. Tenho foto até do Beijá, acredita? Penso, também, em oferecer algumas sugestões no setido de tornar a diagramação destas páginas ainda mais atraentes, caso seja do seu interesse. Para mim, será um prazer. Agora, deixe eu me indentificar um pouco. Sou um dos filhos de Cerqueira e Belinha que foram muito amigos da sua família. Morávamos em Camandaroba, onde lá o meu pai era funcionário do DNOCS. Porém, era ali em Itiúba que era muito popular, não havendo quem não o conhecesse. Tenho muita coisa a dizer, mas deixarei para outra oportunidade, quando estarei enviando material.
                                                                                                                         Um grande abraço deste seu conterrâneo
42 - Jota Mildes - Brasília - DF Prezado amigo,                                 foi com grata surpresa que hoje, navegando pela internet, encontrei a vossa página sobre a cidade de Itiúba - Album de Fotos - tendo a mesma me causado uma grande emoção ao ver a foto da Praça com a estátua do Vaqueiro que tive o prazer de confeccior (em cimento e ferro) no ano de 1979 (portanto há quase trinta anos), mediante aquisição da Prefeitura, e que, desde que a coloquei na vossa linda e próspera cidade não mais tive oportunidade de vê-la.                                 Sou escultor e jornalista. Tenho mais de cem esculturas grandes, de minha autoria, espalhadas em dezenas de cidades do nordeste e do Distrito Federal.                                 Naquela época fui contratado pelo então Prefeito de Itiúba para fazer a estátua. Na época boa parte da imprensa nacional e regional me havia denominado "Escultor de Vaqueiros" a partir da grande repercussão causada pelo Monumento do Parque Nacional do Vaqueiro (uma estátua em tamanho natural por encomenda do sanfoneiro LUIZ LUA GONZAGA, para a Missa do Vaqueiro do municipio de Serrita-PE) e pelo Monumento ao Vaqueiro (encomendada pela Associação de Vaqueiros de Curaçá-BA), além da estátua do Vaqueiro (com um pé apoiado sobre um tronco - para o município de Queimadas (BA) - todos representando, o vaqueiro da região para onde a obra era destinada. Foi com muito prazer que recebí então em minha casa, em Petrolina, o senhor Prefeito de Itiuba, e, com maior prazer ainda, 60 dias depois segui com a nova estátua para Itiuba onde fui muito bem recebido e acompanhei a sua colocação sobre o pedestal. Já ali pude sentir o quanto é hospitaleiro e educado o povo deste importante município baiano.                               O que me surprendeu hoje também foi observar o quanto a estátua está conservada, parecendo que foi feita agora. Conservada e bonita, assim como o pedestal onde a mesma foi colocada naquela época. Aproveito para aparabenizar o governo municipal de Itiuba e o seu povo pela preservação da obra, o que demonstra tratar-se de verdade em gente educada e de bons costumes, ao contrário do que ocorre na minha cidade, Petrolina, onde infelizmente os vândalos destroem os monumentos e ultimamente o poder municipal não tem feito nada para impedir isto, e muito menos para recuperar as obras depreciadas. Só na cidade existem 14 esculturas de minha autoria e destas apenas umas quatro estão em ordem (pelo fato de se encontrarem em àreas de proteção policial, como o Fórum, o Hospital, e o parque da Cidade).                              Pois bem, estou feliz com o que acabo de ver em vosso site, e espero que assim continui porque isto é sinal de povo ordeiro que sabe o valor da memória regional, e de um poder público que zela por sua terra!                              Para qualquer outra informação coloco-me à disposição do prezado amigo. Hoje resido em Brasília (DF) de onde continuo atendendo aos chamados de Prefeituras de vários estados, principalmente do nordeste, para confeccuionar estátuas e bustos.                               Eu gostaria inclusive que o meu nome fosse divulgado na legenda da foto, em vosso site, como "autor da escultura" - pelo que ficaria muito grato.                                  Espero algum dia rever Itiuba e seu povo generoso.                              PARABENS MESMO!  JOTA MILDES -escultor-     jmildes@uol.com.br   PS. - Costumo colocar a minha assinatura (J.Mildes) na escultura ou na sua base. Obséquio observar se ainda dá para ver a mesma.  

43 - Georg Nascimento - Salvador - BA Fernando, creio que não sou da sua geração, tenho certeza que sua lembrança com relação a nossa família está localizada em meus pais (Jonas do correio e D. Dora ), e meus irmãos (Dorijan e Jane ). Bom, eu sou Georg e tenho por essa cidade o sentimento mais nobre que se pode ter por uma localidade, tenho por ela, apesar de não ser minha cidade natal, o sentimento de um filho por uma mãe, foi Itiúba que iniciou minha formação com pessoa, nas disciplinas da professora Fátima no Góes Calmon e dos demais professores no Ginásio bem como as boas amizades que construí e que prezo até hoje. São quase 20 anos que nos mudamos mas o carinho é o mesmo. Este site me emocionou, pude ver fotos da escola que estudei da 1º a 4º série (Góes Calmon), vi fotos da subida ao cruzeiro, das serras, pedra montada como tantas outras que me emocionaram. Obrigado Fernando por nos propocionar tal emoção, prazer este que só comparado com a visita em loco. Sugestão: Gostaria de ver comentários sobre meus pais neste site, Itiúba inteira sabe dos benefícios que eles propocionaram para a cidade e para a população certamente. Parabéns pelo site, nós filhos de Itiúba agradecemos

44 - Everton Cerqueira

Com intuito de colaborar com esse site maravilhoso, estou enviando esse material, dando ênfase nesta primeira remessa ao distrito de Camandaroba por achar necessário um melhor destaque, por sua importância dentro do município de Itiúba. Posteriormente, enviarei outro material referente apenas à sede de Itiúba. Trata-se de fotos que revelam aquela transformação sofrida pela cidade nos finais dos anos 70 e início dos anos 80, com a febre das discotecas "as boates, do Roberto, do Quarentão e etc". O Bem-Ti-Vi, tenho certeza, deve lembrar-se daquele tempo com saudade. tenho uma foto dele no interior de uma dessas boates- ele nem sabe!Espero q você tenha gostado desse material. Um grande abraço.

45 - Valmir Simões - Salvador - Bahia Prezado Amigo Fernando ///
 
É muito interessante ver o seu esforço no sentido de manter este site. Tal atitude demonstra o amor por Itiúba e por tudo aquilo que vivenciamos. São histórias, contos e causos. Quem descobre o site, fica curioso, ler e divulga, e assim vai crescendo esta corrente pelo Brasil e exterior. Usei da mesma curiosidade, como os demais, no entanto comecei a participar, colaborando quando o site tinha apenas 81 contos, hoje fechamos 500, todos aqueles que de certa forma deram sua contribuição, foi de uma enorme valia para o engrandecimento deste trabalho. Lembro-me que voce me dizia: - Estamos chegando a 200, vamos lá. E eu tinha plena certeza de que tinhamos condições de ir muito adiante. Portanto, todos nós que colaboramos com o envio de contos e todos seus irmãos que sempre lhe apoiaram, colaborando e incentivando para manter este magnifico trabalho que deverá permanecer servindo, inclusive para que outras gerações saibam como era Itiúba naquele tempo. 500 contos é uma marca significativa, mas não para por aí tenho certeza.
Um grande abraço

46 - Florisvaldo Ferreira dos Santos - São Paulo - SP

Caro Fernando:Pesquisando na informática tive a oportunidade de conhecer o seu excelente trabalho. Parabéns!Sou filho de Cansanção-BA, porém, meu pai nasceu e se criou em uma fazenda chamada Adro que ficava no alto da Serra de Itiúba.. Desde o ano de 1969, moro em São Paulo.Quando li as sua crônicas voltei ao tempo de menino, pois toda a minha infância passei junto ao meu pai, Evilázio de Carvalho, transportando banana, laranja, tangerina e café, cujos produtos eram vendidos nas feiras de Itiúba, Camandaroba e Cansanção.Parabens pelo seu trabalho e continue escrevendo! 

47 - Felix Mendes Dias - Goiânia - GO

Fernando,
Quero mais uma vez lhe dar parabéns pela criação do site. Toda vez que o acesso fico com o coração apertadinho de saudades e me delicio com as fotos e os contos. O site está cada vez melhor e percebo com satisfação que os itiubenses de todo o Brasil o estão descobrindo a cada dia. Como já lhe falei eu nasci na Camandaroba, que depois virou Camaleão e agora se chama oficialmente Engº  Rômulo Campos. Pelo que sei ainda não conseguiu se emancipar de Itiúba.

Embora meu nome de registro seja Félix, eu era conhecido como Bertinho e sou filho da Dna Joana. Perdi o contato faz muitos anos com meus amigos de infância - Romildo, filho do Sr. João Gomes, a Javan e o Sitan, filhos da Dna Ziza. Espero que eles também descubram o site para podermos nos redescobrirmos.

48 - Edson Alves - São Paulo- SP

Senhores, Boa Tarde.
 
Sou mero visitante dessa linda Cidade de Itiúba, minha esposa ( Sueli ) tem parentes na cidade.
Passamos Final de Ano/2007 com nossos parentes, foi maravilhoso!!! Cidade está linda, cresceu muito.
Me chamou a atenção vosso site, que uma obra prima.. que acho que poucos conhecem, parabéns!!!
 
Bom , gostaria de pedir a vsa.Fernando Pinto de Carvalho, responsável pelas edições do site que precisam conhecer uma pessoa que infelizmente não está mencionada no site e tem muito, mas muito para contribuir com esse trabalho.
Trata-se do Sr.João do Bel ( Joãzinho do Bel ) um profundo conhecer de tudo de Itíuba, vaqueiro tem uma vida de muita cultura, homem sábio, honesto é gente de verdade.
 
Peço a vcs que entrem em contato com Sr.João, podem ter certeza que não vão se arrepender, ficará muito contente em poder contribuir com esse trabalho da cidade de Itíuba, tem lindas poesias a respeito de Itíuba.

49 - Gerson Ferreira- Hortolândia - SP

caro Fernando,
Antes de mais gostaria de iniciar me desculpando pois na verdade não sou filho de Itiuba mas sim um "descendente" já que meu pai era sim filho de Itiuba...sei que o espaço é dedicado aos que comentam as cronicas e diga-se de passagem são excelentes ,mas o motivo de meu e-mail é outro e acho que vocês que são apaixonados por Itiuba(assim como eu ,apesar de não conhece-la) podem me ajudar...meu falecido pai migrou para o estado de São Paulo ainda na década de 30 a procura de meu tio ...na sua saida ele deixou maus avós paternos(Francisco Ferreira de Andrade e Francisca Ferreira de Andrade) e um filho de aproximadamente 01 ano de idade fruto de seu primeiro casamento,cuja esposa faleceu de complicações no parto...não conheci nehum avô ou avó paterna e nem meus tios muito menos este irmão ,sabemos poucas coisas a seu rsepeito...não sei nem ao certo seu nome,todavia tenho muita vontade de encontrar estes parentes...tenho uma situação estavel sou diretor de administração da Secretaria de Educação do municipio de Hortolândia-SP...se você tiver alguma dica ou forma de em ajudar por favor responda este e-mail.

 NOTA DO SITE: Informações poderão ser enviadas para o e-mail: gerson@hortolandia.sp.gov.br

50 - Cristiano Mattos - São Paulo - SP

Olá, procuro um parente em Itiúba com o nome Tibério e sobrenome Mattos.
Vocês por algum caso conhecem?
Vocês teriam algum contato com alguém com quem eu possa me comunicar?
Sou de São Paulo e tenho um bisavô que é de Itiúba..
O nome dele é Tibério Mattos, não sei se ele ainda está vivo, entretanto,
gostaria de conhecer meus parentes que devem estar nessa cidade.

NOTA DO SITE: Informações poderão ser enviadas para o e-mail: cristiano.mattos@gmail.com



51 - Agomoura

Seu site sobre a história de nossa cidade,é de uma grandeza cultural e histórica que não tem preço. Parabens!


52 - Ana Maria Nascimento

Retornando hoje da região de Sr. do Bomfim tive a oportunidade de passar pela Cidade de Itiúba-Bahia, e bela paisagem serrana trouxe na bagagem a curiosidade de investigar sobre o nome da cidade em questão. Não esperava encontrar um site tão autêntico e com tantos depoimentos de seus filhos dos mais distante a cantar em verso e prosa a cidade que um dia viveram e lá solidificaram o seu carater de NORDESTINOS AUTÊNTICOS, que guardam na memória fatos e lembranças de um tempo passado embora ainda presente em suas memórias e que memórias maravilhosas.  
 
Por tudo que nos proporcionou estamos parabenizando pelo empreendimento tecnológico, que outras iniciativas iguais ou mesmo embrionárias despertem a exemplo a nossa querida Cidade de Queimadas, terra dos meus avós, com seu sobrado imponente já divulgado em jornal de grande circulação na nossa capital. 
 
Quando retornar a Itiúba-Bahia meus olhos estarão voltados para sua história e pessoas que lá ainda guardam as memórias de uma cidade serrana no sertão bahiano. 
 
Minhas saudações


53 - Neyde Alves da Silva Rodrigues - São Paulo - SP

Sou itiubense nascida na Ponta da Banca (Camandaroba). Entrei no saite e adorei. Hoje moro em São Paulo há mais de trinta anos.

Quando criança estava sempre na Itiúba, na casa de minha avó que se chamava Maria Carroceira, tenho ótimas lembranças de Camadaroba, das minhas amigas Maristela, Maria do João Gomes,Vanda Guilhermina e outras.

Fiquei  emocionada ao ler os depoimentos de ex-moradores de Itiúba e gostaria de receber alguns email de conterrâneos da minha cidade (rs).

Quero parabenizar o trabalho maravilhoso que vcs registraram de minha cidade Natal. Meu e-mail é: vania_rodrigues25@yahoo

54 - Januário Otaviano Rodrigues - São Paulo - SP

Oi! Meu nome é Januário Otaviano Rodrigues, conhecido como Agenor, nascido na cidade de Euclides da Cunha - Bahia e hoje moro em são paulo, desde 1971. Meu pai é Otaviano Dias Mota, conhecido como senhor Biano, e minha mãe é Maria Rodrigues de Santana, conhecida como dona Sianinha. Meu pai entrou no DNOCS e foi transferido para o município de Jeremoabo, onde morei em um povoado de nome Abóbora, durante 12 anos e lá estudei no primeiro ano do ginásio na escola Coronel João Sá.

Meu pai foi transferido novamente, agora para um outro povoado de nome Quicé, município de Senhor do Bonfim, onde estudei por 3 anos em uma escola da qual não me recordo o nome. .Meu pai foi transferido novamente para um outro povoado de nome Camandaroba, conhecido também como perímetro irrigado Jacurici e Açude Público do Jacurici, onde estudei na escola  Maria Quitéria. Conclui a admissão ao ginásio já em outra cidade de nome Monte Santo.

Foi, então, que, partindo dessa cidade, conheci a famosa Itiúba, onde conclui o segundo ano do ginásio e depois fui para São Paulo, deixando muitas saudades de amigos e familiares. Mesmo não tendo morado nessa cidade, tenho boas lembranças de amigos que estudaram comigo. Para mim Itiúba foi muito importante, principalmente por ter um ginásio que outras cidades por onde passei não tinham.

Gostaria que alguns desses amigos e amigas que estudaram comigo nesses lugares onde estudei, mantivessem contatos comigo através desse site. Entre esses grandes amigos posso citar alguns como: Domingos, conhecido como Dominguinhos, Eduardo, conhecido como Dias, Paulo Rodrigues, Robert, Luiz Meneses, o Luizinho irmão da Ligia, filhos de Luiz Meneses, Laisse, filha da professora Lindiomar, a professora Jacira e a professora Marieta professor padre Sandro, Marlene do Lu, Rosinha, irmã da Pepita e da Maria Rocha e mais alguns amigos, amigas e parentes que não foram mencionados neste depoimento convido a todos para um breve reencontro através deste site.

Hoje sou casado com Neyde Alves da Silva Rodrigues, filha de Joana professora, tenho 4 filhas: Vanessa, Vânia, Valéria e Vivian, sou funcionario público, enfermeiro do Hospital Municipal do Tatuapé e do Posto de Saúde Ubs.

Quero agradecer por esse trabalho tão interessante sobre Itiúba e espero reencontrar pessoas não somente de Itiúba como também das outra localidades mencionadas.

Parabéns

55 - Claudionor Moreno Martins

Boa noite, Fernando, sou filho desta amada cidade de Itiúba, me chamo Claudionor Moreno Martins, filho de MAURICIO MARTINS E DAMIANA MORENO MARTINS (BRANCA).  Meu   Pai era funcionário da fezenda experimental do estado,  moramos em Itiúba até 1978. Tenho muitas    lembraças da minha infância, algumas   Histórias  contadas no seu site, o meu pai MAÚRICIO,        sempre nos contava histórias a noite  antes de dormimos,  nos falava do  gerador da fazenda, história  do padre Severo etc. O meu Pai Maurício Martins morou em itiúba de 1938 a 1978, conhece muita coisa, é bastante lúcido e vai bem de saúde obrigado. Está sua atitude é realmente digna de um bom filho  desta amada terra.
Se você me permite gostaria de deixar o meu e-mail, caso algum conhecido queira manter contato Claudionor_martins@hotmail.com

56 - Marcelo Venância - São Paulo - SP

Olá amigos! Eu, Marcelo Venâncio, estou encantado com o trabalho de vocés. Como filho de um cidadão itiubense, fiquei imensamente feliz quando descobri o site sobre Itiúba, pois meus queridos pais são de Piaus e eu tive o prazer de conhecer essa terra boa.... Um forte abraço deste meio paulistano e meio itiubense.

57 - Antônio Pereira de Queiroz - Cabrobó- PE

Nobre e dileto Fernando,
Parabenizo vc por esta brilhante iniciativa impar, pois um povo sem memória é um povo sem história. Desta forma, é um prazer poder falar na amável e hospitaleira Itiúba, apesar de não ser filho da terra (considero-me), comecei a amar este torrão do sertão Baiano, quando pela primeira vez, no ano de 1975, Tio Queiroz, muito conhecido desta Cidade, pois serviu a este povo como Delegado por muito tempo, levou-me a Itiúba. Foi amor a primeira vista. Voltei a Itiúba no início da década de 80 e no ano de 1983 cheguei a conclusão do antigo 1º grau, hoje ensino fundamental, no Ginásio Municipal, que quando ví na foto me emocionei muito e voltei no tempo lembrando-me dos amigos que estudaram comigo e dos professores da época. Queria ter permanecido aí, porém, o destino trouxe-me de volta a Cabrobó - PE, minha terra natal. Voltei a Itiúba em 1985 e depois alternardas vezes passo aí. Amo tanto este lugar que as vezes vou a Salvador e entro em Filadélfia só para visitar Itiúba, meus parentes que aí residem nem sabem que aí andei. Fernando, Deus ti abençoe soberanamente, foi um prazer enorme, do tamanho da Serra de Itiúba, dar este depoimento. muito obrigado, até mais breve deste Itiubense de coração
Antonio Pereira de Queiroz (Toinho)
Cabrobó (PE), 03 de outubro de 2008 - se alguém quiser contato - veja-me no Orkut ou pelos e-mail: maranata10@uol.com.br, maranata805@hotmail.com, apqueiroz1@gmail.com (87) 9939-4068 / 9163-6760

58 - Érica Pinto

Assunto: Site ITIÚBA DO MEU TEMPO

Cada vez que acesso o site me sinto feliz pelo fato de saber que ainda há itiubenses que procuram a todo custo mostrar a nossa juventude que temos um passado glorioso. PARABÉNS !!!!

59 - Robson Dias

Desde 1990 quando estive nessa cidade linda e dinâmica nunca mas deixei de ir. Foi amor a primeira vista. Já estão passados 18 anos. E hoje, com 30 anos, sou noivo de uma Itiúbense e meu projeto de vida é morar lá.
A obra é muito rica e faz-me recordar bastante algunas coisas de adolescente que passei em Itiúba mesmo que seja por poucos dias. Parabéns pela obra e espero mais novidades, tornando-me, se possível, um grande colaborador.

60 - Maria Osmíria Guimarães

Assunto: Tambem sou de Itiuba
Ola, quem fez esse site esta de parabens. Esta maravilhoso, ver minha terra natal assim pela net é muito 10.
Amo muito essa terra bjão no coração de vcs.

61 - Vânia Souza Oliveira (e-mail:

Venho através deste e-mail parabenizá-lo pelo site sobre Itiúba, pois, é a cidade onde meu Avô nasceu e por infelicidade saiu de lá e não mais encontrou seus familiares, isto já se passou mais de 60 anos.
E através do seu email tive a idéia de lhe pedir qualquer tipo de informações que vc puder me dar, sendo telefones de rádio, tv ou até mesmo do cartório de registros, tbém pode ser e-mails.
O nome dos pais dele:
Francisco Euzébio da Silva
Francisca Maria da Silva
Peço-lhe encarecidamente esta ajuda, pois, meu avô hoje se encontra viúvo c/85anos e chora muito dizendo que não pode e não quer morrer sem rever alguém de sua família da Bahia.
Não estou pedindo que procure-os para mim, mas que sim somente me dê estas informações, pois,já ficarei muito, mas muito grata.
Aguardarei qualquer informação.
Grata pela atenção.

Nota do Site: Quem souber de alguma informação e quiser manter contato com a Vânia, deverá mandar um e-mail para : vaniaso_2@hotmail.com

62 - José Domingos Peixinho

Olá galera da minha querida Itiuba espero que esteja melhor do quando sair da minha terra querida. um grande abraço a todos Itiubense e toda familia peixinho.

63 - jailton <glaucio-cs@htmail.com

Gostaria de saber notícias. Vivo em São Paulo há mais dez anos e sou de Piaus. Meu apelido é Gordo e sou filho da Nildete vendedora de peixe. Bom Natal e Feliz Ano Novo.

64 - Rosalina Morais

Ola, Fernando, conheci Itiuba em 2003, sou casada com um Itiubense, gostaria desaber como faço pra conseguir os dvd da da cidade. Muito obrigado

65 - Fernando Morais

Assunto: Fotos- pag 62- Maria pureza
Fiquei muito surpreso com a foto da minha tia, em seu site, ela nem imagina que existia esta foto,e tbm a casa de meu avo Pedro Henrique parabens pelo belissimo trabalho de recordações que me proporcionou.

66 - Marcelo José de Freitas

Boa Noite a todos os Srs. da familia Carvalho. Quero enviar esse hot para parabenizar a todos por esse trabalho tão bonito e dizer que assim que tiver contato com os amigos que deixei em outros estados, como Minas Gérais e mais alguns, vou mim sentir orgulhoso em poder mostrar á nossa béla cidade, digo tão bela que durante todos esses anos que morei fora nunca deixei de sonhar e sempre pensar nela. Parabéns mais uma vez a todos .

67 - Adriana Brito - Salvador - Bahia

Eu moro em Salvador com minha mãe e hoje, na aula de informatica, depois de 5 anos que não vejo minha Cidade, eu vi as lindas fotos dela e das pessoas legais que possuem o privilégio de morar nela. Por favor entrem em contato comigo atraves do e-mail e se não for pedir demais enviem fotos da cidade, dos eventos, de vocês que fazem a diferença e que lutam por uma cidade melhor.
Um grande abraço....

68 - Estelita Pinto da Silva - Salvador - Bahia

Adorei ver as mensagens a respeito de nossa terra. Eu nasci na Serra de Itiúba, moro em Salvador desde 1958, porém anualmente estou por lá. Muitos dos conterrâneos que deixaram mensagens foram meus colegas no "Goes Calmon"

69 - Miller Sous - Salvador - Bahia


oi Hugo. Meu nome é Miller. Tenho um amor tão grande por essa cidade, quenão dá pra explicar.nasci aí e morei aí até os 10 anos. desde então, eu vou aí em todos os feriados, férias, etc. moro em Salvador mas breve voltarei para aí.
Bem eu vim aqui pra citar mais palavras do nosso querido "Itiubês".
São eles:
*punchicói=Quando a pessoa fica muito grudada na outra:
*é de vera=é um tipo de "é verdade.".
bem, no momeno só me lembrei desses.mas procurarei mais e te mandarei ok?
Por favor , me responda viu?
Valeu.

70 - José Antônio Alves dos Santos - São Paulo - SP

Falar de minha terra é muito emocionante, pois sou de Camandaroba e tenho orgulho da minha terra. Moro em São Paulo há 21 anos e sempre que posso vou lá rever meus parentes. Sou primo de Leobino dos calçados em Itiúba e Jonas Trindade. Sou filho de Fausto Alves dos Santos e de Sancha. Abraço tio Nene da Fazenda Gato.

71 - Valmir Simões - Salvador- Bahia

Prezado Amigo Fernando //

Há poucos meses atrás eu participei da "OPINIÃO DO LEITOR", naquela oportunidade tinhamos alcançado 500 contos escritos neste site.
Parabenizava-lhe pelo números, juntamente com toda a equipe de colaboradores, mas eu dizia que não iria ficar somente nos 500, iríamos
bem mais adiante e hoje (13.12.08) fechamos 600 publicados, entre os quais tive a honra de participar com 252 contos ajudando desta forma
na complementação deste tão significante trabalho. Repito as mesmas palavras de algum tempo atrás, iremos bem mais adiante

 

72 - Luiz de Carvalho Ramos - Salvador- Bahia

Assunto: Coronéis itiubenses


Olá, parentes! Nos comentários sobre os coronéis itiubenses, vocês se esqueceram de falar no Major Clarindo (tenho a Patente dele, uma Caderneta) de Carvalho, meu, avô, casado Com Amélia do Chumbo, Altina - o caçula - casada com João Velloso Ramos, conhecido em Itúna, nos idos de 1923, como o "Primo do Seabra". Dessa forma, sou bisneto do coronel João Antonio. Gosto muito do site de vocês e me emociono sempre que visito. E visito muito. O velho Enoque, "casado" co Nevelanda, ainda vive, com quase 100 anos de idade. Sou advogado, tenho 60 anos e moro na Pituba. T.

Abraços e até mais,

Luiz

73 - Cícero Daniel Feitosa

Assunto: outras estórias


Nobre amigo, trabalhei quatro anos em itiúba, tenho uma admiração enorme pela população, na sua grande maioria, salvo algumas exceções, e vasculhando a net vi o site e acabei lendo alguns "causos". Gostaria de saber se tem algum que fale sobre "Gabriel Simões", um grande amigo e por quem tenho muito respeito. Abraços.

74 - Antônio Ricardo da Silva Benevides - Salvador- Bahia

Olá, Fernando

Gostaria que você divulgasse em seu syte, que os itiubenses que desejarem adquirir o livro recém lançado, cujo título é "Itiúba, minha terra, minha gente", deverão entrar em cotato através dos telefones (71) 33290989 e (71)99643088 ou pelo e-mail : Centromusical1@bol.com.br
Desejo-lhe um feliz natal e um ano novo cheio de saúde e paz.
Antonio Ricardo Benevides

75 - Andrea Carvalho - São Paulo - SP

Boa noite sr Fernando

Desculpe enviar um email assim, o senhor não me conhece mas sou filha de uma itiubense o sr Manoel Marcones Pinheiro, filho de Jose Alves Pinheiro e Isabel de Jesus Fernandes Alves e irmão de Jose Carlos Pinheiro. Meu avô trabalhou nas obras da barragem , era funcionário do DNOCS. Meu pai saiu de Itiuba em 1968 aos 15 anos de idade rumo a São Paulo e nunca mais retornou a sua terra natal. Venho parabenizá-lo pela iniciativa de criar um site tão rico de informações como o (itiubadomeutempo) cresci ouvindo as histórias do meu pai e gostei muito ver fotos antigas e atuais de sua cidade natal. Só tenho uma pergunta a fazer e caso voce possa me responder, pois vi que o sr ainda não mudou seu titulo de eleitor e sempre retorna a Itiuba. A professora Perpétua ainda mora em Itiúba, o sr tem notícias, meu pai se recorda muito dela e queria saber notícias.

Obrigada pela atenção...
Andrea Carvalho
afpcarvalho2@hotmail.com

76 - Rogério Silvério de Farias - Cascavel - Paraná

Parabenizando o site sobre Itiúba, com sua geografia e história maravilhosa. Conheço Itiúba apenas de pesquisas exaustivas para a minha ficção, mas quem sabe futuramente eu a conhecerei in loco. Em breve lançarei um livro em papel de contos. Num desses contos Itiúba é cenário de uma trama fantástica, trata-se do conto Manuscrito Encontrado Num Casebre Abandonado, visto no link abaixo. Seria interessante divulgar esse conto no vosso site, pois ele é o campeão de leituras na internet, no que se refere a minha obra de contos. Fiquei contentíssimo com o áudioconto, que foi muito bem narrado. No mais, esse nosso Brasil, com suas cidades de geografia e história fantásticas, precisam ser divulgados em escolas e sites.
O link do conto, caso lhe interessar postar a peça no vosso estupendo site, e , destarte, divulgar minha ficção e Itiúba, cenário da peça literária:
http://www.contosdeterror.com.br/contos/manuscrito.html

ou na forma de audiolivro (mp3) no link: http://www.4shared.com/file/70164040/f42dff3a/Manuscrito_Encontrado_em_um_Casebre_Abandonado_-_Conto.html

77 - João Marcos

Itiúba muito bela, gosto muito.

78 - Emídio Tenuta

Caro Fernando,
Antes de tudo gostaria de parabenizá-lo pelas lindas fotos. Não sou da terrinha (Itúba), mas, minha mãe, tios e avó são dessa terra maravilhosa.
Minha avó foi uma das fundadoras do açude de Jacurici e, também, parteira da localidade Camandaroba.
Em 2006 estive em Itiúba, onde passei 10 dias férias, achei bastante mudada desde a época de garoto.
Se tudo der certo pretendo passar alguns dias de férias em Itúba e Camandaroba.
Fiz amizade com muita gente boa dessa cidade, fui ao clube, achei bacana. Mais uma vez agradeço pela oportunidade de rever essas fotos lindas.
Um grande abraço,
Emidio

 

79 - Antônio Raimundo Simões de Carvalho Dantas

Sou neto de Álvaro da Silva Carvalho e de dona Ana Simões de Carvalho, conhecida como Nazinha. Gostaria muito de entrar em contato com qualquer pessoa de Itiúba. Sou apaixonado por essa terra maravilhosa, onde brincava na praça, subia as serras para caçar passarinhos de badogue, com meus 10 anos de idade, juntos com meus primos Jorge Moinhos de Carvalho, José Manuel Simões de Carvalho, Rita, Conceição , Simone e Raimundinho. Andava de bicicleta pela cidade toda. Meu tio Antoninho e minha mãe Maria Carolina Simões de Carvalho Dantas, eram filhos de Itiúba. Um grande beijo para todos e saudades. Minha família ainda tem uma fazenda chamada de As Pedrinhas, mas, já tem 10 anos que eu não apareço lá. Um dia eu vou visitá-la. Quem toma conta de lá são meus primos Jorge, Rita, Conceição e Simone. Pelo que descobri, pelo site, a minha familia foi a pioneira em Itiúba e isso eu não sabia. Fiquei muito alegre em saber. Gostaria de saber se existe ainda a fazenda Salgada. Contato 8836:2799 ou 9615:8578

 

80 - Glaucio de Sousa Gama - São Paulo - SP

Meu pai fala muito daí. Eu gostaria de ver fotos da selecão de futebol gue disputou o intermunicipal entre 1992 e 1994. Ele fala muito do Açude Jacurici. Bom carnaval. Eu moro em São Paulo.

81 - Eunice Martins

Gostaria de parabenizá-lo pelo trabalho lindo que vc faz, matando a saudade dos itiubenses que moram longe há tanto tempo mas que nunca esquecem sua cidade natal, assim como eu.
Fernando, se não for pedir demais, gostaria que vc fotografasse um pouco mais o Camaleão e a Camandaroba pois me criei naquela região, morro de saudades mas tem +ou- 25 anos que não vou ai. Agradeço-lhe desde já. Um abraço.

 

82 - Everaldo Menezes - São Paulo - SP

Ola..
Fernando sou itiubense da fazenda Pedra Solta, mas, minha família toda é de Itiúba. Sou neto do Sr Herculano e da dona Caboquinha e afilhado da professora Dária e do Sr. Hélio, aquele que era deficiente visual mas que andava toda a cidade e jogava xadrez na casa lotérica do Zé, pai do André. Foi muito bom quando encotrei o site e vi alguns depoimentos de pessoas conhecidas e de pessoas também desconhecidas que têm a mesma gratidao por ter vocês que, de alguma maneira, nos faz voltar às nossas lembranças já que moramos em São Paulo desde 1988. Abraço a todos e espero logo poder rever todos.

 

83 - Marta Dias (marta.iep@hotmail.com) - Goiânia - GO

Assunto: Morador de Itiuba

Parabéns pelo site. Espero que através da sua iniciativa eu consiga encontrar a família do meu tio (falecido em 2008) Sr. Salvador Leandro dos Santos, filho de Moisés Pereira Bisco e Isabel Leandro dos Santos. Meu pai perdeu o contato com sua família há mais de 60 anos (faleceu em 2007 com 85 anos) e gostaria muito de encontrá-los. Recentemente tive uma informação de que o Sr. Salvador, um dos irmãos do meu pai, morava em Itiúba. Não conheço ninguém na cidade e gostaria de saber se posso contar com a sua ajuda para encontrar a família do meu tio, e, através deles, localizar os outros irmãos do meu pai. Por favor, me ajude!! Você é uma luz no fim do túnel, se for possível informe telefone de jornal ou rádio para que eu possa veicular um anúncio. Não sei nada a respeito da família do meu tio, só tenho o nome dele e dos pais e dos irmãos: Luis Leandro dos Santos, Ana, Mariazinha e Zezinha. Aguardo anciosa por sua ajuda. Que DEUS o abençoe.

Atenciosamente,Marta Dias - (e-mail: marta.iep@hotmail.com)
Goiânia - Go

84 - Priscyla Dias

eu amo minha cidade Itiúba

85 - Albérico Ferreira dos Santos

Querido itiubense achei otimo sua atitude de publicar fotos da cidade de itiuba. Mas gostaria muito de ver fotos tambem dos bairros e nao só do centro.Obrigado Albérico

86 - Cláudia (cal.andra@hotmail.com)

Fernando, sou filha de Itiúba, mas já faz doze anos que não faço um passeio pela cidade, inclusive perdi o contato até com parentes que ainda vivem lá. Gostaria de saber se vc pode me enviar fotos mais recentes dessa cidade tão encantadora e que gosto muito. Pretendo também reaver os meus contatos, mas ainda não sei por onde começar.
Obrigada.
Aguardo resposta.
Um abraço.
Cláudia

87 - Humberto Nascimento dos Santos - Vera Cruz - Bahia

Sr Fernando parabéns por este lindo trabalho que você faz resgatando a memória da nossa querida Itiúba com lindas fotos que me fez relembrar a minha infância. A foto da represa de coité me fez voltar ao ano de 1951 quando morávamos em frente naquela época chamava-se açude do coité, no ano de 1955 vim para Salvador onde morei até me aposentar hoje resido na Ilha de itaparica município Vera Cruz, mais a minha itiúba não me sai do coração sou filho de Antônio Nascimento falecido minha mãe continua morando em itiúba hoje com 92 anos de idade que a mão de Deus esteja sobre ti, protejendo,orientando e dando sabedoria paz e saude para dar continuidade a este trabalho abraço.

88 - Tamara Silva

Gostaria, se possível, ver como está atualmente a praça do beiju, procurei em todos os sites e não encontrei. Tem três anos que não vou aí, queria matar a saudade! obrigada tamara.

89 - Sandra Moreira

Eu adorei ter feito uma visita ao site de Itiúba , na verdade nem sabia que existia , achei fantástico, vc está de parabés! Para nós que somos amantes de Itiúba não tem coisa melhor que fazer uma visita ao passado,. amei de verdade! Amo minhas raízes e acima de tudo , admiro muito os adeptos as sua origens!!!
Sandra (sandradmoreira@hotmail.com)

90 - Francisco de Freitas

Sou Sgt reformado da FAB. Tive o prazer de conhecer o então jovem Ten Djalma Paixão dos Anjos, na Ilha de Fernando de Noronha. Estive em Itiuba, sou irmão de Getúlio de Freitas, ex feitor da Leste em Itiúba. Meus antepassados são de Itiúba a referência que tenho é que meu bisavô Guilhermino de Freitas mudou-se para Campo Formoso e lá sua filha Cicia casou-se com o coronel Manoel Galvão. Se alguém tiver alguma informação sobre minha família, favor informar. Abraços.
Antonio Francisco de Freitas (freitas.af@hotmail.com)

91 - João Mário

Eu gosto de Itiúba.
João (joaomarioaspas@yahoo.com.br)

92 - Cláudia Hafner

o meu pai me conta historias sobre meu avo (que vivia em itiuba)ja fui la 9 vezes e gostei muito meu avo morreu a pouco tempo e vou visitar minha avo dia 20 bom vou deixar meu e mail caso algum parente quera deixar recados(cacahafner@hotmail.com).

93 - Robson do Nascimento (robson.x.nascimento.-nd@espn.com)

Legal. Me diverti bastante. Sugiro criar fotos mais recentes. Obrigado e parabéns.

94 - Leonildo Fariaqs (leonildo-farias@hotmail.com)

Assunto: Puxa! As fotos estão lindas de minha terrinha que tanto amo.

95 - Cirilo (cirilo.m@hotmail.com) - São Paulo - SP

Sou natural de Itiuba e, atualmente, moro em São Paulo ,mas, assim que posso mato a saudade vendo as fotos da nossa cidade. Parabéns a todos itiubenses.

96 - Ronaldo de Sá Homem (cristiniana2009@hotmail.com) - São Paulo - SP

Parabéns! Gostei deste site que fala da cidade de meus pais e avós. Sou paulista mas ja fui muitas vezes à Itiúba, inclusive casei lá com uma bahiana. Parabéns se poder me envie fotos no meu email obrigado.

97 - Erica Pinto (ericalan_1982@hotmail.com)

Acho maravilhoso ler todas essas crônicas que nos fazem viajar a um tempo mágico e conhecer as nossas origens... Que bom que ainda temos pessoas que procuram manter viva a história do nosso povo. PARABÉNS!!!

98 - Wellington Castellucci Juniro (wcastellucci@yahoo.com.br)

Parabéns aos elaboradores desse site. Embora não seja natural de Itiúba, fiquei bastante alegre ao perceber como um site consegue reconstruir laços de amizade e resgatar saudades de pessoas que hoje moram em várias partes do Brasil e no exterior.
Eu gostaria, em verdade, de consegui o contato do Sr. Luiz de Carvalho Ramos, morador na Pituba -Ssa. Sou um pesquisador da História de Itaparica e creio que ele ficaria também muito interessado em contatar comigo. Afinal, o seu pai foi administrador de uma área praieira lá pelos idos dos anos cinquenta e teríamos muito o que conversar. Caso alguém tenha condições de me informar, favor enviar referência para o meu e-mail.
Obrigado e parabéns a todos.
Até breve.

99 - Liliane Oliveira (lilly.16@hotmail.com)

Itiúba mas que cidade linda...

100 - Ciro Roberto (ciro.roberto@ig.com.br) - São Paulo - SP

Eu sou filho de Itiúba com muito orgulho,sou fiho de Robério Azeredo,e o que tenho a dizer que estão de parabéns pelo belo trabalho, Itiúba precisa de homens como voces, espero que a nova geração tenha vontade de fazer algo por sua terra natal.
Eu moro em SÃO PAULO, há mais de vinte anos e sempre posso, vou passea em minha terra Natal, rever a familia e os amigos que lá deixei, e sei que, este é lugar certo para recarregar as energias e voltar a maratona de SAMPA.
Abraços meus amigos conterraneos,

101 - Zacarias Junqueira dos santos (Zacariasjunqueira@hotmail.com)

Assunto: 1.ª FESTA DO VAQUEIRO

Sou o Zacarias Junqueira dos Santos, filho de Abdon Junqueira da Silva, quero dizer aos responsáveis por este tão louvável meio de comunicação(site) que tenho a foto da 1.ª Festa do Vaqueiro, realizada aqui em Itiúba, no dia 27/02/1962. Ela teve como um dos principais organizadores o meu pai Abdon Junqueira da Silva. A foto foi tirada defronte da casa onde mora, hoje, minha mãe, dona Damasia Junqueira dos Santos, na antiga Rua São Bento, ao lado da casa dos herdeiros de dona Djanira Pitanga. Estamos à disposição. um abraço.

102 - Raimundo Fernandes de Araújo (raimun2009@gmail.com)

Tenho orgulho de dizer que sou de Itiúba.Pouco visito Itiúba,mas ela vive no meu coração.Parabens ao edealizador do site,nossa cidade merece ser ovacionada.Penas que seus governantes trataram com pouco carinho.Um abraço a todos conterraneos.


103 -Desdeth Simões de Carvalho (simoesdecarvalho14@hotmail.com)

Assunto: saudades

ITIÚBA EU ADORO VOCÊ E O POVO DESTA TERRA.

104 -Pr. Edilson (edilsonamorim@hotmail.com)

pr.Edilson (pr.edilsonamorim@hotmail.com)

Parabenizo essa cidade pelo o seu desenvolvimento. O meu abraço a todos os reprentantes e moradores dessa linda cidade

105 -Marta Maria Dias dos Santos (marta.iep@hotmail.com) - Goiânia - Goiás

Assunto: Procuro parentes em Itiuba

Fernando,
Parabéns pela bela iniciativa. Preciso muiiito da sua ajuda. Meu pai nasceu em Feira de Santana - Ba, de onde saiu muito jovem. Ele perdeu contato com sua família e recentemente tive uma pista que tem um irmão dele que mora na cidade de Itiúba. Ele tem 02 irmãos Salvador e Luis, as irmãs Ana, Zezinha e Mariazinha, filhos de Moisés Pereira Biso e Isabel. Avô paterno Manoel Pereira. Foi criado na fazenda do seu avô após a morte de sua mão no município de Serrinha. Meu pai faleceu sem reencontar seus irmãos. Desejo muito conhecê-los, e conto com sua ajuda, pois tenho certeza que tenho muitos primos morando aí.
Conto com sua ajuda e divulgação da minha história Por favor me ajudem!!

Contato: marta.iep@hotmail.com
Marta

106 -Denival Andrade (denival.andrade@yahool.com.br) - São Paulo- SP

Olá! Minha mãe nasceu em Itiúba, em 12/08/1925, em um lugar chamado Fazenda Olho D`Água, filha de Sr; Antônio e Dona Carolina. Foi perdido o contato já há muitos anos ,mas, seria legal conhecer parentes. Se alguém conhecê-los e quizer manter contato ficarei muito grato! Moro em São Paulo e gostaria de conhecer parentes em Itiuba. Grato ! Denival.

107 - André Luiz Araújo (andreaiaifm@hotmail.com) - Saúde - BA

Parabéns pelo site.
Sou filho támbem desta terra , faço rádio aqui em SAÚDE aproveito para mandar ai o meu site .wwww.espacoaberto.net
conto com sua colaboração. abraços.André Araújo,radialista D.R.T 3.572/BA

108 - Aldenor dos Santos Freitas

Estou te encaminhando uma das belas paisagens que a nossa Itiúba tem.
Essa serra chama-se "Serra do Velho" e está situada na Fazenda Matinha,
a 8 Km da sede do Município, ou seja, em frente a Fazenda de propriedade
do Sr. José Pinto de Freitas (Zeca da Matinha).
A pessoa que está te encaminhando esta foto é o filho de Zeca da Matinha,
o mesmo que, algum tempo atrás, te pediu que incluisse o meu pai nesse
maravilhoso trabalho de vocês pois é uma figura histórica de Itiúba e não
merecia ficar de fora.
Aproveito o momento e quero agradecer a voces em nome de toda a familia.

109 - Paulo Alberto Barb Mascarenhas (paulo_1000tretas@hotmail.com)

Saudade de itiúba.
Aqui é mais um paixonado por itiúba.

110 - Marcos Villas Boas (marcosvbf1982@gmail.com)

Quero te parabenizar por esse trabalho maravilhoso que você faz nesse site de fotos de Itiúba. É só assim que pessoas que estão longe de seus familiares e de sua cidade podem matar um pouco a saudade que sentem de sua terra natal. Meus parabéns. .Eu morava no Bairro do Alto e deixei filho, esposa e outros familiare lá, mas, vou buscá-los .

111 - Janete Rabelo Marchesini (janete_rabelo13@hotmail.com)

Eu sou filha de Joao Rabelo da Silva, mais conhecido, com Joãsinho do Béu. Achei linda a cidade que está ficando cada vez mais linda. Meu pai fazia festa do vaqueiro, inclusive, a Praça do Vaqueiro foi um dos incentivos dele eque esta linda por sinal. Abraços.

112 - Reginaldo Araújo Silva (regozigo@hotmail.com)

Olá Sr. Fernando. Fiquei muito emocionado ao ver esses comentários sobre a minha amada itiúba.
Por favor sabe dizer-me se o Feijão Cru ainda é vivo? Por acaso conhece a história de um certo Rufino que dizem ter brigado com um lobisomem na Calçada de Pedras?

113 - Reginaldo Araújo Silva (regozigo@hotmail.com)

Assunto: Agradecimentos
Caros conterrâneos e colaboradores deste site maravilhoso. Hoje, através destas fotos, mais uma vez pude viajar para minha amada Itiúba .Através deste site eu vi até o Beijar, a seleção dos anos 60 que, possivelmente, o meu pai tenha jogado, como dizia ele, de beque esquerdo. Meu pai é o saudoso Juvenal Batista, sogro do ex: Padre Sandro Vaspasiane. Deixo um forte abraço para todos. Fiquem com Deus.

113 - Guy Veloso (guyvel@amazon.com.br)
Assunto: Personagem local
Se possível, gostaria de uma info. de Itiúba: ainda está nesta cidado um Sr. penitente, Adebaldo de Jesus? Ele saiu pela caatinga pregando o evangelho com um coração eucarístico preso ao peito.

114 - Ivete Pimentel Andrade (ivete.andrade@movitechbrasil.com.br)

Assunto: parabéns
Caro Fernando,
Parabéns pelo conteúdo do site , é a primeira vez que vejo e fiquei feliz e com muita saudade da nossa terra.
Sou filha do Evaldo Andrade
Abraços

115 - Zélia Pimentel Andrade - Rio de Janeiro - RJ

Foi realmente uma época imemorável. São recordações que emocionam... . Creio que vivenciamos experiências de crescimento pessoal em todos os aspectos. E, que contribuiram para uma formação sólida de exercício de cidadania.
Chorei muito ao ver as fotos da nossa turma e as fotos de Itiúba são lindas demais...
Fiz parte da Associação de Poetas Profissionais do Estado do RJ. Tenho alguns "escritos" e gostaria de contribuir com " Crônicas escritas por itiubenses". Pode ser poesia, poemas, contos, escritas livres? Ou apenas crônicas?

 

116 - Maria José Souza da Silva (maria.jose.fag@hotmail.com) - São Paulo - SP

Assunto: receber mensagem de Itiúba,Cansanção, Monte Santo e região.

Olá, caro conterrâneo tudo bem!
Sou natural de Monte Santo-Bahia, mas, morava em Cansanção. Atualmente moro em São Paulo, ja faz alguns anos. Saudade é o que não me falta da minha cidade querida. Gostaria de receber e-mails de moradores dessas cidades citadas acima. A minha familia mora na região de Piaus, Taquarí, Camandarobabela. Vista, Poçinhos, dentre outros. beiiiijoooooos.

117 - Ailton Felix de Souza (halyson_15@hotmail.com)

Eu, ouvindo a radio, ouvi sua indignação com a falta de respeito da embasa com o povo. O povo é tão culpado quanto a Embasa. Todas eleições, em itiúba, chegam deputados que nós nem conhecemos e nós caimos nas mentiras de cabos eleitorais que vem até a mim, até voce e até o povo, prometendo os céus e as estrelas e nós caimos nas mentiras desses políticos ladrões e mentirosos. O povo sai perdendo e esses cabos eleitorais vendem os eleitores enchem suas contas bancárias e dos seus cordenadores da mentira e o povo que se liche.
Temos que aprender a gritar pela nossa independência diga não aos ladrões e aos enganadores mentirosos!
Você conhece algum itiubense político que esteja empenhado na questão da falta de água?
Eu não conheço nem um!!!
Acorde eleitor no ano que vem tem eleição!

118 - Jessica (jessy-showdebola@hotmail.com)

Assunto: Essa cidade é linda. Eu amo esa cidade de coração.

119 - Antônio Ricardo da Silva Benevides (centromusical1@bol.com.br) - Salvador - BA

DESEJO A TODOS COLABORADORES
DO SITE " ITIÚBA DO MEU TEMPO",
UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE PAZ

120 - Everaldo Menezes (everaldomsreis@.com.br)

Caros Itiubenses criadores deste site maravilhoso. Através de vocês posso matar a saudade de nossa terra querida, consigo ver depoimentos de pessoas conhecidas que faz algum tempo que não vejo e, também, de história que eu tenho bastante conhecimento. Muitos personagens, como o seu Jeep Sapateiro que consertou muito sapato para mim. Queria agradecer vocês pelo trabalho e desejar a todos um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de paz e saúde. Sou everaldo, filho de Manoel Reis lá da Pedra Solta, sou sobrinho de Liobino, e neto da dona Caboquinha. Um abraço a todos que fazem esse trabalho e a todos que visitam esta página.

121 - Denival de Andrade (denival.andrade@yahoo.com.br)

Assunto: meus avós
Ola pessoal! Alguém conhece meus avós Antônio e Carolina Barreto da Silva ?

 

122 - Hildemar Cerqueira de Carvalho (Denda)-(hildemarcarvalho@ig.com.br)

Assunto: ITIUBA JÁ MAIS TE ESQUECEREI!!
Olá! Quanta recordação da minha juventude, nesta cidade cheia de encantos. Quando não posso lá estar este "site" me leva.
Sou filho de um dos colaboradores deste "site" Hildebrando (Banduca).
Abraços,
HILDEMAR CERQUEIRA DE CARVALHO (DENDA)

123 - Max Brandão Cirne - (maxbrandaocirne@hotmail.com)

Oi Ivan:
Que bom esse seu maravilhoso portal sobre Itiúba. Fomos colegas na escola primária. Fui aluno da saudosa, querida e lembrada professora Lýgia, sua mãe. Estudamos no Góes Calmon e no prédio da "Rádio Itiúba"
Por um momento naveguei e embalei minha infância no tempo. Lembro-me de vc, do César e do Tarcisio com suas palhaçadas a fazer todos darem ótimas risadas.
Sucessos e parabens.

124 - Max Brandão Cirne - (maxbrandaocirne@hotmail.com

Casualmente descobri em meio aos meus alfarrábios, menos de duas semanas atrás, algumas crônicas exclusivas sobre Itiúba escritas por volta de 1973-74.
Ao relê-las, dei muitas risadas. Segue aquela linha de evidenciar personagens e histórias de Itiúba.
Caso haja interesse em torná-las parte deste portal, disponham.
Fraternalmente.

125 - Max Brandão Cirne - (maxbrandaocirne@hotmail.com)

Assunto: Jaraguá.

Oi Hugo, Fernando e demais:
Viajando pela internet com vistas a preparação de um trabalho acadêmico, deparei-me com o portal "Itiúba dos meus sonhos".
Viajei no tempo, eu que voltei no tempo e estou residindo, novamente, em Itiúba. Meu nome é Max Brandão Cirne filho do falecido Joaquim Brandão Cirne. O portal está uma delicia, porém quero deixar registrado que a brincadeira do "jaraguá" tem paternidade e ela é atribuída ao meu pai Joaquim Brandão Cirne que, na sua juventude trouxe vários folguedos para cá, gastando do seu próprio bolso grandes quantias. Assim, papai organizava anualmente a festa do bumba-meu-boi em que homens vestidos a caráter lutavam cadenciados de espadas feitas de madeira. A jaraguá espetáculo concomitante, era carregada, anualmente, pelo Aloísio Gonçalves, irmão do Isnard que foi bilheteiro e porteiro do cinema do Bertinho, seu irmão. Não sei, pelo tempo que se passa impiedoso aonde papai tirava aquelas ideias. Acredito que trouxe de Jupaguá que fica na chamada "Carreia do Rio São Francisco" quando alí residiu como funcionário dos Correios e Telegráfos. Sempre morou no bairro do alto de onde descia com
sua "troupe". Espero que o jaraguá, a partir de hoje tenha sua autoria e criação (em Itiúba),atribuída ao meu pai.
Temos mais de quarenta anos que nos vimos. Sou historiador, professor do Estado, Advogado, jornalista, escritor publicado, acadêmico da PUC-Rio, etc.
Continuem nessa fonte de inspiração e de recordação.Parabéns.
Abraço amigo e fraterno.
Max Brandão Cirne

126 - Jailton- (glaucio-cs@hotmail.com
Gostaria de saber noticias. Vivo em São Paulo há mais de dez anos. Sou de Piaus, meu apelido é Gordo e sou filho da Nildete vendedora de peixe.

127- -Isabel Cristina (isabelcguimaraes@ig.com.b
Olá,
Adorei o site. Sou a Isabel Cristina, filha do Joâo "Três Quinas", moro em São Paulo há mais de 20 anos e adorei este site onde pude matar a saudade da minha terra natal, obrigado por ter lembrado do meu pai, falecido em janeiro/2010.
Isabel Cristina

128 - Letícia da Silva Santos - (letisilva2.5@hotmail.com)
Assunto: procuro familiar.
Através desta mensagem desejo encontrar meu avô ou algum parente. Minha mãe nasceu em Itiúba e com 10 anos veio embora com a sua mãe e nunca mais voltou a sua cidade natal e nunca mais viu seu pai que se chamava Ricardo Andrade da Silva. Ela ficou muito magoada pois era criança e nao poderia ir la vê-lo e ele nao a procurou aqui em Salvador. Mas eu tenho um desejo enorme de conhecê-lo e espero, através desse meio de comunicação, encontrar meu avô seu Ricardo. o nome da minha mãe é Vera Lucia Da Silva Santos.

129 - Estelita Pinto da Silva - (estelitapinto@uol.com.br)
Assunto: 80 anos de Bertinho

Meus caros,
Tudo que voces escreveram aqui a respeito de Bertinho aianda é pouco. Eu
tenho muito orgulho de ser sua conterrânea, além do que fui sua vizinha na
minha infância. Parabéns a ele e a toda sua família, especialmente a você
Fernando

130 - Humberto Pinto de Carvalho - Salvador - Bahia

Fernando,
Creio que existe um propósito superior de encarar a realidade. E, para os irmãos Pinto de Carvalho que receberam do nosso pai e da nossa mãe carinho, respeito e sorte aliada a boa índole transmitida aos nossos ascendentes, é para eles, de saudosa memória, aqui o nosso reconhecimento.
Política é para quem nasce predestinado para tudo.... Quando se escolhe uma carreira profissional tem que esquecer o lado da vida sem esforço e seguir o destino, mesmo com sacrifícios pessoais. Quando casa assume os seus atos perante a família. Quando se procura ajudar os seus irmãos, parentes e aderentes deve olhar para suas origens e pensar que as oportunidades na vida são para poucos. Quando pedi aos meus pais para ser emancipado aos quinze anos de idade fui atendido. Ali, naquele instante, assumia um compromisso formal com todos vocês. Seu depoimento registrado no site Itiúba é para mim gratificante e uma prova da nossa união familiar. Com boas ações praticadas neste vale de lágrimas que é a vida, somos gratos aos nossos predecessores que deram a Itiúba uma família como a nossa .
Vamos continuar assim como exemplo para muitos que desconhecem o que é ser feliz. Abraços do Bertinho

 

131 - Carlinhos do Dr. Nogueira

Assunto: Você me fez o homem mais feliz do mundo

Percorri meio mundo, andei por mais de 15 países, mas nada, Itiúba é única!
Chorei de felicidade quando vi a homenagem que você me fez, registrando aquele momento de profunda felicidade, por nós vividos, nos idos dos anos 50, narrando sobre o meu famoso carneirinho, "O Bulgarim", nome este colocado pela minha tia/mãe.
Já fiz tudo que pude fazer. Agora a meta é voltar, para a nossa querida Itiúba! Rever os queridos amigos e com toda certeza voltar a ser feliz.
Quando chegar ai,colocaremos a contabilidade em dia, ou seja: falaremos muito e sobre tudo, certo?
Um forte abraço do seu velho amigo Carlinhos, "O Golfinho", Lembra?

132 -Gilson da Silva Bezerra (songilbezerra@hotmail.com)

Assunto: Padre Severo

Bom dia eu estou fazendo um pesquisa para monografia, sobre o Padre Severo e gostaria de saber se vocês podem me ajudar a encontrar mais informação sobre ele. Obrigado.

133 - Ciro Gabriel Carvalho (tenpmciro@yahoo.com.br)

Olá amigo, gostei muito do site... Vivi a minha infância aí em itiúba, sou filho de Cloves Carvalho e neto de Josias Carvalho...
Na foto 025 onde você faz a seguinte descrição:
"Prédio onde, no primeiro andar, funcionou a Rádio Cultural de Itiúba. No térreo ficava o Bar do Zé Dantas."
Na verdade, a maior parte do anos, desde 1986 - eu acho - funcionou o bar de meu pai. Cujo nome era Bar e Restaurante Cirus Bar. Este nome perdurou até inicio dos anos 90. O prédio pertenceu a minha família até meados de 1997. Tenho muitas fotos, vou procurar com minha mãe e te envio.
Você deve ser meu parente, pois os Carvalho de Itiúba eram primos, mas meu pai era filho único.

134 - Raimundo Felix de Almeida (ray.felixalmeida@hotmail.com)

Que saudade dessa cidade maravilhosa. Tenho muita saudade mesmo. Por favor mande-me umas fotos para o meu e-mail, de tudo, incluindo pessoas humildes e simples. Agora moro no Rio de Janeiro. Abraço

135 - Márcia Andrade ((luznoronha@hotmail.com)

Olá meu nome é Márcia e gostaria de ter informações sobre a familia de Paulo Félix de Andrade, filho da srª Rosana Silva, ambos naturais de Itiúba-Ba.
Obrigada.

136 - Ivanir Simões (ivanirssp@yahoo.com.br) - São Paulo

Olá tudo bem, eu estou mandando essa mensagem porque talvez vocês conheçam a minha mãe. Ela também é de Itiùba, mas nós os filhos somos de São Paulo, mas ficamos felizes por conhecer a Itiúba por um dvd, e, me aprofundando, descobri que minha mãe é parente do coronel Aristides Simões que botou o lampião pra correr. Queria conhecer melhor sobre a história da minha mãe, porque pouco sabemos sobre a sua família, mas ela falava muito de uma chamada Helena que já é falecida. Minha mãe hoje é muito doente, mas ela tem vontade de rever pessoas que há tantos anos não vê.

137 - Ana Maria Vau - Alemanha

Que PPS maravilhoso! Muito obrigada por lembrar de mim. As imagens sao fantásticas! Tão real! Fiquei por demais emocionada ao rever as serras, a igreja e principalmente a casa e o armazém de meus avós. Foi impossível segurar as lágrimas, as saudades dominaram.

Parabéns Fernando, este PPS é pura ARTE. Muito bom gosto na realização!

138 - Djalma dos Anjos - João Pessoa - Pb

Quero externar a minha emoção ao "degustar" esse trabalho poético do nosso Eguinaldo Souza Paixão, colocado sob a forma de PPS pelo nosso Huguinho, demonstrando sempre o amor que a nossa Itiúba desfruta no seio dos seus filhos.
Um FELIZ ANO NOVO para todos os Itiubenses de Ontem e de Hoje.

139 - Humberto Pinto de Carvalho - Salvador - BA

Gostei do trabalho do PPS. Representa a história narrada em poucas palavras, com pano de fundo, com boas fotografias. Temos que continuar com nosso do trabalho na busca da memória itiubense. Parabéns para você e Huguinho.

140 - Marta Dias dos Santos (marta.iep@hotmail.com) - São Paulo

Você não em idéia da emoção ao receber tão belo poema ilustrado com imagens de encher os olhos. Não conheço Itiuba, mas meu interesse por esta bela cidade surgiu quando descobri que nela reside um tio irmão do meu falecido pai. Infelizmente não conheci os irmãos do meu pai que deixou a cidade de Serrinha - Ba aos 18 anos deixando para trás sua família. Após vários anos procurando tive informação que um dos meus tios mora em Itiúba, não sei ao certo o nome pois ele tem 02 irmãos Luiz Leandro dos Santos e Salvador Leandro dos Santos. Meu pai faleceu em 2007 aos 84 anos, portanto seus irmãos devem ter aproximadamente oitenta e poucos anos. Desculpe tomar seu tempo, mas o meu sonho é encontrá-los, se você puder ajudar ou indicar alguém que possa ficarei muito grata. Segue dados que poderão ajudá-lo.

Nome do meu pai (já falecido) - José Leandro Dias - data de nascimento: 23/05/1923
Filiação: Moisés Pereira Bispo e Isabel Leandro dos Santos
Irmãos: Luis Leandro dos Santos, Salvador Leandro dos Santos, Ana, Mariazinha e Zezinha.
Qdo meu pai saiu do seio da sua família eles moravam na fazenda Campo Formoso no município de Serrinha de propriedade do seu avô paterno Sr. Manoel Pereira.

Um grande abraço, e obrigada pelo belo poema.

141 - Cirilo Souza (cirilo.m@hotmail.com) - São Paulo

Oi Egnaldo valeu! Eu também sou Itiubense. Belas fotos! Valeu! Até mais.

142 - Max Brandão Cirne

Oi Fernando:
Sempre me delicio com o que vcs escrevem sobre Itiúba.
Você, o Hugo seu irmão e o Valmir Simões são os maiores "itiubeiros"
.
Viajo muito no passado.
Continuem firmes.

143 - Gerson Reis da Silva(reisdasilvagerson@gmail.com) - Aracaju - SE

Gostaria de ver fotos de Rômulo Campos e da psicultura. Tenho o maior orgulho de ser filho de Rômulo Campos. Hoje moro em Aracaju (SE) mas sempre que posso compareço a minha, se deus quiser, cidade de Rômulo Campos. Meu nome e Gerson, conheciodo na regiao como Le; filho de Liberato do DNOCS.

144 - Valmir Simões - Salvador - Bahia

Amigo Fernando //
 
Aproveito a coluna do leitor, para registrar a marca de 300 histórias, escritas por mim no seu site, sempre com o objetivo de colaborar com esta magnifica e brilhante idéia de contar as coisas da nossa Itiúba de uma maneira engraçada e, por que não, educativa, demonstrando a nova geração de itiubenses, como eram os nossos dias nesta linda cidade.

145 - Hugo Pinto de Carvalho - Feira de Santana -Bahia

Gostei bastante desta crônica (Parabéns Valmir!!!). Valeu por vários aspectos. A memória farta do Valmir, o amor pela Itiúba, o carinho pelos amigos, e, principalmente, porque ele registra tudo relacionado com a velha terra, não esquece nada. Parabéns a voce também que teve a idéia de homenagear o moço pelas 300 crônicas que vem enriquecendo, e muito, o Site. Quisera que todo itiubense fosse igual ao Valmir. Não esquece nunca a nossa velha e querida Itiúba.

146 - Max Brandão Cirne


1 -  “Apelo” de Humberto Pinto de Carvalho
De fato.
Itiúba foi descaracterizada. A força do "progresso", a ganância em pequena escala, são fatores que demonstram que a vida e a historiografia não encontram paradigmas de proteção em Itiúba.
Ano passado (2010), ao terminar o Curso de Licenciatura em História pela PUC do Rio de Janeiro, escolhi escrever sobre um tema local na minha Monografia, aprovada com nota 10,0. O tema foi sobre o Cemitério dos Protestantes e o dos Católicos.
Até hoje ninguém se interessou em conhecê-la. Fiz profundas pesquisas coroadas de sucesso. Itiúba possui um manancial inesgotável

2 - ”A Enciclopédia do Correio” de Hugo Pinto de Carvalho
Você quer me matar? falar do Joaquim Brandão é coisa muito delicada. Meu pai foi, como você diz, um excelente funcionário. Fanático por Itiúba nos fez levá-lo de Salvador, aonde faleceu para ser sepultado lá.

Obrigado Hugo pela sua homenagem.
De fato, meu pai foi tudo e mais que você falou.
Registro meu apreço pela sua lembrança e registro, justa homenagem ao  meu velho pai.

3 - “Galos e Canários de Briga” de Valmir Simões

Realmente eram os "esportes" preferidos. Praticante inveterado era o senhor Zezinho do alto.
Açougueiro de profissão, foi um dos maiores galistas e proprietário de canário-de-briga.

4 - ” Os Barbeiros” de Antônio Ricardo da Silva Benevides

E "seo Né????"
Ora, como o Ricardo Benevides é jovem, não alcançou a barbearia do velho "Né" (barriga dágua).
Aliás, tenho um conto muito interessante sobre ele e o velho Salu, antigo lobisomem de Itiúba.
Ora se...
Só não envio por ser muito longo.

5 -  ““Causos” do Joel Grande” de José Carlos Araújo (Zé do Quitu)

Dele lembro-me a cachaça "tampa de capuco" que criou com o nome de 4x1 em homenagem ao selecionado de Itiúba na vitória de Itiúba sobre Queimadas.

6 - ” Itiúba e os Mutti de Carvalho” de Wilton Pinto de Carvalho

Professora Lígia Mutti de Carvalho foi minha Mestra.
 A ela devo muito da minha formação.
Estudei com a mesma na "Radio Cultural" (em cima do Zeca do Bar) e na Escola Goes Calmon.

7 - “O Homem da Capa Preta” de Valmir Simões

Pois é Valmir:
A "capa preta" referida por você, foi recurso usado por mim e pelo meu irmão Mario. Capa "colonial". Ela me fez correr várias vezes. Lembra-se do Zé Craúna"? Pois é, negrão como meu pai, nos fazia desaparecer dos antigos "bregas itiubenses". Não que papai fosse "bregueiro", mas o Craúna era um contumaz.
Fugia o Mário e eu pensando que fosse papai (Joaquim Bandão) tamanha a semelhança.
Coisas da nossa juventude.

8 - “A Paternidade do Jaraguá” de Valmir Simões

Pois é Valmir:
Foi o meu velho pai Joaquim Brandão Cirne quem trouxe da Carreira do São Francisco, tais brincadeiras.
Só muito após é que o pessoal da Tapera continuou com o boi.
Abração e obrigado pelo registro.

09 - Comentário Geral: Itiúba e os "recuerdos".

Lembrar infância em itiúba é retornar ao passado embora lá esteja inerte e sem vida.
Assim, ler e reler as crônicas desses "FANÁTICOS" é retornar à puerilidade e à irresponsabilidade de tempos que se negam a serem apagados.
Por fim, é confessar a culpa de termos tido infâncias felizes e recordações que só a sepultura nos roubará.

147 - Gilson da Silva Bezerra (songilbezerra@hotmail.com)

Olá!!!
Olha estou fazendo minha monografia baseada em Pe.Severo. Eu preciso de informaçoes, por exmplo, o ano em que ele morreu que eu não achei no livro, agluma fotografia do casarão, algo sobre ele mesmo. Qualquer coisa que vc mandar para mim vai me ajudar muito. Obrigado

148 - Miguel Pereira (miguelpera@terra.com.br) - São Paulo - SP

Além do carnaval que é uma tradição da nossa cidade a "serra velha não" pode acabar. Sou filho de itiúba e moro em São Paulo há mais de 30 anos. Abraço.  

149 - Francisca (santiagopsicopedagoga@hotmail.com)

Sou filha de Manoel Valério de Sousa, ja falecido e natural de itiúba. Nunca conheci nenhum parente por parte do meu pai. Ele falava de um irmão por nome Flauzino e de outros que já devem ter falecidos, mas se souberem de algum descendente desta família, gentileza contactar me por email. Agradeço.

150 - Vera Lúcia Santos Mutti Malaquias (veraluciamutti@yahoo.com.br) - Santo Amaro - BA

Sou de Santo Amaro e através de minhas tias, hoje já falecidas, ouvir falar muito de D. Leonor Mutti de Carvalho. Fico feliz de ver que minha família é ainda berço de pessoas de honra e dignidade.

151 - Christiane Muricy Simões (christianemuricy@hotmail.com)

Fiquei emocionada de rever cada lugar, que brinquei muito na infância na casa de minha Vó Mariá Muricy, bonito trabalho parabéns, as estórias, as famílias, muito bem feito.

152 - Fernando Dantas (comgas25@hotmail.com)

Conheci Itiúba em um carnaval. Nossa! Voltei no tempo. Fiz bons amigos aí, como O Delegado Queiroz que era uma lenda quando ai estive. Conheci os filhos dele, inclusive, soube que um deles é Prefeito ou foi em um município próximo de Salvador. O Queiroz é vivo? Saudades do Clube e da Camadaroba. Um abraço caro Fernando.

153 - Camila Santos de Jesus (camiladejesus@yahoo.com.br)

 
Eu sou Camila Santos de Jesus e por coincidência li a crônica a cachaça no link:http://www.itiuba.kit.net/itiuba/acachaca324.htm e gostaria de ter acesso ao email do autor Hugo P. de Carvalho, pois eu sou bisneta do sr. Manoel Raimundo que fabricava os vinhos de mçã de Itiuba. Gostaria de ter mais informações sobre a história da minha familia.
 
Obrigada!
 

154 - Camila Santos de Jesus (camiladejesus@yahoo.com.br)

Eu me chamo Camila Santos de Jesus e por acaso li o texto do autor Valmir Simões no endereço: http://www.itiuba.kit.net/itiuba/498ovinhodemaca.htm. Fiquei muito emocionada, pois sou bisneta do sr. Manoel Raimundo. Gostaria de saber se eu posso ter acesso ao email de Valmir Simões para poder entrar em contato e saber mais sobre a minha familia.

155 - Georg Nascimento (gnascim7s@ford.com)

Sou Georg, filho do Jonas do Correio. Morei em Itiúba até 1988, não vejo mensagens dos amigos de minha época (Marcelo do Crauna e irmãos, Jorge Carvalho e André, Rachel, Kiko, Beto, Flávio, Herneívo, Rildo...) dentre vários e vários outros amigos.
Um abraço à todos caso estejam lendo. Meu e-mail para contato é: gnascim7@ford.com

156 - José Domingos de Oliveira (j.domingo@foyahoo.com.br)

Que legal ver fotos de locais que marcaram minha vida na minha querida ITIUBA !!!
Parabéns...

157 - Edmilson Ribeiro de Souza (Edm432@bol.com.br) - São Paulo - SP

Nasci na Ponta da Banca, sai de lá com 13 anos, fui morar em Cansanção, com 17 anos fui morar em SP, faz 32 anos longe da minha Ponta da Banca, saudade do açude que tomei muitos banhos, vê amigos. Bjs a todos meus amigos de camandaroba, e Itiúba.

158 - José Rubemsimões (jrsc-beto@hotmail.com)

Parabenizar por esta obra incrível que retrata Itiúba em vários aspectos e não deixando morrer lembranças crenças e congêneres, desta forma ficará para conhecimento de gerações futuras não morrendo as tradições.

159 - Dourival Brandão Filho (dourivalbrandalfilho@hotmail.com)

Fernando,

Parabéns pela iniciativa de divulgar Itiúba, uma Cidade querida por todos nós.Um abraço

160 - Dourival Brandão Filho (dourivalbrandalfilho@hotmail.com)

Olá Fernando,

Realmente quando se trata de Itiúba, me emociono, pois foi lá onde vivi os melhores momentos da minha vida. Não nasci em Itiúba e sim em Paulo Afonso,porém considero Itiúba como minha terra natal. Parabéns pelo trabalho emocionante de divulgar nossa terra.

161 - Marilene B. Cirne Cavalcante (maracirne18@hotmail.com)

Oi Hugo,
Obrigada pela lembrança que você tem do meu ilustre e amado pai Joaquim Brandão Cirne. Ele não foi só um dedicado funcionário dos correios, como um dedicado esposo, pai e amigo. Pena que homens como ele pouco são lembrados. Infelizmente vejo que as pessoas da minha terra não dão valor a quem tem serviços prestados com brilhantismo. Exemplo disso é minha mãe, Maria Batista, que fez mais de 8 mil partos entre a cidade e a região, e não temos se quer uma medalha como forma de homenagem.
Felizmente existem pessoas como você, que nos faz voltar a refletir o nosso sócio intelectual.
Obrigada, abraços.

162 - Florisvaldo F. dos Santos - Vila Matilde - São Paulo (ffsantosconsultoria@ig.com.br)

Mais uma vez venho publicar neste espaço com o objetivo de cumprimentalos pelo excelente trabalho informativo e jornalístico que muito contribui para o conhecimento daqueles que não conhecem a região.

163 - Sherla Guimarães - São Paulo (sherla_guimaraes@hotmail.com)

Bom dia! Gostaria de saber, se possível, se entre o dia 18/11/11 e 09/12/11 tem alguma festa em Itiúba ou Rômulo Campos. Eu moro em SP e vou passear aí depois de 10 anos longe dessa terra tão maravilhosa. Vi o video no Youtube e até chorei de emoção. Sugiro que vcs façam tb um video do Povoado de Rômulo Campos e ponham no Youtube, com certeza vai ter muitos acessos. Desde já agradeço a atenção.


164 - Jorge José da Silva - Itiúba - Bahia (abuitisindicato@hotmail.com)

Não poderia deixar de expressar a nossa satisfação ímpar pelo excelente trabalho desenvolvido pela família Pinto de Carvalho, oferecendo aos itiubenses uma memória tão perfeita, que certamente, transformará-se-á em um legado perfeito para outras gerações.

165 - José Tietre Machado - (tietremachado@gmail.com)

Querido amigo,
Sendo filho de um cidadão Itiubense,acompanho sempre que posso esse site.Meu querido pai chamava-se Carlos Alberto de Carvalho Silva,filho de Rita Carvalho e José Tietre Alves Silva.Cheguei a conhecer primos de meu pai,chamavam-se Raimundo(dinho)Quintino(quinho)Iara e Ana,filhos de tia Iaia.
Gostaria se possivel,que o Sr.enviasse nomes da familia de minha avó.Tenho curiosidade de saber a origem do meu nome (tietre)e sempre que leio algo sobre,Itiuba e familiares sinto-me gratificado em matar a saudade do meu muito amado pai.
Desejo para o Sr.e familia toda paz e um lindo Natal.
Agradecido antecipadamente,

166 - José Domingos - (j.domingos@yahoo.com.br) - Salvador - Bahia

Prezado Fernando,
É um prazer enorme participar de sua página muito bem elaborada pelo qual pude saber noticias de vários conterrâneos que há muito tempo não tinha noticias. Nasci em Itiúba, soufilho de Chiquinho e sobrinho de Joana. Minha casa fica na rua da estação, ao lado da casa de Sr.Deudete e D.Aninha Simões. Tenho várias histórias principalmente ligadas ao futebol de nossos queridos Ferroviário e Itiubense e muita gente boa de bola. Oportunamente as enviarei. Nossa terra, com as belezas naturais e potencial turístico que tem tem, deveria ser mais divulgada pelo poder público e, com certeza, seria uma excelente fonte de renda para a cidade. Sua iniciativa é muito boa.
PARABÉNS !!! Continue divulgando nossa terra.
Moro em Salvador - um abraço

167 - Dourival Brandão Filho - (dourivalbrandaofilho@hotmail.com) - Salvador - Bahia

Fernando,
Gostaria de prestar uma homenagem de gratidão ao grande homem de caráter ilibado e moral blindada, Doutor Humberto Pinto de Carvalho, pessoa que tenho a maior gratidão, pois foi ele quem me deu as primeiras pedras para o alicerce de construção da minha vida, tive meu primeiro emprego através do seu respaldo, bem como a facilidade para fazer um curso acadêmico com o seu aval, profissão que hoje tenho um brilhante sucesso.
Quando Deus o escolheu como seu instrumento, inegavelmente sabia o que estava fazendo. E é tudo isso: Bondade, seriedade e honestidade.
Parabéns Doutor Humberto, que Deus a cada dia o torne um Homem cada vez maior.
Levarei toda essa gratidão até quando eu perder a memória.

168 - Carlos Dias Lima - Salvador - Bahia

Como faço sempre, antes de desligar o computador, leio os causos fantásticos e tão bem narrados por todos os que se propõem registrá-los. Fico babando e sinto que rejuvenesço, vou viajando através das narrativas às vezes sorrindo, às vezes com muita saudade de tudo e de todos, pois a minha vida era só alegria! Desculpa por está dando uma de saudosista, mas, fazer o que? Eu costumo dizer: “Feliz é aquele que tem para onde voltar e ser bem recebido.” O meu passado é só alegria!

169 - Estelita Pinto da Silva - Salvador - Bahia

Assunto: Tarde beneficente

Parabéns caros organizadores. Foi minha primeira vez no evento e achei o máximo.

170 - Luciano de Oliveira Rosa (oliveiraluciano13@hotmail.com)

Eu amo todos vocês de Itiúba
Um dia eu quero gritar bem alto, para todos de Itiúba escutarem. Meu pai, Salusiano Rosa, eu te amo e o maior sonho da minha vida é que quem ler esta mensagem ajude-me a pedir o perdao do meu pai.

171 - Raimundo Goes (joseraimundogoes@hotmail.com)

Assunto: minha velha itiuba
Huguinho me lembro de você com este nome. Sou filho de Itiúba e trabalhei carregando água para casa do seu irmao, Sr. Bertinho. Faz mas de 20 anos que não vou a Itiúba. Gostei muito do "Itiúba do Meu Tempo", produzido pelo Fernando que é também a itiuba do meu tempo. Um abraço.

172 - Josefa Maria da Silva(gatinha1974@live.com)

Eu sou neta e filha do Bonifacio e filha da Maria Raimunda do Pontabaixo, prima do João Pezão.

173 - José Domingos de Oliveira (j.domingo@yahoo.com.br)

Gostaria neste momento de corroborar com as palavras de muitos amigos que tive a oportunidade de conviver na minha querida Itiúba e, sem duvidas, fazer o meu registro para as familias desses excelentes amigos (Orlando e Valmir), ambos com historias parecidas. O gordo Orlando, irmão de Joana, e Valmir o brincalhão, tiverem um inicio na juventude parecIdos. Orlando o Egui deve lembrar bem, trabalhou muitos anos no bar do Carlos Pires e Valmir, ficava na budega (na época chamávamos assim) do seu pai. O Egui, para arranjar um dinheirinho, ajudava sexta e sábado na budega do Valmir. Eu trabalhava também na budega do Manú. Pois bem pessoal, todos nós dessa geração já estamos chegando próximo dos 70 anos - portanto, só temos a agradecer a Deus pela dádiva da vida e lembrar dos velhos com se fosse hoje às sexta feiras de 50 anos atrás quando ficavamos na balustrada do tanque da nação aguardando o sinal da luz para, muitas vezes, sair corendo para casa.
que Deus os receba com suas graças.
E com certeza um até breve amigos .

174 - Carlos A. Pinto Jr (jrpintousa2011@gmail.com)

Sou da familia ribeiro pinto de itiuba estou a procura de conhecer mais sobre meus antepasados


175 - Ewerton Cerqueira - Salvador - BA

8 de dezembro se aproxima e me deu uma saudade danada do Valmir Simões!

A Itiúba, e nós itiubenses, ainda choramos a sua morte. Que conterrâneo espetacular foi o Valmir! Ninguém melhor do que ele pra falar da velha Itiúba com tanto realismo e beleza! Saiu de lá em 1964, ou seja, há 48 anos atrás, porem guardava a imagem daquela Itiúba melhor do que qualquer fotografia. Grande Valmir! Grande itiubense! Não será esquecido, jamais!

176 - Luiz Américo Miranda dos Santos(luiz.santos@hotmail.com)

Assunto: disco voador em Itiúba


Quando eu morava na Fazenda Poço da Pedra ,em 1985, tinha 15 anos de idade, e, na Fazenda Ariri. eu vi um objeto voador como esse. Eram mais ou menos 18:00h quando baixou uma bola de fogo perto da casa. Eu estava só e pensei que a casa estava pegando fogo. Desci a serra correndo e vi a bola de fogo subindo. Não falei para ninguem pois quem iria acreditar nisso se eu não tinha foto nem prova alguma. Mas que era bonito... era.

177 - Fernando Santos (nandohg@gmail.com)

A seguir, um poema feito pelo maestro e poeta de nossa cidade, professor Egnaldo Paixão. Em seu perfil no Facebook, poderão ser encontrados outros textos poéticos, sobre os seres, o mundo, a música e também sobre Itiúba.

 




 





 

4